27/09/2021

zigzagdoesporte.com.br

A sua revista eletrônica do esporte

Bahia passa por reestruturação no deptº profissional e na base com novo gerente de futebol. Entenda o fato!

2 min read

Carlos Fiúza de Salvador para o Zigzagdoesporte.com.br direto da redação.

Bahia continua contratando visando a temporada 2021. Além de reforços para equipe profissional a diretoria também tem contratado jovens atletas com potencial para as categorias de base que terão oportunidades na equipe de transição.

Um dos responsáveis pelas contratações, tanto para profissional como para base, é o gerente de futebol Júnior Chávare, ex-Atlético Mineiro, Grêmio, São Paulo, Ponte Preta, Juventus, da Itália. Após assumir a departamento de futebol profissional e da base, ele já iniciou mudanças e reformulação no clube.

 

REFORÇOS NO PROFISSIONAL

No profissional já foram anunciados vários atletas que já até estrearam pelo clube, como o meia paraguaio Óscar Ruiz, que estreou com gol na vitória sobre o ABC pela Copa do Nordeste.

Chegaram também o goleiro Denis Junior, ex-São Paulo, os zagueiros Luiz Otávio ex-Chapecoense e o argentino Conti, ex-Benfica, os volantes Galdezani ex-Coritiba, Jonas ex-Flamengo e Lucas Araújo ex-Grêmio, e os meias Thaciano, ex-Grêmio e Thonny Anderson, ex-Red Bull Bragantino.

 

Um dos responsáveis pelas contratações, tanto para profissional como para base, é o gerente de futebol Júnior Chávare(Foto).

REFORÇOS NA BASE

Já na base, Júnior trouxe para o Bahia jovens atletas com idade entre 16 a 20 anos para que possam disputar competições nacionais e fazer parte da equipe de transiçã.

São alguns atletas que já foram integrados às suas respectivas categorias, como meia Robert Santos, de apenas 17 anos, que estava no Palmeiras, o lateral-esquerdo Eduardo, de 19 anos, com passagens pela Seleção Brasileira de base, o meia Raí, de 19 anos, que veio do Flamengo-PI, o zagueiro Matheus Lins, de 20 anos, ex-Atlético-MG, e Vini Almeida, atacante 19 anos que veio da Ferroviária-SP.

REFORMULAÇÃO

Os objetivos da nova gestão do gerente de futebol Júnior Chávare são as mudanças que já se iniciaram no Bahia. Uma reformulação tanto no profissional como na base.

Antes de chegar ao Bahia, ele teve pelo menos três propostas de grandes clubes do futebol brasileiro, pois seu trabalho de quase dois anos no Atlético-MG ganhou repercussão nacional com títulos na base, montagem do time de transição e quantidade de atletas sendo aproveitados na equipe profissional.

Deixe uma resposta

Copyright © All rights reserved. | Newsphere by AF themes.