27/09/2021

zigzagdoesporte.com.br

A sua revista eletrônica do esporte

Presidente do Vitória chama árbitro de ‘vagabundo’ e ameaça meia do Ceará: “Você apanha”! Confira tudo da classificação do Vozão.

5 min read

Carlos Fiúza de Salvador para o Zigzagdoesporte.com.br direto do Barradão.

Salvador, BA, 27 (Zigzagdoesporte.com.br) – A classificação do Ceará à quarta fase da Copa do Brasil gerou muita polêmica. O Vozão venceu o Vitória por 4 a 3, no Barradão, mas o que chamou a atenção foi a arbitragem de Paulo Roberto Alves Junior, que expulso três jogadores, sendo dois da equipe baiana e um do alvinegro. Ele ainda foi insultado pelo presidente do Leão, Paulo Carneiro, como relatou em súmula.

“Após o término do 1º tempo, o Sr. Paulo Roberto de Souza c=Carneiro, presidente do Vitória, invadiu o campo de jogo sem utilizar máscara, desrespeitando as diretrizes da competição. O mesmo veio em direção a equipe de arbitragem, e foi contido pelo policiamento. Cito que o mesmo proferiu as seguintes palavras gritando a este árbitro: ‘Seu moleque do caralho, vagabundo, sem vergonha, olha a merda que você fez, veio roubar a gente aqui, mas aqui você apanha seu vagabundo’. Sendo que me senti ofendido em minha honra”, relatou.

Paulo Carneiro disparou contra o meia Vinícius

Paulo Carneiro disparou contra o meia Vinícius

E não parou por aí. O mandatário também disparou contra o meia Vinícius e foi flagrado pela televisão, já que as ameaças aconteceram quando o jogador iria conceder entrevista. E não é de hoje que existe uma rusga entre os dois. Nos tempos de Bahia, Vinícius chegou a provocar o Leão em diversas oportunidades, incluindo, com a ‘dança do créu’, o que não agradou o adversário e já ocasionou uma briga generalizada em clássico.

“Aqui você apanha. Você sabe que aqui você apanha. Comigo a história é outra. Sabe disso? Fica caladinho aí. Seu vagabundo, lhe dou porrada, seu vagabundo. Comigo a conversa é outra. Aqui você apanha, seu vagabundo”, disparou Paulo Carneiro.

MAIS RELATOS!
O árbitro ainda relatou na súmula que: ‘Informo que após o término da partida, o Sr. Leonardo de Sousa Pereira, que já havia sido expulso durante a partida, invadiu o campo de jogo, sem máscara, desrespeitando as diretrizes da competição, seguindo em direção a equipe de arbitragem, porém no caminho foi contido pelos seus companheiros de equipe, retornando ao seu vestiário”, concluiu.

O estádio Manoel Barradas, o popular Barradão, na noite desta quarta-feira (26), foi palco de um jogo para lá de movimentado.

VITÓRIA 3 X 4 CEARÁ - COPA DO BRASIL #20 by Baba de Quinta - Podcast • A  podcast on Anchor
Em jogo de sete gols, Ceará elimina o Vitória da Copa do Brasil em pleno Barradão.

O estádio Manoel Barradas, o popular Barradão, na noite desta quarta-feira (26), foi palco de um duelo para lá de movimentado pela rodada de volta da terceira fase da Copa do Brasil: foram incríveis três expulsões e três penalidades máximas no tempo normal, além de um gol contra marcado por Thiago Carleto. Após ter vencido a partida de ida, por 1 a 0, o Ceará bateu o Vitória, por 4 a 3, e está classificado.

Assim, o Vozão avança à quarta fase, cujos confrontos serão definidos por sorteio. Os demais participantes desta fase serão: Juventude, Botafogo, CRB, Fluminense, Ponte Preta, Vasco da Gama e América-MG.

Os outros dois classificados vão sair na noite desta quinta-feira (27). No primeiro encontro, o Brusque anotou 1 a 0 no Brasil de Pelotas, enquanto o Atlético-AG fez 2 a 0 no São José-RS.

Com menos de 20 minutos de partida, o Vitória já construía o resultado necessário para a classificação. Aos sete, Léo Ceará aproveitou sobra de bola para estufar as redes. Pouco depois, aos 15, Fernando Prass derrubou Vico dentro da área. Thiago Carleto foi para a cobrança do pênalti e ampliou.

