Esquadrão joga mal, marca no fim e entra na briga pela Libertadores; confira os detalhes do triunfo tricolor.

Spread the love

Carlos Fíuza de Salvador direto da Are4na Fonte Nova para o Zigzagdoesporte.com.br

Jogando em casa, o Bahia aproveitou o apoio de sua torcida para vencer e colar no G6 do Campeonato Brasileiro. Neste sábado (31), o Tricolor recebeu o CSA na Arena Fonte Nova, em Salvador, pela 17ª rodada da competição.

Salvador, BA, 31 (AFI) – Foi no sufoco, mas o Bahia conseguiu uma importante vitória sobre o CSA, por 1 a 0, na tarde deste sábado, na Arena Fonte Nova, e entrou de vez na briga por uma vaga na Copa Libertadores de 2020. O jogo foi válido pela 17ª rodada do Campeonato Brasileiro.

O gol marcado por Arthur Caíke aos 40 minutos do segundo tempo fez o Bahia chegar ao sétimo jogo sem derrota, subindo para o sétimo lugar, com os mesmos 27 pontos do Atlético-MG, mas atrás no número de vitórias (8 contra 7).

Já o CSA segue em penúltimo lugar, com apenas 12 pontos.

ARTUR VITOR DESPERDIÇA PÊNALTI 
A partida começou como todo mundo esperava. O Bahia tinha a posse de bola, mas encontrava dificuldades para furar o bloqueio do CSA, que se defendia com todos os jogadores atrás da linha do meio-campo. Até que, aos 17 minutos, o VAR entrou em ação.

Gilberto caiu dentro da área após cruzamento de Moisés e árbitro gaúcho Vinícius Gomes do Amaral mandou o lance seguir, mas voltou atrás após ver o lance no vídeo. Artur cobrou mal e Jordi defendeu.

O Bahia sofreu para conseguir vencer o CSA na Arena Fonte Nova (Foto: Felipe Oliveira/EC Bahia)

O Bahia sofreu para conseguir vencer o CSA na Arena Fonte Nova (Foto: Felipe Oliveira/EC Bahia)

O Bahia sentiu o pênalti desperdiçado, tanto que foi chegar com perigo apenas aos 48. Gilberto recebeu de Guerra dentro da área e bateu na saída de Jordi, por cima do travessão. Na sequência, Nino Paraíba cruzou e o camisa 9 cabeceou para grande defesa do goleiro.

ARTHUR CAIKE ENTRA E MARCA DE FALTA

O panorama da partida não mudou depois do intervalo. O Bahia tinha mais posse de bola, mas encontrava dificuldades para furar o bloqueio adversário. Ao colocar Fernandão no lugar de Lucca, Roger Machado passou a apostar na bola aérea.

E foi assim que Elber quase abriu o placar aos 30 minutos. Fernandão desviou e o atacante cabeceou para defesa de Jordi. Quando parecia que o CSA ia conseguir segurar o empate, Roger Machado colocou Arthur Caíke.

VEJA OS MELHORES MOMENTOS !

 

Três minutos depois de entrar, o camisa 77 sofreu falta de Apodi na meia lua. Ele mesmo cobrou com perfeição e marcou para o Bahia. Jordi ainda tocou na bola, que acertou a trave antes de entrar. Nos minutos finais, o time alagoano tentou sem sucesso o empate pelo alto.

PRÓXIMOS JOGOS

No próximo sábado, o Bahia enfrenta o Vasco da Gama, às 11 horas, em São Januário, no Rio de Janeiro. Já o CSA recebe a Chapecoense, no Rei Pelé, em Maceió, às 11 horas do domingo. Os jogos são válidos pela 18ª rodada.

FICHA TÉCNICA

BAHIA 1 X 0 CSA

Local: Arena Fonte Nova, em Salvador (BA)

Data: 31 de agosto de 2019, sábado

Hora: 17h (de Brasília)

Árbitro: Vinícius Gomes do Amaral (RS)

Assistentes: Rafael da Silva Alves (RS) e Michael Stanislau (RS)

VAR: Daniel Nobre Bins (RS)

Público pagante: 32.483

Renda: R$ 669.831,00

Cartões amarelos: Juninho (Bahia); Dawhan (CSA)

Gol: Arthur Caíke, aos 40 minutos do segundo tempo

BAHIA: Douglas Friedrich, Nino Paraíba, Lucas Fonseca, Juninho e Moisés; Gregore, Flávio e Alejandro Guerra (Élber); Artur (Arthur Caíke), Lucca (Fernandão) e Gilberto.

Técnico: Roger Machado

CSA: Jordi; Apodi, Alan Costa, Ronaldo Alves e Carlinhos; Naldo, Dawhan, Euller (Maranhão) e Jonatan Gómez; Bustamante (Gamarra) e Alecsandro (Didira).

Técnico: Argel Fucks.

About admin

O nosso site é voltado para o esporte, escrevemos e publicamos sobre 40 modalidades esportivas. A nossa meta é levar o esporte cada vez mais longe para o maior número possível de pessoas. O ZigZag do Esporte é a nossa Revista Eletrônica do Esporte, acesse, curta, comente e mande sugestões.

Comentários via Facebook:

Deixe uma resposta