Michael Andretti e Fernando Alonso durante a etapa do Alabama da Indy
Michael Andretti e Fernando Alonso durante a etapa do Alabama da Indy

Fernando Alonso irá pilotar pela primeira vez um carro de Indy no próximo dia 3 de maio. As 500 milhas de Indianápolis, prova que o espanhol vai disputar, está programada para o dia 28 do mesmo mês, entretanto, sua equipe, a Andretti, não vem sendo muito eficiente nas provas recentes da categoria norte-americana.

Ainda que a Andretti tenha conquistado o título da Fórmula 1 em quatro oportunidades desde 1996, seus representantes não sobem no lugar mais alto do pódio há quase um ano. O último vencedor da equipe foi Alexander Rossi, justamente nas 500 Milhas de Indianápolis. Já o último título da Indy da Andretti foi em 2012, com Ryan Hunter-Reay.

Com três corridas realizadas na atual temporada da Indy, o francês Sebastien Bourdais, da equipe Dale Coyne, é o líder do campeonato com 117 pontos.

O neozelandês Sott Dixon, campeão da temporada 2015 com a Ganassi, e o norte-americano Josef Newgarden, que venceu a última prova, em Alabama, guiando pela Penske, são outras ameaças para Fernando Alonso, que não possui experiência alguma na Indy.

Ver imagem no TwitterVer imagem no TwitterVer imagem no Twitter

Em Alabama, neste domingo, a Andretti não liderou em nenhum momento a corrida. O melhor resultado da equipe no Barber Motorsport Park foi o quinto lugar de Alexander Rossi, que terminou a prova 12 segundos atrás de Josef Newgarden.

Basta saber se Alonso conseguirá superar todos os obstáculos em uma das provas mais tradicionais do automobilismo e provar que realmente é um dos melhores pilotos de sua geração, apesar da falta de competitividade da McLaren na F-1.