Com rivais em fases distintas, clássico-rei promete muitas emoções; confira os detalhes do clássico.

Spread the love

Carlos Fiúza de Salvador para o Zigzagdoesporte.com.br

Fortaleza e Ceará fazem neste sábado (1) o primeiro clássico-rei de 2020, às 18h na Arena Castelão desta feita pela segunda rodada do Nordestão. Com novo gramado do estádio, e a nova parceria de Vozão e Leão na co-gestão do estadio, , a partidapromete. E marca dois rivais em fase completamente distintas.

O Fortaleza, de Rogério Ceni, que empatou com o Vitória, mas terminou muito bem 2019, e além da Copa do Nordeste, onde ficou no 0 a 0 com o Vitória na estreia, alça voos maiores neste ano, com sua estreia internacional, jogando 13 de fevereiro a Sul Americana contra o Independiente. O time vem bem, mas o clássico-rei é encarado com jogo muito complicado pelos leoninos.

Torcida do Fortaleza no Castelão (Foto: Reprodução/Facebook)

Torcida do Fortaleza no Castelão (Foto: Reprodução/Facebook)

O Ceará, por seu lado, fez um 2019 ruim, sem títulos, e ainda quase foi rebaixado para a segundona do Brasileiro. Não bastasse isso, o alvinegro e não sabe o que é ganhar desde o dia 7 de dezembro, no 2 a 0 contra o Internacional.

O treinador Argel Fucks, mesmo com pouco tempo de trabalho, já recebe criticas da imprensa local, com cinco jogos, quatro empates e uma derrota. Porém uma vitória contra o rival pode mudar tudo. E isso é a esperança dos alvinegros.

LEÃO DE OLHO NA SUL AMERICANA

Ainda faltam 13 dias, neste sábado tem o clássico-rei com o rival Ceará, e o time está envolvido em duas competições importantes: Copa do Nordeste, além do Campeonato Cearense. Mas o Fortaleza já está “de olho” na sua “primeira decisão” na Copa Sul Americana, dia 13 de fevereiro, 21h30 contra o Independiente, da Argentina, no Estádio Libertadores da América.

O treinador destacou que o time, que já fez dois jogos no ano: 0 a 0 com o Vitória pelo Nordestão e 1 a 0 no Caucaia, pelo estadual, ainda está nafase de pré-temporada: “Estamos pensando em um jogo por semana e a gente continua essa pré-temporada por mais uma semana para tentar melhorar a condição técnica e física até o jogo da Sul-Americana contra o Independiente, quando temos de ter um time mais pronto, porque é um jogo mais pesado”, disse Ceni nesta semana.
Antes do Independiente, o Leão vai enfrentar ainda, o Cearáneste sábado, o Atlético Cearense (estadual) dia 5 e o Santa Cruz dia 8 (Nordestão). Para o jogo com o Ceará, que ocorrerácom casa cheia na Arena Castelão, o Leão deve promover a estreia do centroavanteDavid, (24), ex-Cruzeiro. Ele briga pela posição de titular com Luiz Henrique, Michel, João Paulo e Edson Carius Ainda nesta semana Ceni disse que viu Boca Juniors e Independiente, que ficaram no 0 a 0 e comentou: “É um jogo de muita intensidade do time do Independiente. Joga com muita intensidade, marcando alto, e a gente vai tentar modelar um time que possa ser competitivo, que possa jogar de igual para igual com um time que empatou com o Boca Juniors na casa do Boca”, disse.

O treinador continuou: “Temos mais três jogos ainda, vamos fazer experiência, para tentar definir o melhor time para o jogo talvez mais importante da história do Fortaleza, mesmo sabendo da dificuldade. Eu sei porque joguei muitas vezes com o São Paulo na Argentina. Venci uma, empatei algumas, perdi a maioria. Mas quem sabe a gente possa ter uma história diferente com o Fortaleza”, explicou.

CEARÁ

Um jogo que pode ser um “divisor de águas” no inicio da temporada de 2020 para o Ceará. Sem vencer desde 7 de dezembro, 2 a 0 contra o Internacional, pelo Brasileiro, e aós dois empates no inicio da temporada 2020, 2 a 2 em casa,com o Frei Paulistano, gols de Vinicius e Felipe; e 1 a 1 com o Ferroviário, gols de Samuel Xavier, no meio de semana, o Ceará chega ao seus primeiro clássico-rei de 2020, em busca da primeira vitória, no ano.

