Felipe Mojave fica com a terceira colocação no WPT Deepstacks Bruxelas.

Por Sérgio Prado espn.com.br.

Melhor brasileiro no ranking “Player of the Year” do Global Poker Index, Felipe Mojave teve uma vida de “globetrotter” em 2017.

A consistência de Felipe Mojave nos grandes torneios de poker é impressionante. Durante 2017, o craque do Team PokerStars Pro disputou os maiores eventos ao redor do planeta e conseguiu premiações em praticamente todas as séries que disputou.

Nessa madrugada, o brasileiro conseguiu mais um excelente resultado. Dessa vez, ficou com a terceira colocação no WPT Deepstacks Bruxelas (€ 1.200 No Limit Hold’em), recebendo € 40.335,00.

Melhor brasileiro no ranking “Player of the Year” do Global Poker Index, Felipe Mojave teve uma vida de “globetrotter” em 2017 e conquistou premiações em torneios de poker em doze países diferentes (Bahamas, Inglaterra, Uruguai, Panamá, Brasil, Macau, Mônaco, Rússia, Estados Unidos, Espanha, República Checa e Bélgica), uma marca espetacular.

About admin

O nosso site é voltado para o esporte, escrevemos e publicamos sobre 40 modalidades esportivas. A nossa meta é levar o esporte cada vez mais longe para o maior número possível de pessoas. O ZigZag do Esporte é a nossa Revista Eletrônica do Esporte, acesse, curta, comente e mande sugestões.

Comentários via Facebook:

Deixe uma resposta