conheça o árbitro que virou protagonista na final da Copa do Brasil; confira.

Do Zigzagdoesporte.com.br por espn.com.br

Wagner do Nascimento Magalhães foi o nome que mais chamou atenção no jogo de volta da final da Copa do Brasil, em meio à vitória e título do Cruzeiro diante do Corinthians, nesta quarta-feira.

O árbitro foi bastante questionado ao recorrer ao VAR em duas oportunidades e, mesmo assim, tomar duas decisões equivocadas. Primeiramente, deu um pênalti muito questionável de Thiago Neves em Ralf – Jadson converteu a cobrança. Posteriormente, anulou o golaço de Pedrinho por uma falta para lá de questionável de Jadson em Dedé.

Essa, no entanto, não é a primeira polêmica do árbitro carioca em 2018.

Em maio, ele foi punido com 30 dias de suspensão por não ter relatado uma confusão entre torcedores do Treze e a polícia, no jogo com o Botafogo, pela volta da semifinal do Campeonato Paraibano. Na ocasião, houve o uso de bomba de efeito moral e alguns torcedores chegaram a entrar em campo para fugir do caos.

O juiz levou o gancho mínimo do Tribunal de Justiça Desportiva da Paraíba e até poderia ter ficado na geladeira por 360 dias.

Wagner Magalhães, de 39 anos, começou sua carreira em 2010, ano em que começou na Série B do Brasileirão, e faz parte do quadro da Fifa desde 2017. Para progredir em sua carreira, ele contou com um aprendizado curioso: um curso de teatro.

“Em meados de 2015, fui orientado a procurar um curso de teatro para me ajudar na arte corporal. Era muito tímido, ainda sou um pouco, mas era muito travado dentro de campo. Em cursos que participava, eu fala muito pouco. Hoje em dia procuro participar mais, interagir na sala de aula, e no campo é a mesma coisa. Vejo que tenho uma postura muito melhor no campo atualmente, na arte corporal, que ajuda muito na marcação de uma falta, por exemplo, para se aproximar do jogador… Esse curso facilitou muito. Às vezes, em um gesto que eu faço, o jogador já muda de ideia sobre a atitude que tomaria. É algo que me ajudou e ajuda muito”, afirmou.

Antes da decisão da Copa do Brasil, o árbitro carioca apitou o duelo de volta da semi, entre Cruzeiro e Palmeiras, no Mineirão, que acabou empatado por 1 a 1.

About admin

O nosso site é voltado para o esporte, escrevemos e publicamos sobre 40 modalidades esportivas. A nossa meta é levar o esporte cada vez mais longe para o maior número possível de pessoas. O ZigZag do Esporte é a nossa Revista Eletrônica do Esporte, acesse, curta, comente e mande sugestões.

Comentários via Facebook:

Deixe uma resposta