03/08/2021

zigzagdoesporte.com.br

A sua revista eletrônica do esporte

Renato não é mais técnico do Grêmio após eliminação na Libertadores. Confira o comunicado oficial.

3 min read

Carlos Fiúza de Salvador para o Zigzagdoesporte.com.br direto da redação.

Renato se vingou de Jesus, o homem que fechou as portas do Flamengo - Prisma - R7 Cosme Rímoli
Renato Gaúcho deixa o Grêmio após mais de quatro anos no comando do time.

Fim da linha para Renato Portaluppi no Grêmio. Nesta quinta-feira, o clube decidiu pela saída do técnico e ídolo do Imortal, um dia após a eliminação para o Independiente Del Valle, na última quarta-feira, na Conmebol Libertadores 2021.

Após a derrota em casa, Claudio Oderich, vice-presidente do Grêmio, havia dito que o clube não descartava uma demissão de Renato após a queda, apesar da renovação de contrato anunciada há pouco mais de um mês.

A demissão foi confirmada em pronunciamento de Romildo Bolzan Jr. Tiago Gomes, técnico da equipe de transição tricolor, assumirá o time principal provisoriamente.

Renato havia renovado seu contrato por mais uma temporada em março, mas nova reunião da cúpula tricolor decidiu pela saída nesta quinta.

Contratado em setembro de 2016, Renato era o técnico mais longevo do futebol brasileiro. À frente do Grêmio, o treinador conquistou a Copa do Brasil de 2016, a Conmebol Libertadores de 2017, a Recopa Sul-Americana em 2018, Recopa Gaúcha em 2019, além das últimas três edições do Campeonato Gaúcho.

Em 2019, o Grêmio inaugurou a estátua de Renato Gaúcho na esplanada de sua arena, levando o treinador às lágrimas. A obra retrata a comemoração do segundo gol do então atacante na vitória sobre o Hamburgo, em 1983, na conquista do título mundial.

Foi a terceira passagem do treinador pelo clube, que, eliminado da Conmebol Libertadores, disputará agora a Copa Sul-Americana. O time caiu no Grupo H, ao lado de de Lanús-ARG, La Equidad-COL e Aragua-VEN – apenas o primeiro do grupo se classifica para a fase eliminatória.

Veja abaixo o comunicado oficial do Grêmio:

O Grêmio Foot-Ball Porto Alegrense comunica o desligamento de Renato Portaluppi, em comum acordo com a direção, do comando técnico do Clube. O Grêmio agradece o profissional pela sua dedicação, sua passagem vitoriosa com conquistas importantes, lealdade à instituição e por ter sido o técnico mais longevo no comando da casamata gremista. Ao lado do Grêmio, o ídolo Renato Portaluppi alcançou um patamar raro entre técnicos brasileiros. O herói do Mundial de 1983 tornou-se o primeiro brasileiro a ser campeão da Libertadores como jogador e treinador, devolveu o Clube ao caminho das glórias e reconquistou a hegemonia estadual. Também deixam a Comissão Técnica, os auxiliares Alexandre Mendes e Victor Hugo Signorelli.

Depois de quatro anos e sete meses, Renato deixa o Grêmio com os títulos da Copa do Brasil em 2016, Libertadores da América em 2017, Recopa Sul-Americana em 2018 e os títulos do Campeonato Gaúcho em 2018, 19 e 20 e da Recopa Gaúcha em 2019.

O Grêmio deseja êxito na continuidade da carreira de Renato Portaluppi e mantém suas portas sempre abertas ao profissional.

O treinador da transição, Tiago Gomes, assume provisoriamente o comando da equipe.

Deixe uma resposta

Copyright © All rights reserved. | Newsphere by AF themes.