Ferrari: custos da F1 estão aumentando ao invés de diminuírem. Entenda o fato.

Do Zigzagdoesporte.com.br por f1mania.lance.com.br

Foto: AFP Andrej ISAKOVIC.

Maurizio Arrivabene

O chefe da Ferrari, Maurizio Arrivabene, afirmou que os custos na Fórmula 1 estão aumentando ao invés de diminuírem.

A Liberty Media deve introduzir um teto orçamentário para a temporada de 2021; em uma tentativa de tornar o esporte mais competitivo.

Há grandes nomes no paddock que alertaram os donos da F1 que o tempo está se esgotando em relação às mudanças, mas Arrivabene pediu paciência para que as mudanças sejam feitas.

“O tempo está bastante apertado, você sabe melhor do que eu”, admitiu o diretor da Ferrari ao ‘GrandPrix247’. “Então, precisamos nos mover rapidamente – mas, enquanto isso, precisamos evitar qualquer movimento que possa prejudicar nossa empresa.

“Falar sobre algo que está diante de nós agora: temos regulamentos para o ano que vem, eles deveriam dar mais possibilidades às ultrapassagens, no momento em que o primeiro feedback que recebi de nossos pilotos é que, muito provavelmente, esse objetivo não será alcançado.

“O resultado é que estamos gastando uma quantia enorme de dinheiro no próximo ano para mudar nosso carro, então precisamos também nos sentar e entender como será o custo do motor em 2021 e talvez pensar em um custo máximo, mas no momento, estou vendo que os custos estão aumentando ao invés de diminuir.

“Então, precisamos parar um pouco e, em vez nos apressarmos, precisamos pensar sobre o que estamos fazendo agora, porque o que estamos fazendo agora pode influenciar decisões futuras.”

About admin

O nosso site é voltado para o esporte, escrevemos e publicamos sobre 40 modalidades esportivas. A nossa meta é levar o esporte cada vez mais longe para o maior número possível de pessoas. O ZigZag do Esporte é a nossa Revista Eletrônica do Esporte, acesse, curta, comente e mande sugestões.

Comentários via Facebook:

Deixe uma resposta