24/07/2021

zigzagdoesporte.com.br

A sua revista eletrônica do esporte

Brasil conquista mais quatro medalhas na Copa do Mundo de Ginástica. Veja!

2 min read

Por Carlos Fiúza de Salvador para o Zigzagdoesporte.com.br por agência AFP.

O Brasil terminou a Copa do Mundo de Ginástica de Doha 2021 com um belo resultado, somando sete medalhas: um ouro, duas pratas e quatro bronzes. Na manhã deste sábado, 26 de junho, o campeão mundial da barra fixa, Arthur Nory, conquistou a prata no aparelho. Rebeca Andrade, na trave, Lorrane Oliveira, no solo, e Caio Souza, nas paralelas, ficaram com o bronze. As medalhas se uniram às três das finais de sexta-feira, quando Rebeca foi ouro e Lorrane, bronze, nas barras assimétricas, enquanto Arthur Zanetti foi prata nas argolas.

Campeão mundial na barra fixa, Nory apresentou uma série forte e limpa e fez 14.400 pontos. Mas acabou ficando um pouco atrás do ginasta Marius Georgious, do Chipre, que chegou a 14.466. Miladi Karimi, do Cazaquistão, com 13.366 pontos, completou o pódio. Francisco Barretto terminou em quinto lugar, com 14.100. Veja a apresentação de Nory.

A menos de um mês do início das Olimpíadas de Tóquio, Rebeca tem mostrado que está em plena forma. Neste último dia de competição, a ginasta ganhou a medalha de bronze na trave, com uma bela apresentação que lhe valeu 13.133 pontos. O bronze se une ao ouro que Rebeca conquistou na sexta-feira, quando subiu no lugar mais alto do pódio após uma performance segura e plástica nas barras assimétricas. Veja o vídeo com bronze de Rebeca.

Na trave, o ouro ficou com a ucraniana Diana Varinska, com 13.200 pontos, e a húngara Zsofia Kovaks ganhou a prata, com 13.166. Também finalista no aparelho, Flávia Saraiva terminou em sexto lugar, com 12.100 pontos.

Nas barras paralelas, Caio fez uma apresentação segura e vigorosa, e ficou com 14.633 pontos. O ouro foi para o turco Ferhat Arican, com impressionantes 15.566 pontos, e a prata para o ucraniano Petro Pakhniuk, com 15.000. O brasileiro Francisco Barretto, com 14.000 pontos, ficou em sétimo. Veja o vídeo da apresentação de Caio.

Lorrane Oliveira, por sua vez, mostrou novamente o Oliveira, movimento que estreou nas classificatórias e já foi homologado com seu nome. O movimento é um duplo twist carpado com meia volta, uma evolução o “Dos Santos”, que foi elaborado e executado pela ex-campeã mundial Daiane dos Santos. E dessa vez a ginasta foi ainda mais precisa, ficando com 12.633 pontos.

Deixe uma resposta

Copyright © All rights reserved. | Newsphere by AF themes.