Após ano de aprendizado, Thaisa espera voltar a jogar em alto nível; confiram.

Do Zigzagdoesporte.com.br por agência Gazeta Press.

Apesar de não ter jogado na segunda metade do ano, a atleta de Seleção Brasileira viu com bons anos a experiência que teve.

O ano de 2017 não foi dos mais fáceis para Thaisa. A meio de rede vivenciou o ataque terrorista na Turquia no começo do ano e ainda lesionou gravemente o joelho, sendo que atuou no sacrifício diversas vezes. Apesar de não ter jogado na segunda metade do ano, a atleta de Seleção Brasileira viu com bons anos a experiência que teve.

“Foi um ano de superação e aprendizado. Nunca passar por cima do limite do seu corpo. Saber entender que o seu corpo não é máquina e precisa ser respeitado. As pessoas só pensam em sugar você até o último segundo sem pensar na sua integridade física, e isso pode custar uma carreira”, declarou a jogadora de 30 anos, que assinou contrato para defender o Barueri na Superliga feminina.

“Também pude perceber quem realmente está do meu lado nos momentos difíceis, quem realmente estende a mão na dificuldade. E esse ano vi, nitidamente, quem foram essas pessoas”, completou.

Pentacampeã da Superliga feminina e com mais de 3.500 pontos, Thaisa tem como principal objetivo para 2018 jogar em alto nível. Ela também declarou que espera que seu primeiro ponto no seu retorno seja como atacante.

“Espero conseguir voltar a jogar em alto nível, e de preferência sem dor. Mas, se tiver que sentir dor e puder jogar em alto nível, tudo bem”, afirmou, “Acho que primeiro de ataque, porque sou muito atacante, me apego muito no ataque, e em seguida de bloqueio. Mas pontuar no geral, conseguir ir bem e fazer o meu papel dentro de quadra. Isso é o mais importante”.

About admin

O nosso site é voltado para o esporte, escrevemos e publicamos sobre 40 modalidades esportivas. A nossa meta é levar o esporte cada vez mais longe para o maior número possível de pessoas. O ZigZag do Esporte é a nossa Revista Eletrônica do Esporte, acesse, curta, comente e mande sugestões.

Comentários via Facebook:

Deixe uma resposta