30/07/2021

zigzagdoesporte.com.br

A sua revista eletrônica do esporte

Carlos Fiúza de Salvador para o Zigzagdoesporte.com.br direto da redação.

Treinador se sentiu insultado pelo jornalista após ser ‘modelo’ do clube na divulgação dos uniformes da comissão técnica.

Nem tudo foi comemoração no Ceará após a vitória sobre o Vitória por 2 a 0 e a vaga garantida na final da Copa do Nordeste 2021. Em entrevista coletiva, o técnico Guto Ferreira (foto abaixo) se irritou e com razão com a pergunta discriminatória de um repórter em relação à sua performance como ‘modelo’ do clube.

Treinador é finalista da Copa do Nordeste pelo segundo ano seguido

O repórter foi infeliz ao direcionar ao treinador a seguinte frase: ‘Guto Ferreira como modelo é um excelente técnico’, comentou o jornalista fazendo referência ao ensaio de fotos que o treinador participou para divulgar os uniformes da comissão técnica na temporada 2021.

Guto Ferreira foi educado na resposta, mas mostrou irritação com o comentário. O treinador do Vozão não respondeu a nenhuma pergunta do jornalista.

 

“Olha, cara, você vai me desculpar. Você fez três constatações e, em todas elas, querendo criticar o meu trabalho, criticar a minha aparência. Eu acho que você não merece as respostas. Você me desculpe. Eu respeito todo mundo e acho que você não me respeitou nesse momento”, disse Guto.

Guto Ferreira é desde o ano passado uma das principais armas do Ceará na conquista dos bons resultados dentro de campo. É a segunda vez que o treinador leva o time cearense à decisão da Copa do Nordeste, já que no ano passado chegou na final e foi campeão.

Com um gol e uma assistência de Vina, o Vozão segue vivo em busca do tricampeonato

Com uma atuação decisiva de Vina, o Ceará garantiu presença na grande final da Copa do Nordeste ao ganhar do Vitória, por 2 a 0, na Arena Castelão. O meia marcou o primeiro gol e deu a assistência para Moisés fechar o placar.

Vina é uma pedra no sapato do Vitória desde os tempos de Bahia. A partida deste sábado foi a sétima do meia contra o Leão e ele chegou a cinco gols marcados.

Atual campeão, o Ceará vai buscar o tricampeonato contra Fortaleza e Bahia, que se enfrentam na noite deste sábado, também na Arena Castelão, em Fortaleza.

VEJA OS GOLS DO FINALISTA DA COPA DO NORDESTE:

 

 

PRIMEIRO TEMPO
Quem esperava que o jogo seria dominado pelo Ceará se enganou. Logo aos quatro minutos, David recebeu de Soares, invadiu a área e exigiu grande defesa de Richard.

O susto do Vitória acordou os comandados de Guto Ferreira, que responderam em finalização de Felipe Vizeu. A bola foi desviada por Pedrinho pela linha de fundo.

Em um lance confuso, o Vozão abriu o placar aos 19 minutos. Raul Prata tentou cortar cruzamento e quase fez gol contra. A bola acertou a trave de Ronaldo e sobrou para Vina completar de cabeça.

O Vitória sentiu o gol marcado pelos donos da casa e não conseguia mais levar perigo a Richard, além de errar muitos passes.

Vina comemora o primeiro gol do Ceará sobre o Vitória (Foto: Stephan Eilert/Ceará SC)

Vina comemora o primeiro gol do Ceará sobre o Vitória (Foto: Stephan Eilert/Ceará SC)

CLIMA QUENTE

O clima ficou quente no Castelão no final do primeiro tempo, com jogadores dos dois times discutindo.

Ainda antes do intervalo, o Vozão ampliou. Vina cobrou falta para dentro da área e Messias, de cabeça, fuzilou o gol defendido por Ronaldo.

SEGUNDO TEMPO
Como não poderia ser diferente, o Vitória começou o segundo tempo em cima do Ceará.

Logo aos quatro minutos, Samuel só não completou cruzamento de Soares porque Klaus chegou antes para cortar.

Na sequência, Richard defendeu chute de Soares e Eduardo, no rebote, mandou por cima.

QUASE O TERCEIRO
Tranquilo, o Ceará procurava valorizar a posse da bola e deixar o tempo passar. Por muito pouco o Vozão não fez o terceiro aos 32 minutos. A zaga do Vitória afastou mal e a sobra ficou com Fernando Sobral, que soltou a bomba com muito perigo.

Nos minutos finais, o Leão esboçou uma pressão, mas não conseguiu passar pelo goleiro Richard. Aos 48, Gabriel Dias acabou sendo expulso por uma entrada em Wesley Pionteck após o árbitro consultar o VAR, gerando muita reclamação dos jogadores do Ceará.

