Comitê organizador propõe cortar R$ 30,5 bilhões dos gastos com Tóquio 2020. Entenda o fato !

Do Zigzagdoesporte.com.br por Carlos Fiúza com Agência EFE.

GETTY

Yuriko Koike, governadora de Tóquio
Yuriko Koike, governadora de Tóquio

O comitê organizador da Tóquio 2020 propôs cortar nesta terça-feira um trilhão de ienes (8,486 bilhões de euros – R$ 30,577 bilhões na conversão atual) os custos para a organização do evento olímpico, o que deixaria a cifra final em dois trilhões de ienes (cerca de 16,980 bilhões de euros – R$ 61,184 mihões).

O novo teto de gastos que os organizadores colocaram sobre a mesa vai além nos esforços de ajuste orçamentário conduzido pela governadora de Tóquio, Yuriko Koike, que definiu um limite de 3 trilhões de ienes (25,456 bilhões de euros) para os Jogos Olímpicos.

 O comitê organizador, o governo da área metropolitana de Tóquio, o executivo central e o Comitê Olímpico Internacional (COI) discutem atualmente esta cifra e pretendem apresentar um projeto orçamentário no próximo dia 29, apontaram fontes governamentais da capital à agência local Kyodo.

As quatro partes implicadas deverão optar por novas medidas para conseguir o corte orçamentário adicional, depois de contemplar a modificação de várias sedes esportivas incluídas no plano original para rebaixar os custos.

“Estamos trabalhando na redução dos custos totais com o objetivo de concluir (projeto de orçamento) para o fim do mês”, disse em um comunicado o comitê organizador.

A primeira estimativa orçamentária apresentada em 2013 ao COI pela candidatura de Tóquio para a organização dos Jogos chegavam a cerca de 730 bilhões de ienes (6,28 bilhões de euros).

No entanto, a quantidade real para a construção de novas infraestruturas ascenderia a 3 bilhões de ienes, segundo o relatório realizado por um painel independente encomendado pela governadora da capital nipônica.

Este crescimento se deu pelos custos de construção, segurança e manutenção das instalações, a partir do cálculo realizado por especialistas, que também propuseram medidas para impedir que o orçamento continue disparando.

Entre elas, sugeriram reutilizar algumas instalações esportivas já existentes em Tóquio e nas redondezas da capital em dez de construir novas sedes.

About admin

O nosso site é voltado para o esporte, escrevemos e publicamos sobre 40 modalidades esportivas. A nossa meta é levar o esporte cada vez mais longe para o maior número possível de pessoas. O ZigZag do Esporte é a nossa Revista Eletrônica do Esporte, acesse, curta, comente e mande sugestões.

Comentários via Facebook:

Deixe uma resposta