17/09/2021

zigzagdoesporte.com.br

A sua revista eletrônica do esporte

O Bahia saiu perdendo por 2 a 0, buscou o empate e desperdiçou chance de marcar o terceiro em pênalti.

3 min read

Carlos Fiúza de Salvador para o Zigzagdoesporte.com.br direto da redação.

Imagem: A Tarde UOL.

Bahia reage depois de sair atrás, mas perde pênalti e fica no empate com Independiente
Com o empate o Bahia complicou sua classifição à próxima fase; pois vai acabar tendo que decidir com o mesmo INdependiente lá na Argentina.

Após estar perdendo por 2 a 0, o Bahia buscou a igualdade e arrancou empate por 2 a 2 com o Independiente ARG) na noite desta terça-feira, em Pituaçu, Salvador, pela terceira rodada do Grupo B da Copa Sul-Americana. A partida chegou a estar adiada durante o dia, mas foi confirmada pela Conmebol à tarde.

Isso porque dez membros da delegação do Independiente (ARG) apresentaram testes positivos para a COVID-19 ainda no Aeroporto de Salvador. Impedidos de ir ao hotel, eles acabaram sendo mandados de volta à Argentina.

 

VEJA OS GOLS E OS MELHORES MOMENTOS :

 

Em nota, o Independiente (ARG) alegou que todos os dez membros haviam sido infectados recentemente, mas que não teriam condições de infectar novas pessoas. Por ser recente, eles ainda teriam fragmentos do vírus no organismo.

Diante do caso, a Conmebol chegou a divulgar que a partida estava adiada, mas após reunião com os dois clubes o confronto acabou sendo confirmado.

Com o resultado desta terça, o Bahia segue na vice-liderança do Grupo B, agora com cinco pontos. Já o Independiente (ARG) perdeu os 100% de aproveitamento no campeonato e é o primeiro colocado com sete pontos. Lembrando que apenas o primeiro colocado avançará à próxima fase.

Com bola rolando, Bahia e Independiente (ARG) fizeram um primeiro tempo bastante equilibrado e com chances de gol. O time brasileiro teve duas chances com o centroavante Gilberto, que acabou falhando nas finalizações. Enquanto os argentinos foram efetivos quando precisaram.

Aos 41 minutos, Velasco pedalou para cima de Conti e acabou sendo derrubado na área. O árbitro marcou pênalti, Jonathan Herrera foi para a cobrança e não desperdiçou.

Após o intervalo, logo aos quatro minutos o Independiente (ARG) teve outro pênalti marcado, desta vez sofrido por Brian Martínez. Velosco foi para a cobrança e fez o segundo gol argentino na capital baiana.

Perdendo por 2 a 0, o Bahia se lançou ao ataque e mudou o jogo. Aos 11, Rodriguinho fez linda jogada individual e finalizou na trave. Na sobra, Thaciano completou para as redes e diminuiu.

Thaciano marcou o primeiro gol do Bahia no confronto

Thaciano marcou o primeiro gol do Bahia no confronto

O EMPATE
Os brasileiros melhoraram em campo e buscaram o empate aos 36 minutos, quando Alesson cobrou escanteio e o zagueiro Luiz Otávio subiu no terceiro andar para cabecear para marcar o segundo gol.

O gol de empate empolgou ainda mais o Bahia em campo, que poderia ter virado o placar aos 40 minutos. Maycon Douglas foi derrubado na área pelo goleiro Sosa e o árbitro marcou pênalti. Gilberto foi para a cobrança, enfeitou demais e mandou a bola nas mãos do goleiro, que garantiu o ponto do Independiente (ARG) fora de casa.

O Bahia volta a campo na quinta-feira para enfrentar o Guabirá (BOL) às 19h15, em Montero, na Bolívia. Enquanto o Independiente (ARG) voltará a jogar fora de casa na terça-feira, desta vez contra o Montevideo City (URU), às 21h30, em Montevidéu, no Uruguai.

FICHA TÉCNICA

Bahia-BRA
Bahia-BRA
2 x 2
Independiente-ARG
Independiente-ARG

Copa Sul-Americana – 3ª rodada
Local: Pituaçu, em Salvador
Data: 04/05/2021 (terça-feira)
Horário: 19h15
Árbitro: Roberto Tobar (Chile)
Assistentes: Christian Schiemann (Chile) e Juan Aguiar (Peru)

Cartões amarelos: Daniel (Bahia) / Ostachuk (Independiente)

Cartões vermelhos:

Gols: Thaciano, Luiz Otávio (Bahia) Herrera, Velasco (Independiente)

Bahia: Matheus Teixeira; Nino Paraíba (Renan Guedes), Conti, Luiz Otávio e Matheus Bahia; Patrick (Jonas), Thaciano (Maycon Douglas) e Daniel (Alesson); Óscar Ruiz (Thonny Anderson), Rodriguinho e Gilberto. Técnico: Dado Cavalcanti.

Independiente: Sebastian Sosa; Fabrício Bustos, Sergio Barreto, Javier Osatchuk, Ayrton Costa e Gastón Togni (Martínez); Pachinni, Lucas Romero, Velasco (Blanco) e Soñora; Jonathan Herrera. Técnico: César Velazquez.

Deixe uma resposta

Copyright © All rights reserved. | Newsphere by AF themes.