14/07/2024

zigzagdoesporte.com.br

A sua revista eletrônica do esporte

Alcaraz vence Zverev em 2ª final mais longa da história e conquista inédito título em Roland Garros. VEJA DETALHES DA CONQUISTA DO ESPANHOL.

3 min read

Por Carlos Fiúza de Salvador para o Zigzagdoesporte.com.br

O número 3 do ranking da ATP derrotou o número 4 do mundo, por 3 sets a 2, parciais de 6/3, 2/6, 5/7, 6/1 e 6/2, em final emocionante de 4 horas e 19 minutos, a 2ª mais longa da história do Grand Slam.

Carlos Alcaraz é, enfim, campeão de Roland Garros. O espanhol, que já tinha títulos de Wimbledon e US Open, conquistou seu primeiro troféu no saibro francês neste domingo (9), ao vencer Alexander Zverev.

O número 3 do ranking da ATP derrotou o número 4 do mundo, por 3 sets a 2, parciais de 6/32/65/76/1 e 6/2, em final emocionante de 4 horas e 19 minutos, a 2ª mais longa da história do Grand Slam.

Com apenas 21 anos, Alcaraz se torna o mais jovem tenista a ser campeão de um Major nas três superfícies, após ter vencido na grama de Wimbledon em 2023 e no piso duro do US Open em 2022.

Somente outros seis tenistas conseguiram esse feito: o também espanhol Rafael Nadal, o sueco Mats Wilander, os norte-americanos Jimmy Connors e e Andre Agassi, o suíço Roger Federer e o sérvio Novak Djokovic.

Entre os espanhóis, Alcaraz também é o sétimo tenista do país a ser campeão em Roland Garros, seguindo Nadal, Juan Carlos Ferrero (seu técnico), Albert Costa, Carlos Moyá, Sergi Bruguera e Andrés Gimeno.

Para entrar na galeria dos campeões em Paris, Alcaraz saiu na frente na decisão deste domingo, fechando o primeiro set 6/3, com direito a três quebras de serviço contra Zverev.

No segundo, foi a vez do alemão retribuir as quebras. Em duas oportunidades, Zverev ponutou no saque do rival e fechou a parcial em 6/2.

O set mais equilibrado foi o terceiro. Game a game, Alcaraz e Zverev foram duelando, e o alemão levou a melhor, fechando em 7/5.

Porém, no quarto set, quando o número 4 do mundo poderia fechar o título, Alcaraz atropelou. Em 41 minutos, o espanhol fez 6/1.

No último e decisivo set, Alcaraz confirmou o título inédito. Em pouco menos de uma hora, o espanhol não deu brechas ao rival, quebrou duas vezes o saque de Zverev e fechou em 6/2.

2ª final mais longa da história

Esta foi a 2ª final mais longa da história de Roland Garros, com 4 horas e 19 mintuos de jogo. A decisão superou a partida entre Novak Djokovic e Stefanos Tsitsipas, em 2021, que durou 4 horas e 12 minutos, e Ivan Lendl x Mats Wilander, em 1987, que teve duração de 4 horas e 17 minutos.

Somente Mats Wilander x Guillermo Vilas, em 1982, com 4 horas e 42 minutos, fica à frente.

Decisão de 2024 quebrou hegemonia de 20 anos

Este é o primeiro Roland Garros desde 2004 que não há Rafael Nadal, Roger Federer ou Novak Djokovic na decisão.

A última vez que isto aconteceu acabou sendo o único título de Grand Slam da carreira de Gastón Gaudio, que venceu o compatriota argentino Guillermo Coria por 3 sets a 2.

Depois da edição de 2004, Roland Garros viu o domínio de Federer, Djokovic e principalmente Nadal nos anos seguintes, com o trio conquistando todos os troféus desde então.

About Author

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © All rights reserved. | Newsphere by AF themes.