Desde o jogo contra o Inter, foram nove partidas, com quatro derrotas e cinco empates, sete gols pró e treze gols contra. O treinador Argel Fucks estreou dia 30 de novembro do ano passado, no empate por 1 a 1 com o Atlhético/PR no Castelão. De lá para cá, foram cinco partidas, quatro empates e uma derrota, cinco gols marcados e seis sofridos.

O defensor Luis Otávio disse na coletiva desta semana que é preciso paciência, recordando a pressão que recaiu sobre o time no ano passado, sem os títulos, e que com as contratações é preciso um voto de confiança do torcedor alvinegro, pois uma vitória no clássico pode dar mais tranquilidade ao time: “Peço paciência ao torcedor. Esse clássico vai ser muito importante, difícil, mas um divisor de águas. Uma vitória pode dar mais tranquilidade para o Argel trabalhar. Às vezes as coisas não saem como o esperado. Temos que corrigir para fazer um trabalho ainda melhor. Uma hora a bola vai entrar”,disse na coletiva.

Quanto ao time, com a contusão de Tiago Pagnussat, Klaus, pode ganhar uma chance. O experiente Fernando Prass disse que é preciso se acreditar no trabalho, antes do primeiro clássico e flaou das pressões: “”Se a gente viesse de dez vitórias e tivesse um clássico pela frente, a pressão ia ser igual. Não podemos nos deixar influenciar por pressões vindas de fora. Mas acho que a pressão de um clássico é sempre a mesma”, disse.

NÚMEROS
Em 2019, Fortaleza e Ceará jogaram sete vezes, duas pelo Brasileiro, três pelo Cearense, uma pela Copa do Nordeste, e uma pela Fares Lopes. Foram três vitórias do Fortaleza (1×0 Brasileiro, 1×0 e 2×0 no Cearense; uma do Ceará (2×1 no Brasileiro); e três empates (1×1 na Fares Lopes, 1×1 no Nordestão e 0x0 no Cearense).

Foram sete gols do Leão e quatro do Alvinegro. Em toda história, foram 495 jogos, com 161 vitórias do Ceará, 153 do Fortaleza, 181 empates, 639 gols do Ceará e 620 gols do Fortaleza.

O primeiro jogo entre os rivais ocorreu em 17 de dezembro de 1918, com vitória do Ceará por 2 a 0, pela Liga Metropolitana Cearense de Futebol. A primeira vitória do Fortaleza decorreu em 1922, somente no quarto clássico-rei, 6 a 3 pelo Ceaarense.

CASA CHEIA

A expectativa será de casa cheia na Arena Castelão neste sábado (1º), para o primeiro clássico-rei de 2020 entre Fortaleza x Ceará. A partida está prevista para 18h e segundo a somente a prévia divulgada pelo Fortaleza, mais de 21 mil ingressos já foram vendidos. Destes, 16.427 por sócios torcedores, assim como 4.806 no Castelão. Como mandando, o Leão do Picci tem dreito a 70% e o Ceará como visitante, a 30% da carga total de bilhetes.

FICHA TÉCNICA

Para o jogo deste sábado pelo Nordestão, um provável Fortaleza, comandado por Rogério Ceni, pode ser esse: Felipe Alves; Gabriel Dias (Tinga), Quinteros, Paulão e Bruno Melo; Juninho, Marlon (Vasquez); Felipe, Ederson (Carius).

O técnico Argel Fucks pode mandar a campo esse onze do Ceará: Fernando Prasss; Samuel Xavier, Klaus, Luis Otávio e Bruno Pacheco; Fabinho, Charles, Felipe e Vinicius (Ricardinho); Rogério Oliveira (David) e Rodrigão.

Arbitro: Pablo Ramon Gonçalves Pinheiro/RN

Auxiliares: Jean Marcio dos Santos e Lourival Candido Flores, ambos potiguares também.

About admin

O nosso site é voltado para o esporte, escrevemos e publicamos sobre 40 modalidades esportivas. A nossa meta é levar o esporte cada vez mais longe para o maior número possível de pessoas. O ZigZag do Esporte é a nossa Revista Eletrônica do Esporte, acesse, curta, comente e mande sugestões.

Comentários via Facebook:

Deixe uma resposta