30/07/2021

zigzagdoesporte.com.br

A sua revista eletrônica do esporte

Resultado de nossos brasileiros no primeiro dia do Pipe Masters; confira os resultados.

5 min read

Carlos Fiúza de Salvador para o Zigzagdoesporte.com.br direto da redação.

Começou ontem 10/12 com show de surf a última etapa do CT em Banzai Pipeline, Oahu, Hawaii e alguns de nossos brasileiros avançaram.

Lembrando que além do título mundial está etapa vai definir as últimas 10 vagas para olimpíadas 2020. Saiba Mais

Resultado de nossos brasileiros no primeiro dia do Pipe Masters

Hoje na última etapa do mundial de surf o Pipe Masters, quase todos os nossos brasileiros avançaram para o round 3, apenas Michael Rodrigues perdeu na repescagem e foi eliminado da disputa, com este resultado ele está fora da elite em 2020 e deve voltar para os QSs brigar novamente por uma vaga na elite.

Durante a competição no dia de hoje todos os candidatos a título mundial avançaram para o round 3.

Round 01

O primeiro brasileiro a se apresentar foi Jadon André na bateria 2 do primeiro round, Jadson enfrentou os americanos Kolohe Andino e Griffin Colapinto.

Jadson André acabou não achando boas ondas e indo para repescagem seus adversários acharam bons tubos, agora é torcer que ele se de bem na repescagem.

Na bateria 3 tivemos a apresentação de dois brasileiros Filipe Toledo e Deivid Silva, ambos avançaram direto ao round 3, Filipe conseguiu os melhores tubos da bateria e ficou com a primeira colocação. Saiba mais

A bateria 4 foi a vez de nosso urso, Peterson Crisanto avançou na primeira colocação a bateria contra o sul africano Jordy Smith e o português Frederico Morais. Foi uma bateria de poucas ondas, com notas relativamente baixas comparada as demais baterias.

A melhor nota de Peterson foi em um tubo para esquerda, onde fez um drope muito perigoso.

Urso utilizou a tática de ir nas ondas da séries e funcionou.

Peterson Crisanto

Nosso bicampeão Gabriel Medina e Willian Cardoso avançaram juntos na bateria 5, Medina dominou a bateria desde o início e Willian fez seu papel e avançou. Saiba Mais

Italo Ferreira atual líder do ranking mundial avançou na segunda colocação,a bateria 6, surfou boas ondas, mas o atleta havaiano Billy Kemper deu um show a parte na bateria e fez a maior nota do evento em back door, já o brasileiro Michael Rodrigues não pegou boas ondas e foi para repescagem. Saiba mais

Jesse Mendes se apresentou na bateria 8, ele que precisa ir para final neste evento para permanecer no tour ano que vem, avançou na segunda colocação, fez alguns tubos para Pipeline, mas nada de tão impressionante, mas avançou na segunda colocação mandando John John Florence para repescagem.

O primeiro foi Adrian Buchan, que fez uma boa onda, com um tubo para Pipeline.

O que mais impressionou nesta bateria foi John John Florence que fez o contrário das expectativas, ele não conseguiu nenhuma onda boa e em sua última participação fez uma interferência.

A bateria 9 foi a vez de Caio Ibelli avançar na segunda colocação, com uma excelente apresentação todos os atletas da bateria mostraram estar preparados para esta etapa.

O show na bateria foi composto pelos atletas Ezekiel Lau do Havaí, o Francês Jeremy Flores e nosso brasileiro Caio Ibelli. Está bateria foi uma daquelas que gente torce para todos passarem, teve excelentes tubos de todos os atletas.

Ezekiel foi o primeiro, ele fez uma onda muito boa, eu particularmente daria nota 10, o juízes deram 9.73, depois nosso brasileiro fez um belo tubo, muito dip e conseguiu uma nota na casa do excelente também.

Jeremy Flores que não avançou para o round seguinte e foi para a repescagem, passaria varias baterias com suas notas, ele também fez uma bela apresentação e bons tubos

Na bateria 12, Yago Dora foi o último brasileiro a se apresentar no round 01 e acabou sendo eliminado da disputa.

o local do pico Seth Moniz fez dois bons tubos, conseguindo garantir suas notas em um momento do mar que estava com poucas ondas e um forte vento.

O australiano Ryan Calinnan conseguiu avançar na segunda colocação, sem nenhuma onda boa, já nosso brasileiro Yago Dora acabou fazendo escolhas ruins e não achando nenhuma onda de potencial indo para repescagem na última etapa do mundial de surf o Pipe Masters.

Repescagem

Na bateria de repescagem do mundial de surf Pipe masters tivemos 3 brasileiros na disputa, Yago Dora, Jadson Andre e Michel Rodrigues.

Yago Dora

O primeiro a se apresentar foi Yago Dora na bateria 3, ele começou com um tubo para Pipeline, depois mandou um belo aéreo e mais duas manobras de borda na onda, apesar de Pipeline ser uma competição de tubo ele fez uma boa nota com manobras.

Ricardo Christie pegou um belo tubo para backdoor que lhe rendeu uma boa nota, aos 15 minutos para o final

Jeremy Flores foi em sua primeira onda e conseguiu um bom tubo para Pipeline, entrando novamente para o jogo.
Os últimos 12 minutos de bateria, não entrou nenhuma boa série e o francês Jeremy Flores acabou eliminado na última etapa do mundial de surf o Pipe Masters.
Nesta bateria foi possível observar a postura de Yago Dora totalmente diferente de sua primeira participação, estava ativo em sua bateria, pegando uma onda atrás da outra.

Na última bateria do dia tivemos dois brasileiros na disputa Jadson Andre e Michel Rodrigues que enfrentaram o australiano Wade Carmichael

Michel Rodrigues início a bateria com um pequeno tubo para Pipeline, logo Wade respondeu com um tubo um pouco melhor.

Jadson Andre demorou um pouco mais para pegar onda, porém assim que pegou fez a melhor onda da bateria com um tubo para esquerda, não satisfeito voltou para o fundo e fez outra muito parecida.

Aos 25 minutos para o termino Michael pegou uma outra onda para Pipeline, bem menor que a primeira, mas somou o suficiente para assumir a segunda colocação da bateria.

Aos 9 minutos para o termino Wade conseguiu um pequeno tubo para direita e passou para segunda colocação deixando Michael precisando de 2.85.

Jadson fez mais uma bela onda e assumiu e vez a liderança deixando os seus adversários brigando pelo segundo lugar.

Aos 5 minutos para o final Michael fez um belo tubo para direita e virou a bateria, porém Wade veio na de trás e conseguiu uma onda melhor ainda.

Assim terminando a bateria, com Michael Rodrigues sendo eliminado da disputa e com este resultado ele está fora do CT em 2020.

Baterias do round 3.

E a LivreSurf torce para que um de nossos brasileiros seja o campeão mundial

Deixe uma resposta

Copyright © All rights reserved. | Newsphere by AF themes.