Destaques e manchetes do futebol nacional; confiram !

Carlos Fiúza de Salvador para o Zigzagdoesporte.com.br

Sem certeza da permanência de Mano Menezes, Cruzeiro define primeiro nome na lista: Abel Braga.

DIVULGAÇÃO/FFC

Abel Braga é o favorito no Cruzeiro caso Mano Menezes não fique
Abel Braga é o favorito no Cruzeiro caso Mano Menezes não fique

Sem garantias que conseguirá renovar o contrato do técnico campeão da Copa do Brasil, Mano Menezes, o Cruzeiro já cria uma lista para buscar outro treinador. E o primeiro nome da lista é de Abel Braga, hoje no Fluminense.

O nome do técnico é visto pela nova diretoria do Cruzeiro como o predileto para assumir o comando da equipe caso Mano Menezes não siga no clube. O nome é colocado em primeiro lugar pelo novo vice de futebol, Itair Machado.

O Cruzeiro vê em Abel Braga o nome perfeito para substituir Mano Menezes, caso necessário, e levar a agremiação a grandes conquistas na temporada 2018, com a Copa Libertadores e outras grandes competições.

Ainda que Abel tenha aparecido nos bastidores do Cruzeiro, a preferência é por dar continuidade no trabalho de Mano Menezes. O treinador teve dificuldades em 2017, no entanto, termina o ano com o título da Copa do Brasil. Para 2018, entretanto, ter Mano era já ter uma base e filosofia trabalhada.

O contrato de Mano vence em dezembro e as recentes mudanças na diretoria do Cruzeiro deve dificultar a renovação. O treinador cruzeirense criou boas relações com Bruno Vicintin, ex-vice da Raposa, além de Gilvan de Pinho Tavares, presidente até o fim deste ano.

A conquista da Copa do Brasil muito provavelmente fará com que Mano Menezes peça uma valorização contratual, o que poderia pesar para o Cruzeiro buscar outro nome no mercado.

Corinthians recusa proposta de R$ 40 milhões por Arana, diz jornal.

DANIEL AUGUSTO JR/AG. CORINTHIANS

Guilherme Arana é um dos destaques do time
Guilherme Arana é um dos destaques do time

Um dos grandes destaques do Corinthians nesta temporada, o lateral esquerdo Guilherme Arana é um dos mais cotados do elenco a deixar o clube com o fim da campanha no Campeonato Brasileiro. Segundo o Mundo Deportivo, o Atlético de Madri teria se disposto a desembolsar 11 milhões de euros (cerca de R$ 40 milhões) pelo jogador, proposta que já teria sido recusada pelo time paulista.

Para contar com o lateral, os colchoneros precisam aumentar a quantia proposta, já que o Corinthians não pretende liberá-lo por menos de 15 milhões de euros (R$ 55 milhões). De acordo com o jornal espanhol, outros clubes europeus possuem interesse na joia de 20 anos, como Sevilla e Inter de Milão.

Arana compõe o elenco principal do Corinthians desde 2014, quando Mano Menezes era o técnico do alvinegro. Ele se tornou titular absoluto apenas neste ano, já com Fabio Carille no comando.

São 79 jogos disputados e quatro gols marcados pelo jovem com o uniforme corintiano. É o terceiro jogador que mais dá passes no Campeonato Brasileiro, com média de 58 por jogo.

Dorival avalia seus três meses no São Paulo e torce por melhora na tabela.

FERNANDO DATAS/GAZETA PRESS

Dorival Júnior comandando treino do São Paulo no CT da Barra Funda
Dorival Júnior comandando treino do São Paulo no CT da Barra Funda

São Paulo anunciou Dorival Júnior foi anunciado no dia 5 de julho como novo técnico do São Paulo. A estreia foi no empate por 2 a 2 com o Atlético-GO, em pleno Morumbi. Até agora apenas 14 jogos, com cinco vitórias, cinco empates e quatro derrotas. Prestes a iniciar uma sequência que pode definir o rumo da equipe na temporada, Dorival avalia o momento da equipe e seu trabalho no clube.

