Bia Haddad é indicada ao prêmio de tenista revelação do ano pela WTA; confiram !

Carlos Fiúza de Salvador para o Zigzagdoesporte.com.br por agência EFE.

GETTY

Bia Haddad conquistou o melhor ranking de sua carreira em 2017
Bia Haddad conquistou o melhor ranking de sua carreira em 2017

Bia Haddad recebeu uma boa notícia nesta terça-feira para comemorar o melhor ano de sua carreira. A tenista brasileira está entre as indicadas pela WTA (Associação de Tênis Feminino) como atleta revelação de 2017.

Jornalistas serão os responsáveis por darem seu voto e elegerem a vencedora. O resultado será divulgado no WTA Finals, em Singapura, de 22 a 29 de outubro.

As concorrentes de Bia Haddad ao prêmio de revelação do ano no tênis feminino são Catherine Bellis (Estados Unidos), Elise Mertens (Bélgica) e Marketa Vondrousova (República Tcheca). O critério para a indicação foi tenistas que entraram no top 100 pela primeira vez ou que conquistaram feitos notáveis neste ano.

Melhor tenista do Brasil na atualidade, Bia Haddad teve vários capítulos de destaque. Na chave principal do WTA de Praga, se tornou a primeira brasileira a derrotar uma top 20 desde 1989, com vitória sobre australiana Samantha Stosur, nas oitavas de final.

Em maio, a tenista paulista de 21 anos alcançou a 100ª colocação no ranking da WTA, subindo 150 postos em quatro meses.

Cabeça de chave n°3 do quali de Roland Garros, Bia Haddad confirmou seu favoritismo e entrou pela primeira vez na chave principal de um Grand Slam. Mais tarde, caiu diante campeã olímpica Elena Vesnina, da Rússia.

Em Wimbledon, entrou direto na chave principal e conquistou sua primeira vitória em Grand Slam ao derrotar Laura Robson (Austrália) na estreia. Com o resultado, interrompeu uma sequência de 28 anos sem vitória do tênis feminino brasileiro na chave principal do torneio britânico.

Na sequência, foi eliminada por Simona Halep. Sua campanha em Wimbledon lhe deu seu melhor ranking na carreira em simples, o 81º lugar.

Bia Haddad disputou a chave principal do US Open, mas perdeu na estreia. Em setembro, chegou à final de simples de um torneio WTA pela primeira vez na carreira, em Seul, mas ficou com o vice-campeonato, depois de ser batida pela letã Jelena Ostapenko.

Foi a primeira vez, desde 1983, que uma brasileira alcançou a decisão de um torneio WTA fora do saibro. Com esse resultado, a tenista se colocou entre as 60 melhores do mundo. Atualmente, é a 58ª no ranking feminino.

About admin

O nosso site é voltado para o esporte, escrevemos e publicamos sobre 40 modalidades esportivas. A nossa meta é levar o esporte cada vez mais longe para o maior número possível de pessoas. O ZigZag do Esporte é a nossa Revista Eletrônica do Esporte, acesse, curta, comente e mande sugestões.

Comentários via Facebook:

Deixe uma resposta