24/07/2021

zigzagdoesporte.com.br

A sua revista eletrônica do esporte

Carlos Fiúza de Salvador para o Zigzagdoesporte.com.br direto da redação.

Alagoinhas Atlético Clube e Bahia de Feira farão ‘final do interior’ apôs 53 anos.

Após 53 anos, o Campeonato Baiano terá uma final sem a presença de Bahia e Vitória. Isso porque o Bahia de Feira despachou o Bahia na noite desta quarta-feira pelo confronto de volta das semifinais e está na decisão do Estadual. Na outra semifinal, o Alagoinhas Atlético Clube  também garantiu vaga na final.

A classificação do Atlético Alagoinhas foi sofrida. Isso porque o time visitou o Juazeirense e perdeu por 1 a 0 no tempo normal, no estádio Adauto Moraes, em Juazeiro. Como havia vencido o confronto de ida por 2 a 1, o Atlético ainda conseguiu levar a decisão para os pênaltis e venceu por 3 a 2.

Time de transição do Bahia foi muito mal e acabou sendo eliminado

Time de transição do Bahia foi muito mal e acabou sendo eliminado

Mais tarde, o time de transição do Bahia foi muito mal e perdeu para o Bahia de Feira por 3 a 0 na Arena Cajueiro, em Feira de Santana. Bruninho, Diones e Felipe Valdívia marcaram para o time da casa, que havia perdido o duelo de ida por 1 a 0. O Tricolor do Aço pagou o preço por priorizar Copa do Nordeste e Copa Sul-Americana.

 

Com a classificação de Atlético Alagoinhas e Bahia de Feira, o Campeonato Baiano voltará a ter uma final entre times do interior após 53 anos. A última vez que isso havia acontecido foi em 1968, quando o Galícia foi campeão em cima do Fluminense de Feira.

Confira os resultados da 2ª rodada
Juazeirense-BA
1
x
0
Atlético Alagoinhas-BA
Bahia de Feira-BA
3
x
0
Bahia

Após apagão mental de Claúdio Prates Bahia de Feira amassa o Bahia na Arena Cajueiro e esta na final.

TA NA FINAL!!! Bahia de feira 3x0 Bahia - Melhores Momentos - campeonato baiano 2021. - YouTube
O Bahia de Feira atropelou o Bahia da Capital por 3 x 0.

No sintético da Arena Cajueiro, o Bahia começou buscando o ataque, mas foi o Tremendão que assustou primeiro. Aos seis minutos, depois de bola levantada na área, Deon cabeceou para fora.

Aos oito minutos, o Tremendão saiu na frente. Pelo lado esquerdo, Cazumba cruzou na medida para Bruninho, que completou sem dificuldade para o gol. Com 15 da primeira etapa, quase o segundo. Deon aproveitou desvio de cabeça e, de fora da área, finalizou. A bola passou muito perto.

O Bahia tentou aos 21 minutos com Gustavo Brinquedo. De fora da área, o camisa 11 mandou uma bomba e a bola passou longe. Com 37, Marcelo Ryan arriscou da entrada da área e o goleiro Jean ficou com a bola.

Antes do fim da primeira etapa, depois de cobrança de escanteio, um bate-rebate quase gerou um gol do Bahia.

Segundo tempo

No começo da segunda etapa, o Bahia foi para cima em busca do empate. Aos 10, Felipinho ajeitou para Bruno Camilo, que finalizou da entrada da área para uma grande defesa do goleiro Jean.

O Bahia de Feira respondeu aos 15 com Deon, que invadiu a área e finalizou para defesa de Júnior. Na sequência, o Bahia rebateu com Pablo. De fora da área, o volante chutou e mandou por cima.

Quando eram marcados 16 minutos, Jarbas cruzou para Deon, que cabeceou para uma defesa espetacular de Júnior.

Aos 21, Felipinho aproveitou a sobra de bola e mandou uma bomba para rebatida de Jean. Na sobra, Marcelo cabeceou e ela parou na rede do lado de fora. Dez minutos depois, Daniel Penha mandou uma bomba de fora da área e a bola passou muito perto.

O Bahia de Feira ficou no quase. Aos 37, Hércules recebeu na entrada da área e bateu de primeira. A bola bateu caprichosamente no travessão e subiu.

Diones marca o segundo do Tremendão

De tanto insistir, o Tremendão chegou ao segundo gol. Após cruzamento e corte errado de Everson, a bola sobrou limpa com Diones, que bateu mascado, mas conseguiu vencer o goleiro Júnior.

Valdívia marca o terceiro

Antes do apito final, mais um gol do Tremendão. Pelo lado esquerdo, Marcone Pelé cruzou para Valdívia, que bateu no canto do goleiro Júnior para fazer a festa do time comandado por Oliveira Canindé.

FICHA TÉCNICA
Bahia de Feira 3 x 0 Bahia
Campeonato Baiano – Semifinal – 2º jogo

Local: Arena Cajueiro, em Feira de Santana
Data: 12/05/2021
Horário: 21h30
Árbitro: Ricarle Gustavo Gonçalves Batista
Assistentes: Elicarlos Franco de Oliveira e Jucimar dos Santos Dias

Gols: Bruninho, Diones e Valdívia (Bahia de Feira)

Bahia de Feira: Jean; Wesley, Jarbas, Hebert (Hércules) e Cazumbá; Victor Salvador, Diones (Valdívia) e Bruninho (Adriano); Thiaguinho, Hugo Freitas e Deon (Marcone Pelé). Técnico: Oliveira Canindé.

Bahia: Júnior; Raniele, Everson, Gustavo Henrique e Felipinho; Caio Mello (Jeremias), Bruno Camilo (Gustavo) e Pablo; Gustavo Brinquedo (Chrystian), Ronaldo (Daniel Penha) e Marcelo (Fabrício). Técnico: Cláudio Prates.

 

Alagoinhas Atlético de Clube vence Juazeirense nos pênaltis e avança para a final do Baianão.

O Atlético de Alagoinhas está na final do Campeonato Baiano de 2021. Após definir o resultado do segundo jogo da semifinal nos pênaltis nesta quarta-feira (12), o Carcará se garantiu na disputa pelo título estadual. A partida aconteceu no Estádio Adauto Moraes, em Juazeiro, e terminou em 4 a 2, pelas penalidades, para o time visitante.

A Juazeirense precisava vencer com um gol para levar o jogo para as cobranças de pênalti, já que o Atlético de Alagoinhas tinham vantagem do jogo de ida, que terminou em 2 a 1. Kesley garantiu o placar de 1 a 0 no tempo regular do duelo desta quarta aos 13 minutos do segundo tempo. 

Na cobrança de pênaltis, cada time teve quatro chutes. O Cancão de Fogo marcou dois gols e perdeu dois, com defesas do goleiro Fábio. Já o Carcará teve apenas uma das bolas defendidas por Rodrigo Calaça e fez três gols sobre o adversário. 

Com o placar final, o Atlético de Alagoinhas é a primeira equipe a se garantir na final do Baianão deste ano. Bahia e Bahia de Feira jogam para definir quem será o adversário do Carcará.

Deixe uma resposta

Copyright © All rights reserved. | Newsphere by AF themes.