“Três meses é uma sacanagem”, brinca o treinador, que passou dois anos no Santos antes de se mudar para a capital. “Parece muito tempo, mas na realidade não é isso. Uma equipe que mudou muito, seis ou sete jogadores que ainda não tem 12, 13 jogos com a camisa da equipe, isso tem um peso muito grande em um campeonato que exige como o nosso exige. Nós tivemos de acelerar um processo, mudamos algumas coisas na equipe e você paga um preço alto por fazer com campeonato em andamento. O que tinha que ser trabalhado foi trabalhado e espero que agora os resultados comecem a aparecer”.

Além de ainda se considerar um recém chegado, Dorival Júnior realmente conta com pelo menos sete atletas importantes para o elenco que sequer superaram a barreira de dez jogos pelo São Paulo: Edimar, Denílson e Marcos Guilherme, 10 jogos; Jonatan Gomez e Shaylon, 9 jogos; Bruno Alves e Maicosuel, 2 jogos.

Também por isso, o período de dez dias sem partidas em função da Data Fifa foi aproveitado de forma intensa pelo treinador no CT da Barra Funda. “Foi muito importante, foi um período bom de treinamento e espero que tenha sido produtivo, que se transforme em resultado”, afirma, esperançoso e ciente de que a partir de agora não o tempo livre será usada basicamente para recuperação dos atletas.

Isso porque o São Paulo terá uma maratona de quatro jogos em 12 dias. A sequência começa nessa quarta (dia 11), contra o Atlético-MG em Belo Horizonte, depois terá o Atlético-PR no Pacaembu (dia 14), aí o grupo viaja para o Rio de Janeiro, onde enfrentará o Fluminense (dia 18) e, por fim, volta para encarar o Flamengo em São Paulo (22).

Posterior a isso, o descanso de uma semana não deverá ser tão tranquilo dependendo dos resultados obtidos e porque dia 28 a equipe fará clássico contra o Santos, no Pacaembu. Faltarão então apenas sete rodadas para o fim do Campeonato Brasileiro. Dorival sabe que os próximos 20 dias podem determinar o rumo do clube, que no momento está a um ponto fora da zona de rebaixamento. E, para passar bem por essa fase, o técnico não faz contas.

“Metas, não. Nunca fiz isso na minha vida. Eu jogo rodada a rodada, ponto a ponto. A partir de agora teremos as semanas preenchidas, aquilo que teria de ser trabalhado foi trabalho e a partir de agora temos a consciência que será um mês decisivo para que tenhamos condições de avaliarmos o que o São Paulo terá pela frente. Se não quisermos passar por dificuldade lá na frente, teremos de passar por esse momento”, avisa.

E engana-se quem pensa que o comandante tricolor ou o elenco são-paulino vivem algum tipo de alívio ou sensação de tranquilidade pelo fato da equipe ter saltado do Z4 para a 14ª posição depois da vitória em cima do Sport por 1 a 0.

“Não. De maneira nenhuma. Nós vivemos o mesmo momento da semana anterior, a pressão é a mesma, as obrigações ainda maiores, porque é uma rodada a menos”, conta Dorival, que terá pela frente o Galo, time mineiro que ocupa cinco posição acima do São Paulo, mas que tem apenas três pontos a mais que os paulistas.

“A proximidade é tão grande… Vivemos os mesmos momentos que estávamos vivendo antes de sairmos (da zona de rebaixamento), não dá para comemorar, relaxar, deixar de se preocupar. Não tem nada que altere, será um confronto direto, uma partida fundamental para nossas pretensões”, decretou o técnico, sempre cauteloso fora de campo.

Grêmio treina com Barrios, Fernandinho e Edílson para encarar o Cruzeiro.

DIVULGAÇÃO
Barrios treinou nesta segunda-feira
Barrios treinou nesta segunda-feira

O Grêmio segue a preparação para encarar o Cruzeiro pelo Campeonato Brasileiro. Na tarde desta segunda-feira, o elenco realizou as atividades no CT Presidente Luiz Carvalho com a presença de Lucas Barrios, Fernandinho e Edílson.

