Há 2 anos ele estava na 2ª divisão de Luxemburgo e hoje tem vaga no melhor time da NBA; confira.

Do Zigzagdoesporte.com.br por espn.com.br

Em meio a estrelas do quilate de Stephen Curry e Kevin Durant, é difícil reparar no restante do elenco do Golden State Warriors. Mas a história de Alfonzo McKinnie merece alguns holofotes.

Hoje, McKinnie, de 26 anos, está com média de 14,7 minutos por partida mesmo em seu primeiro ano no elenco mais estrelado do planeta. Mas há dois anos, ele estava atuando no modesto Rayos de Hermosillo, no México, onde recebia como bônus no contrato 40% de desconto em asas de frango num bar de esportes perto do ginásio.

“Eu ficava dizendo para mim mesmo ‘Você precisa estar nos holofotes’. Eu sentia que aquilo era o que eu queria para minha vida e onde eu pertencia”, disse McKinnie, ao “New York Times”.

Terminada a temporada no México, McKinnie não tinha muito o que fazer e estava em Chicago quando recebeu o convite de Randy Brown, assistente dos Bulls, para jogar basquete 3 contra 3. Ele acabou representando a seleção dos Estados Unidos no Mundial da modalidade.

“O que eu tinha a perder?”, lembrou McKinnie, ao jornal. Meses depois, Brown ligou para o ala, que estava dormindo no sofá da mãe pedindo para ele participar de um treino com o elenco dos Bulls.

Em setembro de 2016, ele pagou US$ 175 para fazer um teste pelo time dos Bulls na G League, a liga de desenvolvimento da NBA. McKinnie foi bem e se firmou no time, sendo All-Star da liga com média de 14,9 pontos por partida.

Em 2017-18, ele continuou seu estrelato na G League, mas pelos Raptors, onde até atuou na equipe principal por 14 jogos.

No último verão norte-americano, chegou o convite para fazer parte dos treinamentos com os Warriors. E poucos imaginavam que McKinnie ficaria para o elenco da temporada regular, mas ele surpreendeu.

“Ele tem sido uma surpresa para nós este ano. Ele veio e aproveitou a oportunidade que estava lá para ele”, analisou o técnico Steve Kerr.

Nos últimos cinco jogos, McKinnie está com médias de 11 pontos, 6 rebotes e chutando 61% nos arremessos de quadra para os Warriors, que estão com dez vitórias em 11 jogos.

O melhor jogo dele até aqui na temporada foi no dia 29 de outubro, contra os Bulls, quando anotou 19 pontos e pegou 10 rebotes.

Com um salário não-garantido de US$ 1,3 milhão, McKinnie quer comprar uma nova casa para sua mãe.

“Eu tenho dito a ela para achar uma casa num preço razoável, ela achou uma”, contou ao NYT.

About admin

O nosso site é voltado para o esporte, escrevemos e publicamos sobre 40 modalidades esportivas. A nossa meta é levar o esporte cada vez mais longe para o maior número possível de pessoas. O ZigZag do Esporte é a nossa Revista Eletrônica do Esporte, acesse, curta, comente e mande sugestões.

Comentários via Facebook:

Deixe uma resposta