O Ceará só conseguiu chegar aos 21, em finalização de Rafael Sóbis que acertou a rede pelo lado de fora. Aos 30, um dos principais momentos de todo o duelo. O rubro-negro Léo Ceará e o alvinegro Charles se estranharam na área de ataque dos visitantes, tomaram o vermelho e foram para os vestiários mais cedo.

Imediatamente depois, aos 31, Leandro Carvalho só não descontou para o Vozão porque Thiago Carleto apareceu para tirar a bola em cima da linha. Aos 36, Vico tocou a pelota com a mão dentro da área, ficou reclamando do pênalti e foi ‘premiado’ com o segundo amarelo, deixando os mandantes com nove homens em campo.

Rafael Sóbis ‘bateu no peito e chamou a responsa’. Porém, parou em defesa de Ronaldo. Os cearenses seguiram pressionando e, aos 44, o goleirão baiano fez um ‘milagre’ em finalização de Leandro Carvalho. Logo na sequência, aos 46, Fernando Neto cometeu infração sobre Rafael Sóbis. Vinicius, dessa vez, não deu mole no pênalti e descontou.

Caicedo diminuiu placar no final

Caicedo diminuiu placar no final

SEGUNDO TEMPO
Os visitantes voltaram para a etapa final dispostos a pressionarem, visando o empate que garantiria a classificação.

E, aos dois minutos, conseguiram o tão desejado gol – que foi contra. Thiago Carleto tentou afastar cruzamento de Leandro Carvalho e mandou contra o patrimônio.

QUASE VIRADA
Aos cinco, Leandro Carvalho bateu com estilo e quase virou. Em situação delicada na disputa, aos 11, o Vitória ameaçou com Gabriel Furtado, mas Fernando Prass foi buscar. A virada alvinegra foi consolidada aos 15. Vinicius roubou de Maurício Ramos e passou para Fernando Sobral, que mandou cruzado para dentro.

O Vitória, porém, se recolocou no páreo logo na sequência. Aos 19, Caicedo pegou rebote de Fernando Prass em finalização de Jonathan Bocão e deixou tudo igual – 3 a 3.

Após mais de uma hora de muita intensidade no jogo, a reta final foi mais lenta. Entretanto, quando o empate parecia definitivo, Lima marcou um golaço após receber de Samuel Xavier.

FICHA TÉCNICA

Vitória-BA
Vitória-BA
3 x 4
Ceará-CE
Ceará-CE

Copa do Brasil – 3ª Fase  (jogo de volta)
Data: 26/08/2020 (quarta-feira)
Local: Barradão, em Salvador (BA)
Horário: 21h30
Árbitro: Paulo Roberto Alves Júnior (PR-CBF)
Assistentes: Luciano Roggenbaum (PR-CBF) e Luiz Souza Santos Renesto (PR-CBF)
Quarto árbitro: Emerson Ricardo de Almeida Andrade (BA-CBF)
Analista de campo: Jailson Macedo Freitas (BA-CBF)
Gols: Léo Ceará, Thiago Carleto  e Jordy Caicedo (Vitória); Vina, Fernando Sobral, Thiago Carleto (contra) e Lima (Ceará)
Cartões amarelos: Maurício Ramos, Vico e Thiago Carleto (Vitória) Fernando Prass, Guto Ferreira, Gabriel Lacerda e Mateus Gonçalves (Ceará)
Cartões vermelhos: Léo Ceará e Vico (Vitória); Charles (Ceará)

Vitória:Ronaldo; Jonathan Bocão, Gabriel Furtado, Maurício Ramos (Júnior Viçosa) e Thiago Carleto (Mateusinho); Guilherme Rend (Jordy Caicedo), Fernando Neto (Felipe Garcia) e Marcelinho (Jean); Rafael Carioca, Léo Ceará e Vico. Técnico: Bruno Pivetti.

Ceará: Fernando Prass; Samuel Xavier, Gabriel Lacerda (Tiago), Luiz Otávio e Bruno Pacheco; William Oliveira (Fabinho) e Charles; Fernando Sobral, Vina e Leandro Carvalho (Mateus Gonçalves); Rafael Sobis (Bergson). Técnico: Guto Ferreira.

Deixe uma resposta

Copyright © All rights reserved. | Newsphere by AF themes.