Noticiario do Mundial de Vôlei em Ruse na Bulgaria; confira tudo que acontece e aconteceu aqui.

Carlos Fiúza de Salvador para o Zigzagdoesporte.com.br direto da redação.

Itália e Bulgária abrem Mundial de Vôlei com vitórias diante da torcida.

Campeonato Mundial de Voleibol Masculino 2018.

O Brasil só estreia na quarta, porém o Campeonato Mundial de Vôlei já teve o seu início no último domingo com duas partidas, dos dois país sede de competição. Uma das candidatas ao título, a Itália recebeu o Japão e saiu vencedora da partida marcada pelo fato de ter sido realizada a céu aberto, pelo placar de 3 a 0, com parciais de 25/18, 25/21 e 25/23.

Simultaneamente a partida que ocorria no país da bota, a Bulgária também atuava em casa diante da Finlândia e, da mesma forma que a outra sede da competição, passou sobre o seu adversário sem maiores problemas e também aplicou 3 sets a 0, com parciais de 25/21, 25/19 e 25/22.

O Mundial de vôlei contém 24 países divididos em quatro grupos formados por seis seleções cada um. De cada chave quatro seleções avançam para a próxima fase, formada por 16 times. O Grupo Brasileiro será o B, que contém Canadá, China, Egito, França e Holanda. A estreia do Brasil será contra o Egito, na próxima quarta-feira, às 14h30

(de Brasília).

 

França vence a China e estreia sem sustos no Mundial de Vôlei.

Nesta quarta-feira, a França fez sua estreia no Mundial de Vôlei e não teve muitas dificuldades para garantir a primeira vitória na competição, já que a equipe derrotou a China por 3 sets a 0, parciais 25/20, 25/21 e 25/17. Agora, os franceses se preparam para o duelo diante da Seleção Brasileira, nesta quinta-feira, buscando mais um triunfo no Grupo B do torneio.

Os dois primeiros sets foram marcados pela superioridade francesa, mesmo que o placar das duas parciais não tenha sido tão elástico. Os europeus tinham o controle do jogo e davam poucas oportunidades para os adversários e abriram 2 sets a 0 sem muitas dificuldades.

Já o terceiro set foi ainda mais dominante por lado da equipe da França, que conseguiu um resultado ainda mais tranquilo mesmo baixando um pouco a intensidade. Mais intensos e decisivos, os franceses fecharam a última parcial em 25/17 e começaram com o pé direito o torneio mundial.

Os franceses vão em busca de seu primeiro título mundial, mas tem em mente, ao menos, repetir a campanha da última edição, quando chegaram até às semifinais da competição e terminaram com o quarto lugar. O melhor resultado da França no Mundial de Vôlei foi em 2002, quando também chegaram até à semi, mas ficaram com a terceira posição.

Já o Brasil, próximo adversário dos franceses, é o atual vice-campeão da competição. O time brasileiro chegou à decisão em 2014 diante do Polônia, mas não repetiu o mesmo desempenho das partidas anteriores e foi derrotado pelos donos da casa por 3 sets a 1, parciais 18/25, 25/22, 25/23 e 25/22.

No entanto, a equipe nacional tem um excelente histórico no torneio mundial, já que conquistou três dos últimos quatro títulos e esteve em todas as finais desde 2002. Com três troféus, o Brasil está empatado com a Itália em número de triunfos e só fica atrás da Rússia, que venceu o dobro de vezes.

 

Brasil venceu Egito por 3 sets a 0 na estreia do Mundial de vôlei.

A seleção brasileira estreou com o pé direito no Mundial de vôlei nesta quarta-feira. A equipe comandada por Renan Dal Zotto venceu o Egito por 3 sets a 0, com parciais de 25/17, 25/22 e 25/20. Com o resultado, o time verde e amarelo vai a três pontos no grupo B, enquanto os africanos estão zerados.

O primeiro set da partida começou bastante equilibrado e, quando o Brasil abriu quatro pontos, o treinador egípcio pediu tempo. A seleção chegou a ter vantagem de dez pontos (20 a 10) e garantiu o set por 25 a 17, mesmo com a reação final do time africano.