Nos trabalhos do dia, o técnico Renato Portaluppi não esboçou o possível time que entrará em campo contra os mineiros. O treinador dividiu o elenco em vários grupos, na qual participaram de treinamentos setorizados, cada grupo de atletas com foco na função em que atuam. Em seguida, com todo o elenco, foram trabalhados a troca de passes, criação de jogadas e conclusão. No encerramento, ocorreu um treino de faltas e pênaltis.

O zagueiro Kannemann, que deixou as atividades de sábado mais cedo, participou normalmente do treino desta segunda-feira. Além dele, o meio-campista Cícero, que não pode ser inscrito no Brasileirão, também realizou os trabalhos junto aos colegas de equipe.

Os jogadores Cristian, Ramiro e Luan apenas correram ao redor do gramado. Eles estão se recuperando de lesões e vão desfalcar a equipe para o confronto desta quarta-feira. O meia-atacante equatoriano Michel Arroyo, que estava defendendo a seleção do Equador nas Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo de 2018 na Rússia, também correu ao redor do campo. O time gaúcho ainda deve relacionar o volante Arthur, que retorna para Porto Alegre na madrugada de terça para quarta-feira depois de defender a seleção brasileira.

A expectativa é que o atleta seja relacionado para o duelo contra o Cruzeiro. A tendência é que o Grêmio entre em campo com: Marcelo Grohe; Edílson, Pedro Geromel, Walter Kannemann e Bruno Cortez; Jailson, Arthur, Fernandinho, Patrick e Everton; Lucas Barrios.

Na tarde desta terça-feira, o Grêmio encerra a preparação em treino na Arena. A primeira parte das atividades vai ocorrer com os portões fechados. Na quarta-feira, às 21h45 (de Brasília), o time gaúcho enfrenta o Cruzeiro na Arena, pela 27ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Em estreia de Carpegiani, Bahia busca jogo equilibrado diante do Palmeiras: ‘Vamos encarar de igual para igual’.

DIVULGAÇÃO

Edigar Junio falou com a imprensa sobre a partida contra o Palmeiras
Edigar Junio falou com a imprensa sobre a partida contra o Palmeiras

A equipe do Bahia retomou os treinamentos para o confronto contra o Palmeiras, pelo Campeonato Brasileiro, na manhã desta segunda-feira, no Fazendão, centro de treinamentos do clube baiano. O recém-chegado técnico Paulo César Carpegiani comandou as atividades.

Em campo, o elenco participou de um treino tático e passou por diversos testes na formação do provável onze inicial para a partida contra o clube paulista, com muitas orientações, correção de posicionamentos e ensaio de jogadas pela comissão técnica.

Para o duelo contra o Verdão, Carpegiani terá um número considerável de desfalques: o volante Edson e o zagueiro Tiago terão que cumprir suspensão automática pelo terceiro cartão amarelo. Além deles, Thiago Martins, Matheus Sales e Allione, que têm vínculo com o Palmeiras e estão emprestados ao Bahia, não poderão entrar em campo devido à razões contratuais.

O atacante Edigar Junio, em processo final de reabilitação física após sofrer com uma lesão, reiterou a necessidade do Bahia de pontuar na partida, sem temer a equipe do Palmeiras.

“A gente sabe da responsabilidade que temos. Vamos encarar o jogo de igual para igual. Sabemos da nossa responsabilidade, por isso vamos dar nosso melhor para vencer na quinta-feira”, afirmou.

About admin

O nosso site é voltado para o esporte, escrevemos e publicamos sobre 40 modalidades esportivas. A nossa meta é levar o esporte cada vez mais longe para o maior número possível de pessoas. O ZigZag do Esporte é a nossa Revista Eletrônica do Esporte, acesse, curta, comente e mande sugestões.

Comentários via Facebook:

Deixe uma resposta