Sob tensão: elas decidem US Open enquanto furacão pode arrasar suas casas.

Dora Abrahão, para o ESPN.com.br

Madison Keys e Sloane Stephens estarão em quadra no mesmo momento em que o fenômeno natural deve chegar em suas cidades, que estão entre as que mais estragos podem sofrer.

Madison Keys e Sloane Stephens estarão em quadra no mesmo momento em que o fenômeno natural deve chegar em suas cidades, que estão entre as que mais estragos podem sofrer.

 

Madison Keys e Sloane Stephens estarão em quadra no mesmo momento em que o fenômeno natural deve chegar em suas cidades, que estão entre as que mais estragos podem sofrer.

Neste sábado, às 16h no horário americano (17h de Brasília) começa a decisão de quem será a campeã do US Open 2017. No fim da tarde do mesmo dia, o furacão Irma, que abalou o Caribe nos últimos dias, deve atingir a região sul da Flórida, nos Estados Unidos.

Madison Keys e Sloane Stephens estarão em quadra no mesmo momento em que o fenômeno natural deve chegar em suas cidades, que estão entre as que mais estragos podem sofrer. Keys mora em Boca Ratton, ao Norte de Miami, e Stephens em Fort Lauderdale (são praticamente vizinhas).

A ESPN+ e o WatchESPN transmitem a final feminia do US Open a partir das 17h (horário de Brasília).

ESPN

Mapa mostra a proximidade entre as duas cidades
Mapa mostra a proximidade entre as duas cidades

 

O Irma é o maior furacão da história que já atingiu o Atlântico. Até agora, o fenômeno deixou ao menos dezessete mortos no Caribe e milhares de pessoas desabrigadas. Em Porto Rico, 70% do território ficou sem eletricidade e houveram três mortes.  A ilha da Barbuda ficou totalmente devastada e teve uma vítima, e nove pessoas morreram nas Antilhas Francesas.

Além disso, foram quatro mortes nas Ilhas Virgens Americanas, e uma em Barbados e em Anguilla. Cerca de 1,2 milhões de pessoas foram já afetadas pela passagem do Irma no Caribe.

O primeiro estado norte-americano atingido pelo Irma será a Flórida. Por isso, já estão sendo executadas ordens de evacuação e os moradores do estado já foram avisados que a região ficará sem luz durante dias.

O governador da Flórida, Rick Scott advertiu que todos os 20 milhões habitantes do estado podem ser retirados para evitar maiores problemas.

“Não consigo realçar o suficiente: não ignorem as ordens de evacuação. Podemos reconstruir suas casas, mas não podemos reconstruir suas vidas. Levem o necessário, mas só o necessário”, disse o governador na quarta-feira (06) em uma coletiva de imprensa.

Não é a toa que as duas finalistas do US Open escolheram a Flórida para morar e colocar suas raquetes na quadra. O estado norte-americano é tido como a meca dos centros de treinamento do tênis.

Nick Bollettieri, por exemplo, um dos mais conhecidos técnicos da modalidade formou grandes atletas em sua academia na Flórida. André Agassi, Venus e Serena Willians, Monica Seles, Jim Courier, Martina Hingis e Maria Sharapova foram treinados por ele e chegaram ao posto mais alto no ranking da ATP ou WTA.

Atual número 16 do mundo, Madison Keys venceu os dois primeiros jogos no US Open sem perder sets, sobre Elise Mertens  e Tatjana Maria, respectivamente . Na terceira etapa, diante da russa Elena Vesnina, a americana começou a partida perdendo por 6/2 e conseguiu a virada pelas parciais 6/4, 6/1.

Contra a quarta do ranking, Elina Svitolina, Keys teve um pouco mais de dificuldade do que nos três primeiros jogos, mas conseguiu o triunfo por 3 a 1.

Nas quartas de final, derrotou Kaia Kanepi com um duplo 6/3 e, para garantir sua vaga na grande final, desbancou sua compatriota CoCo Vandeweghe com facilidade, pelas parciais 6/1, 6/2. Esse resultado é o melhor da carreira de Madison Keys quando se trata dos quatro Grand Slams.

Antes, sua melhor classificação havia sido no Australian Open de 2015, quando ela chegou à semifinal, mas perdeu para campeã do torneio, Serena Williams, também dos Estados Unidos.

 Sloane Stephens sobre Venus Williams por 2 sets a 1!

Sloane Stephens sobre Venus Williams por 2 sets a 1!

Grata surpresa do campeonato, Sloane Stephens ocupa no momento a 83ª colocação no ranking da WTA. A jovem de 24 anos começou sua trajetória em casa com uma vitória por dois sets a zero sobre a italiana Roberta Vinci. Depois, encarou Dominika Cibulkova, número 11 do mundo, e venceu por 2 a 1.

Na terceira rodada, passou pela australiana Ashleigh Barty sem perder nenhum set e, em seguida, derrotou Julia Goerges. Nas quartas de final, Stephens levou a melhor sobre Anastasija Sevastova e brigou por uma vaga na final com Venus Williams.

Diante da americana, não se intimidou e ganhou o primeiro set por 6 a 1. Apesar do bom começo, perdeu o segundo sem fechar nenhum game. No set decisivo, saiu vitoriosa com uma quebra e fechou por 7/5, garantindo sua vaga na decisão do US Open 2017.

Assim como sua adversária, Sloane fará sua estreia em finais de Grand Slams e obteve no solo americano seu melhor retrospecto da carreira nos quatro principais campeonatos do circuito.

About admin

O nosso site é voltado para o esporte, escrevemos e publicamos sobre 40 modalidades esportivas. A nossa meta é levar o esporte cada vez mais longe para o maior número possível de pessoas. O ZigZag do Esporte é a nossa Revista Eletrônica do Esporte, acesse, curta, comente e mande sugestões.

Comentários via Facebook:

Deixe uma resposta