A segunda parcial também teve um início bastante parelho, e o Egito chegou a assumir a liderança do placar. No entanto, o time de Renan Dal Zotto se recuperou, voltou a ficar à frente, chegou ao match point vencendo por 24 a 22 e abriu 2 sets a 0.

O último set foi bem equilibrado, e o Brasil só conseguiu garantir o triunfo nos instantes finais ao conseguir fazer 25 a 20, depois de algumas alternâncias de liderança no placar.

O próximo adversário do Brasil será a França, na quinta-feira, às 14h30 (de Brasília), na Arena Ruse, em Ruse, Bulgária.

 

Brasil passa sufoco, mas supera França no Mundial de vôlei.

Depois de estrear com vitória no Mundial de Vôlei, o Brasil encarou a França em uma partidaça nesta quinta-feira, e venceu em emocionantes 3 sets a 2, em Ruse, na Bulgária.

Em busca do tetracampeonato, a seleção fez jogo parelho com os franceses, com parciais de 25/20. 25/20, 21/25, 23/25 e 15/12. Após abrir dois sets, o Brasil viu Ngapeth comandar a reação francesa, que ameaçou a vitória do time de Renan dal Zotto, mas parou no bloqueio brasileiro.

O Brasil saiu na frente no marcador, mas manteve a liderança por pouco tempo, deixando a França virar ainda antes da metade do set. Os brasileiros empataram e o jogo ficou muito parelho, com a pontuação alternando de lado até que uma boa sequência de ataques da seleção permitiu um desgarre no placar. Administrando a vantagem, o Brasil teve tranquilidade para não ser ameaçado e abrir 1 a 0.

O segundo set foi de extremo equilíbrio até a metade. A partir de 14 a 14, o Brasil passou a ser mais dominante nos ataques, achando espaços na quadra adversária para derrubar a bola.

A França sofria com os próprios erros e os bloqueios efetivos dos brasileiros, mas não se entregava, perseguindo o placar de perto. Foi depois dos 20 pontos que o Brasil dificultou a vida do adversário e acabou mais um set com cinco pontos de frente.

O terceiro set mudou a cara do jogo com a França conseguindo liderar o placar. O Brasil errando muito deu margem para os europeus forçassem a mão e abrissem uma vantagem. Apesar de perdida em quadra, a seleção não se entregou, mas não conseguia reagir efetivamente. O time de dal Zotto viu a França se distanciar e levar o terceiro set.

A quarta parcial começou com a França embalada pela vitória do terceiro set. Confiantes, os franceses foram agressivos e efetivos, abrindo quatro pontos no começo. Mas o Brasil foi caminhando aos pucos e forçando erros da França para, na metade do set, alcançar os adversários e virar o marcador.

Com a pressão de precisar vencer o set para levar ao tie-break, os franceses apertaram e deixaram o jogo parelho, conseguindo, mais uma vez, a vantagem, levando o jogo para o tie-break.

Mantendo o alto nível do jogo, o set desempate começou com alternância de pontos e belos ralis, colocando muita emoção na disputa. Mesmo o Brasil conseguindo abrir três pontos rapidamente, a França correu atrás do prejuízo e virou o placar.

A deleção sentiu a desvantagem e cometeu erros que pareciam complicar a sobrevida brasileira. Com 10 a 7 contra, o Brasil então voltou ao jogo, com com quatro pontos seguidos. Lá e cá, o Brasil dependeu de ótimos bloqueios de Lipe para abrir vantagem e vencer a partida.

 

About admin

O nosso site é voltado para o esporte, escrevemos e publicamos sobre 40 modalidades esportivas. A nossa meta é levar o esporte cada vez mais longe para o maior número possível de pessoas. O ZigZag do Esporte é a nossa Revista Eletrônica do Esporte, acesse, curta, comente e mande sugestões.

Comentários via Facebook:

Deixe uma resposta