FICHA TÉCNICA

Ceará-CE
Ceará-CE
2 x 0
Vitória-BA
Vitória-BA

Copa do Nordeste – semifinal
Local: Arena Castelão, em Fortaleza (CE)
Data: 24/04/2021 (sábado)
Horário: 16h
Árbitro: Zandick Gondim Alves Junior  (RN)
Assistentes:Vinícius Melo de Lima  (RN) e Francisco de Assis da Hora (RN)
VAR: Wagner Reway (PB)
Auxiliares do VAR: Diego Fernando Silva de Lima (PE) e Clóvis Amaral Silva (PE)
Cartões amarelos: Vico e João Pedro (Vitória)
Cartão vermelho: Gabriel Dias (Ceará)
Gols: Vina e Messias (Ceará)

Ceará: Richard; Gabriel Dias, Messias, Luiz Otávio (Klaus) e Bruno Pacheco; Charles (Fernando Sobral) e Pedro Naressi; Lima, Vina (Jael) e Mendoza (Saulo); Felipe Vizeu. Técnico: Guto Ferreira.

Vitória: Ronaldo; Raul Prata, João Victor, Wallace e Pedrinho; João Pedro, Cedric (Eduardo) e Soares Bolota; David (Caíque Souza), Samuel (Ygor Catatau) e Vico (Wesley Pionteck). Técnico: Flávio Tanajura (auxiliar).

 

Fortaleza 0 (2) x (4) 0 Bahia – Mateus Teixeira mostra qualidade,Esquadrão leva a melhor nos pênaltis e está na final.

Final definida. O Bahia está na decisão da Copa do Nordeste 2021, onde irá disputar o título com o Ceará, atual campeão. Neste sábado (24), o Esquadrão de Aço ficou no empate sem gols com o Fortaleza, na Arena Castelão, e garantiu a vaga com vitória por 4 a 2 nos pênaltis.

A equipe baiana chega à final com o melhor ataque da competição, tendo 20 gols marcados – sete do artilheiro Gilberto. A campanha até aqui foi de cinco vitórias, dois empates e três derrotas. Agora, Bahia e Ceará se enfrentam em dois jogos nas decisões que estão marcados para os dois próximos sábados (01) e (08).

 

CONFIRA OS MELHORES MOMENTOS DO DUELO

PRIMEIRO TEMPO
O primeiro tempo da partida entre Fortaleza e Bahia foi marcado pelo equilíbrio. O Leão levou perigo no começo do confronto, com duas chegadas de Wellington Paulista. Aos seis minutos, o camisa 9 viu o goleiro Matheus Teixeira adiantado e tentou mandar por cima, mas a bola saiu pela linha de fundo. Logo depois, aos 13, o atacante dominou bem, arrumou para a perna esquerda e finalizou bonito, mas para fora.

 

 

Bahia vence Fortaleza nos pênaltis e está na final da Copa do Nordeste

Bahia vence Fortaleza nos pênaltis e está na final da Copa do Nordeste

Já o Esquadrão criou as melhores chances nos minutos finais, três delas com Rossi. Aos 37, o camisa 7 finalizou na saída do goleiro leonino, mas a bola saiu pela linha de fundo. Logo depois, aos 41, o jogador mandou uma bomba na trave de Felipe Alves. Na sequência, o chute de primeira do atacante subiu demais e foi para fora. A última oportunidade foi nos acréscimos, quando Luiz Otávio subiu mais que todo mundo após cobrança de escanteio e viu a bola passar muito perto do gol.

Na volta do intervalo, as equipes se fecharam bastante e não criaram muitas chances de balançar as redes. A melhor delas foi do Bahia, aos 25 minutos, quando Rossi recebeu cruzamento pela direita e emendou um chute forte que saiu à esquerda de Felipe Alves. Sem nenhum gol marcado, a decisão foi para os pênaltis.

Da marca da cal, o goleiro Matheus Teixeira mostrou que já é realidade, defendeu duas cobranças do Fortaleza e ajudou o Bahia a vencer por 4 a 2. Gilberto, Matheus Galdezani, Rodriguinho e Conti converteram para os baianos.

 

FICHA TÉCNICA

Fortaleza 0 (2) x (4) 0 Bahia
Copa do Nordeste – Semifinal

Local: Castelão, em Fortaleza
Data: 24/04/2021 (sábado)
Horário: 20h30
Árbitro: Dênis da Silva Serafim (AL)
Assistentes: Esdras Mariano de Lima Albuquerque e Brigida Cirilo Ferreira (Ambos de AL)
VAR: Pablo Ramon Gonçalves Pinheiro (RN), auxiliado por José Ricardo Vasconcellos Laranjeira (AL) e Cleriston Clay Barreto Rios (SE).

Cartões amarelos: Carlinhos, Tinga (Fortaleza) / Thaciano, Nino Paraíba, Jonas (Bahia)

Fortaleza: Felipe Alves; Tinga, Marcelo Benevenuto, Juan Quintero e Carlinhos (Bruno Melo); Matheus Jussa, Éderson e Gustavo Blanco (Matheus Vargas); David (Lucas Crispim), Robson e Wellington Paulista (Romarinho). Técnico: Enderson Moreira.

Bahia: Matheus Teixeira; Nino, Conti, Luiz Otávio e Matheus Bahia (Juninho Capixaba); Patrick (Jonas), Daniel (Matheus Galdezani) e Thaciano (Lucas Araújo); Rossi (Oscar Ruiz), Rodriguinho e Gilberto. Técnico: Dado Cavalcanti.

Deixe uma resposta

Copyright © All rights reserved. | Newsphere by AF themes.