RESUMO DOS JOGOS DA COPA DA RÚSSIO 2018, GRUPO C.

Carlos Fiúza da redação do Zigzagdoesporte.com.br por FIFA.com

Técnico do Irã ainda vê classificação impossível.

De qualquer forma, Carlos Queiroz foi tratado logo após a partida como um verdadeiro super-herói. E há um motivo para isso. O resultado desta sexta pode parecer pouco para quem é brasileiro, mas é muito para a seleção iraniana. Afinal, foi apenas a segunda vitória do país em Copas do Mundo.

O Irã surpreendeu e conseguiu estrear na Copa do Mundo com vitória por 1 a 0 sobre o Marrocos, graças a um gol contra já aos 50 minutos do segundo tempo. Assim, lidera o grupo B da competição, já que Portugal e Espanha ficaram em um agitado empate também nesta sexta.

Mas nada disso ilude o técnico Carlos Queiroz. Perguntado se ele ainda via grande dificuldade em passar de fase, ele foi bem simples em sua resposta.

“Difícil é brincadeira. É um milagre”, disse.

“É a obrigação lutar por um lugar nas oitavas. É impossível, mas o nosso trabalho é tornar o impossível em possível”, completou em resposta na coletiva de imprensa.

De qualquer forma, Carlos Queiroz foi tratado logo após a partida como um verdadeiro super-herói. E há um motivo para isso. O resultado desta sexta pode parecer pouco para quem é brasileiro, mas é muito para a seleção iraniana. Afinal, foi apenas a segunda vitória do país em Copas do Mundo – até agora, eram 12 duelos e apenas um triunfo diante dos EUA em 1998.

Mas Queiroz nem quer saber de um apelido como esses.

“Uma lição que aprendi na vida é que o Super-Homem só existe no desenho, nos quadrinhos. O que pode acontecer, às vezes, é que um grupo, unido, trabalhando em harmonia, consegue criar superhistórias. Foi isso o que aconteceu hoje. Nós trabalhamos juntos, para criar superresultados”, disse.

O Irã volta a campo agora na próxima quarta-feira, quando enfrenta a Espanha, às 16h (de Brasília), em Kazan.

 

Cristiano Ronaldo faz hat-trick na estreia, e Portugal empata com Espanha.

O jogo mais aguardado da primeira fase da Copa do Mundo não decepcionou os torcedores presentes no Estadio Olímpico de Socchi. Com um hat-trick de Cristiano Ronaldo e um frangaço de David de Gea, Espanha e Portugal empataram por 3 a 3, nesta sexta-feira (15/06).

Eleito o melhor jogador da partida pela Fifa, o português chegou a cinco gols marcados em Mundiais e passou o argentino Lionel Messi, que tem quatro tentos.

O resultado faz o Irã liderar o Grupo B com três pontos, seguido de Portugal e Espanha (ambos empatados com um). O Marrocos é o lanterna, com zero.

A Espanha viveu uma enorme crise nesta semana, com a demissão do treinador Julen Lopetegui, nesta quarta-feira, que havia sido anunciado pelo Real Madrid para depois do Mundial. Para seu lugar foi chamado o ex-zagueiro Fernando Hierro, antigo capitão merengue e da Fúria, que ocupava o cargo de diretor da seleção.

COMO FOI O JOGO

Os portugueses abriram o placar logo no começo da primeira etapa. Com menos de dois minutos, Cristiano Ronaldo invadiu a área e foi derrubado. O árbitro italiano marcou a penalidade.Os jogadores da Espanha reclamaram bastante do lance. O próprio CR7 cobrou com categoria, aos cinco minutos, sem chances para o goleiro.

Portugal perdeu uma ótima chance de fazer o segundo gol, mas vacilou na hora da finalização. Aos 17 minutos, Cristiano Ronaldo recebeu a bola dentro da área depois de um rápido contra-ataque. Ele deixou Bruno Fernandes livre, que dominou errado e perdeu o gol.

O castigo veio aos 23 minutos. Diego Costa recebeu lançamento na entrada da área e deixou o braço na cara de Pepe, que caiu. O atacante passou por três marcadores e chutou no canto de Rui Patrício.

A Espanha quase conseguiu a virada apenas três minutos depois. De fora da área, Isco aproveitou o rebote e chutou forte. A bola bateu no travessão e bateu na linha do gol.

Antes do intervalo, Cristiano Ronaldo voltou a deixar os portugueses em vantagem. Ele recebeu passe de Guedes na entrada da área e chutou rasteiro no centro da meta. Mesmo assim, De Gea levou um frango histórico e deixou a bola entrar.

A Espanha chegou ao empate logo aos nove minutos do segundo tempo. Após cruzamento na área, Busquets ganhou de cabeça para a pequena área. Diego Costa aproveitou para finalizar para o fundo das redes.

A virada espanhola ocorreu apenas três depois. Depois de jogada pela direita, a bola sobrou fora da área para Nacho. Ele acertou um chute sem pulo com muita força. A bola bateu ainda na trave de Rui Patrício antes de entrar.

Aos 42, Cristiano Ronaldo deixou tudo igual. Ele cobrou falta com categoria no canto esquerdo, sem chances para David De Gea.

Com isso, Ronaldo igualou jogadores como Pelé, Klose e Uwe Seeler, com cinco gols em quatro edições diferentes de Copa do Mundo. CR7 também passou Lionel Messi em Mundiais, que tem quatro gols marcados.

AGENDA

Portugal voltará a campo pela segunda rodada do Grupo B contra o Marrocos, no estádio Olímpico de Lujnik, quarta-feira (20/06), às 9h(de Brasília).

No mesmo dia, a Espanha irá jogar contra o Irã, na Arena Kazan, às 15h (de Brasília).

 

About admin

O nosso site é voltado para o esporte, escrevemos e publicamos sobre 40 modalidades esportivas. A nossa meta é levar o esporte cada vez mais longe para o maior número possível de pessoas. O ZigZag do Esporte é a nossa Revista Eletrônica do Esporte, acesse, curta, comente e mande sugestões.

Comentários via Facebook:

Deixe uma resposta