Bahia fica na bronca com a arbitragem após empate contra o Grêmio com expulsão e pênalti questionáveis. Confira o quão tendencioso foi o arbitro.

Carlos Fiúza de Salvador para o Zigzagdoesporte.com.br direto da redação.

O arbitro foi o melhor jogador do Grêmio em campo.

O Bahia vinha conseguindo um resultado extraordinário batendo o Grêmio, na Arena do adversário, pelo placar de 2 a 0 até os 38 minutos do segundo tempo. No entanto o time da casa foi valente e buscou o empate nos minutos finais, frustando os planos do Tricolor Baiano.

No entanto, após a partida o zagueiro Lucas Fonseca esbravejou contra a arbitragem e se mostrou indignado pelas decisões tomadas pelo árbitro Fifa, Rodolpho Toski Marques. Segundo o defensor, o juiz interferiu no resultado.

“Futebol brasileiro está chegando num nível que fator externo não pode influenciar no resultado. País que parou no tempo no futebol. Tem coisa que a gente não pode falar. Acredito que não tenho capacidade de julgar a arbitragem, mas um jogo desse, difícil, a gente conseguindo o resultado…Teve o lance do Jackson que acabou expulso. Tiveram inúmeras falta para o Grêmio que ele poderia dar cartão e não deu. Para a gente ele deu. No início do ano veio comissão de arbitragem falar. Dentro do campo é difícil. Eles trataram uma equipe de uma maneira e uma equipe de outra. Não é só a gente reclamando, é todo mundo reclamando”, afirmou o zagueiro em entrevista ao canal Premiere.

As reclamações do Bahia em relação a atuação do árbitro paranaense se dá por dois lances. O primeiro foi pela expulsão do zagueiro Jackson, que recebeu dois cartões amarelos. No entanto, o que gera mais reclamações por parte da equipe nordestina é o lance do pênalti que gerou o empate para o Grêmio. Marinho se lançou ao gramado após leve contato de Gregore e o árbitro entendeu a ação do defensor baiano como faltosa.

Pelas redes sociais, o perfil oficial do Tricolor de Aço fez várias reclamações sobre o lance que gerou o segundo gol gremista. Além de chamar o lance de “inventado pela arbitragem”, a equipe lembrou que foi a favor do uso do VAR no Brasileirão, algo que acabou não sendo aceito por não ser o desejo da maioria dos clubes.

Com o resultado o Bahia permanece na 14 ª colocação e chega aos 31 pontos, ficando com apenas um de vantagem em relação a zona de rebaixamento, que é aberta pelo Vasco, que ainda joga nesta rodada.

CONFIRA OS MELHORES MOMENTOS:

 

 

About admin

O nosso site é voltado para o esporte, escrevemos e publicamos sobre 40 modalidades esportivas. A nossa meta é levar o esporte cada vez mais longe para o maior número possível de pessoas. O ZigZag do Esporte é a nossa Revista Eletrônica do Esporte, acesse, curta, comente e mande sugestões.

Comentários via Facebook:

Deixe uma resposta