veja o timaço que a campeã França não convocou, e observem o quão jovens são esses preteridos em 2018.

Do Zigzagdoesporte.com.br por André Donke para espn.com.br

A França foi campeã de forma incontestável, isso mesmo com muitos atletas de alto nível limitados a ver a conquista pela televisão. Uma lista com 23 nomes era muito pequena para reunir todos os jogadores franceses com futebol de Copa do Mundo.

Campanha invicta, com seis vitórias e só um empate, quando a classificação já estava confirmada. Triunfos contundentes contra seleções tradicionais, como Argentina e Uruguai, assim como um resultado positivo diante da Bélgica, uma das candidatas ao título.

A França foi campeã de forma incontestável, isso mesmo com muitos atletas de alto nível limitados a ver a conquista pela televisão. Uma lista com 23 nomes era muito pequena para reunir todos os jogadores franceses com futebol de Copa do Mundo.

Com isso, o ESPN.com.br montou uma equipe com 11 atletas que ficaram de fora do Mundial na Rússia por uma opção técnica do treinador Didier Deschamps.

Dessa forma, o zagueiro Laurent Koscielny – que está contundido -, assim como o meia Dimitri Payet e o atacante Kingsley Coman – que não se encontrava no auge físico depois de uma lesão – não foram levados em conta. O mesmo não vale para Karim Benzema, que perdeu espaço na seleção devido a um problema extracampo com o meia Mathieu Valbuena.

Confira o time:

Goleiro: Alban Lafont (Fiorentina, valor de mercado: 18 milhões de euros) – Embora ainda não tenha sido convocado para o time principal, o atleta surgiu como um dos nomes mais promissores na posição na Europa, brilhando com a camisa do Toulouse. Não à toa, foi contratado para a próxima temporada pela Fiorentina por 8,5 milhões de euros.

Lateral direito: Layvin Kurzawa (PSG, valor de mercado: 20 milhões de euros) – Uma improvisação foi necessária devido à presença de dois laterais esquerdos de prestígio. Desde 2015 no Paris Saint-Germain, após surgir de forma promissora no Monaco. O atleta de 25 anos fez 28 partidas e cinco gols pelo PSG na última temporada e soma 11 atuações pela seleção francesa.

Zagueiro: Aymeric Laporte (Manchester City, valor de mercado: 50 milhões de euros) – Nome que sempre gerou muita expectativa no Athletic Bilbao, ele assinou com o Manchester City em janeiro e é o segundo zagueiro mais caro da história do futebol, tendo custado 65 milhões de euros. O jogador de 24 anos foi titular no time de Pep Guardiola no primeiro semestre deste ano.

Zagueiro: Clément Lenglet (Barcelona, valor de mercado: 25 milhões de euros) – Contratado há um ano e meio pelo Sevilla junto ao Nancy, o defensor se estabeleceu no time titular e teve grande desempenho, tanto que o Barcelona pagou 35,9 milhões para se reforçar com ele.

Lateral esquerdo: Lucas Digne (Barcelona, valor de mercado: 15 milhões de euros) – Reserva na seleção francesa na Copa de 2014 e na Euro de 2016, o atleta está há dois anos no Barcelona na condição de reserva de Jordi Alba. Pelos Bleus, acabou perdendo espaço com a ascensão de Benjamin Mendy e Lucas Hernández e ficou na lista de espera.

Volante: Geoffrey Kondogbia (Valencia, valor de mercado: 30 milhões de euros) – O atleta surgiu com destaque no futebol europeu com a camisa do Sevilla, brilhou no Monaco e acabou contratado pela Inter de Milão, com a qual não conseguiu manter o destaque. Emprestado ao Valencia na última temporada, ele foi titular absoluto na ótima campanha do time que conseguiu se classificar à Uefa Champions League. O atleta de 25 anos acabou contratado em defintivo pelo clube espanhol por 25 milhões de euros.

Volante: Tiemoué Bakayoko (Chelsea, valor de mercado: 40 milhões de euros) – Um dos principais nomes do Monaco campeão francês e semifinalista da Uefa Champions League em 2016-17, o meio-campista acabou contratado por 40 milhões de euros pelo Chelsea, time no qual seguiu como titular. Isso, porém, não fez com que Deschamps o levasse ao Mundial.

Volante: Adrién Rabiot (Paris Saint-Germain, valor de mercado: 50 milhões de euros) – Formado no PSG, o meio-campista de 23 anos transita entre os titulares da equipe há três temporadas – e com destaque. Para muitos, sua convocação era certa. E ela veio, só que apenas para a lista reserva, o que o fez chiar publicamente.

Atacante: Alexandre Lacazette (Arsenal, valor de mercado: 60 milhões de euros) – Após marcando gols e mais gols pelo Lyon, o atacante foi contratado pelo Arsenal na última temporada por 53 milhões de euros e teve uma primeira temporada positiva, com 17 gols em 39 jogos. Apesar disso, limitou-se à lista de suplentes.

Atacante: Wissam Ben Yedder (Sevilla, valor de mercado: 28 milhões de euros) – Outro nome que ficou apenas de sobreaviso para o Mundial, o atacante teve uma grande temporada pelo Sevilla, tendo feito 22 gols em 42 partidas – média superior a 0,5 gol/jogo. Ele ganhou muito destaque ao ser o principal responsável pela classificação do Sevilla às quartas de final da Champions, eliminando o Manchester United.

Atacante: Anthony Martial (Manchester United, valor de mercado: 65 milhões de euros) – Contratado há três anos pelo Manchester United, o atleta de 22 anos alternou bons maus momentos, mas sempre foi utilizado no clube, além de ter disputado a Euro de 2016 na condição de reserva. Na última temporada, foram 45 jogos, 11 gols e nove assistências. Ele foi outro que ficou apenas na lista dos 30.

Os valores de mercado são do site Transfermarkt

About admin

O nosso site é voltado para o esporte, escrevemos e publicamos sobre 40 modalidades esportivas. A nossa meta é levar o esporte cada vez mais longe para o maior número possível de pessoas. O ZigZag do Esporte é a nossa Revista Eletrônica do Esporte, acesse, curta, comente e mande sugestões.

Comentários via Facebook:

Deixe uma resposta