A jovem muçulmana com uma dura missão: ajudar a salvar lanterna, que enfrenta Barcelona, e livrar seu pai da ira da torcida.

espnW.com.br

DIVULGAÇÃO

Hamyan Al-Thani é presidente do Málaga, lanterna do Espanhol
Hamyan Al-Thani é presidente do Málaga, lanterna do Espanhol

 

De Doha, no Catar, para a Espanha. Desde o ano passado, Hamyan Al-Thani se reveza entre seu país e o continente europeu. Ela é presidente do Málaga, filha do dono, o sheik Abdullah Al Thani, e quem tem atuado nos bastidores no dia a dia. Está em suas mãos a missão de salvar o clube do rebaixamento da La Liga. Atual lanterna na elite, enfrenta o Barcelona neste sábado, no Camp Nou, às 16h45, pela nona rodada.

Abdullah comprou o Málaga em 2010. Desde então, a equipe nunca foi rebaixada à segunda divisão espanhola. Mas em todos esses anos, continua vivendo em clima de montanha russa. Fez contratações milionárias e disputou a Champions League (temporada 2012/2013), mas também teve promessas que não viraram, demissões, julgamentos e um alonga lista de desajustes entre os setores esportivo e executivo.

“O Málaga é um clube consolidado na elite. Estamos na primeira divisão há dez anos e, em oito deles, meu pai esteve no comando. Isso não é uma casualidade. Não queremos cometer os erros que cometeram no passado: crescer rapidamente e depois cair. A ideia da minha família é continuar estabelecendo bases para alcançar um crescimento gradual”, disse a muçulmana ao site malagacf.

Como reflexo dessa instabilidade, o organograma do clube sofreu mudanças radicais. Foi então que três filhos do sheik entraram para o conselho administrativo. E no verão europeu de 2016, apareceu também o nome de Hamyan, como CEO e, também, gerente do time feminino. Seu pai está ausente e é ela quem tem sido os olhos lá dentro.

A jovem de 26 anos, que estudou MBA em Administração de Empresa em Londres, é conhecida por ser quieta, muito esforçada e estar sempre inteirada sobre tudo. Sua figura tem ficado mais conhecida e passou da discrição para o primeiro plano na última janela de transferência, quando foi a encarregada de apresentar um dos novos reforços do Málaga, o meia Esteban Rolón, de 22 anos, inclusive posando para fotos ao lado dele.

EFE

A muçulmana tem ganhado cada vez mais espaço e prestígio no clube
A muçulmana tem ganhado cada vez mais espaço e prestígio no clube

Em maio, acompanhou Abdullah no encontro em que ele assinou a concessão dos terrenos onde será construída a futura Cidade Esportiva do Málaga. Hamyan conhece jogadores e comissões técnicas, inclusive da base e do feminino. Está fazendo aulas de espanhol para melhorar a comunicação e sempre os pergunta o que podem melhorar.

No entanto, não é ela quem dá a palavra final. “Me considero uma mulher jovem, que tenta aprender em um mundo novo e contribuir como o que posso para que meu pai e minha família fiquem orgulhosos. Ele é o presidente e máximo representante. Nos falamos todos os dias e o consulto para chegarmos às melhores decisões. Ainda que não esteja presente fisicamente, está ciente de tudo.”

Com apenas um ponto marcado no Campeonato Espanhol até aqui (sete derrotas e um empate), a torcida já começa a questionar a gestão da família. Em alguns jogos, chegou a entoar gritos contra o presidente, pedindo que ele deixe o cargo: “Al-Thani, saia já”.

About admin

O nosso site é voltado para o esporte, escrevemos e publicamos sobre 40 modalidades esportivas. A nossa meta é levar o esporte cada vez mais longe para o maior número possível de pessoas. O ZigZag do Esporte é a nossa Revista Eletrônica do Esporte, acesse, curta, comente e mande sugestões.

Comentários via Facebook:

Deixe uma resposta