27/09/2021

zigzagdoesporte.com.br

A sua revista eletrônica do esporte

Noticiário da Copa do Brasil. Veja tudo que precisa saber!

7 min read

Carlos Fiúza de Salvador para o Zigzagdoesporte.com.br direto da redação.

Todos os times que atuaram em casa venceram seus jogos nesta quarta-feira.

São Paulo, Atlético-MG, Santos e Athletico-PR fizeram valer o fator casa e largam em vantagem nas oitavas de final da Copa do Brasil. Do quarteto, o Santos é o que conquistou maior vantagem após golear o frágil Juazeirense por 4 a 0, na Vila Belmiro com apoio direto do árbitro acostumado de criar resultados que interessam a ele.

No Morumbi, o São Paulo recebeu o Vasco e venceu por 2 a 0, com gols de Rigoni e Pablo. Com a vitória, o time comandado por Crespo poderá perder por até um gol de diferença em São Januário, que ainda assim estará na próxima fase. O Vasco terá que vencer por três gols para seguir, ou no mínimo por dois gols para levar a decisão aos pênaltis.

No outro jogo da noite, o Atlético-MG venceu o Bahia por 2 a 0, no Mineirão, com gols de Zaracho e Hulk. Os mineiros agora vão à Feira de Santana podendo perder por um gol para chegar às quartas de final, enquanto os baianos terão que fazer um verdadeiro milagre para desbancar o animado Galo Doido.

Com muitos gols no final do segundo tempo, o Santos goleou o Juazeirense por 4 a 0, na Vila Belmiro. O time paulista agora tem ótima vantagem no confronto de volta, podendo perder por até três gols de diferença. Os baianos terão que se superar para seguir fazendo história no campeonato, o que é pouco provável.

A tarde, o Athletico-PR teve dificuldades, mas venceu o Atlético-GO por 2 a 1, na Arena da Baixada. O uruguaio David Terans fez os dois gols do Furacão, que jogará por um empate em Goiânia para chegar à próxima fase. Zé Roberto marcou para os visitantes, que agora precisam vencer por dois gols de diferença no confronto de volta. Vitória por 1 a 0 levará o duelo para os pênaltis.

 

MAIS DOIS JOGOS

Outros dois jogos encerram os confrontos de ida das oitavas de final na quinta-feira: Fortaleza x CRB, em Fortaleza; Flamengo x ABC, no Maracanã.

Atlético-MG jogou o necessário para vencer o frágil Bahia de Dado Cavalcante.

Longe de apresentar um futebol de encantar os olhos, mas novamente com a estrela de Hulk, o Atlético-MG fez o dever de casa na noite desta quarta-feira e bateu o Bahia por 2 a 0, no Mineirão, em Belo Horizonte (MG), pelo confronto de ida das oitavas de final da Copa do Brasil. Zaracho e Hulk marcaram os gols da partida.

 

Agora, os times voltam a se enfrentar na próxima quarta-feira, às 21h30, no Jóia da Princesa, em Feira de Santana (BA), pelo confronto de volta das oitavas de final. Os mineiros jogam por um simples empate ou podem perder por até um gol de diferença, enquanto o Bahia terá que vencer por três gols de diferença. Vitória dos baianos por dois gols de diferença levará a decisão para os pênaltis.

Este foi o segundo confronto entre os times nos últimos cinco dias, já que no domingo passado também se enfrentaram e o Atlético-MG venceu por 3 a 0 pelo Campeonato Brasileiro.

Belo Horizonte, MG, 28 (AFI) – Longe de apresentar um futebol de encantar os olhos, mas novamente com a estrela de Hulk, o Atlético-MG fez o dever de casa na noite desta quarta-feira e bateu o Bahia por 2 a 0, no Mineirão, em Belo Horizonte (MG), pelo confronto de ida das oitavas de final da Copa do Brasil. Zaracho e Hulk marcaram os gols da partida.

 

Agora, os times voltam a se enfrentar na próxima quarta-feira, às 21h30, no Jóia da Princesa, em Feira de Santana (BA), pelo confronto de volta das oitavas de final. Os mineiros jogam por um simples empate ou podem perder por até um gol de diferença, enquanto o Bahia terá que vencer por três gols de diferença. Vitória dos baianos por dois gols de diferença levará a decisão para os pênaltis.

 

Este foi o segundo confronto entre os times nos últimos cinco dias, já que no domingo passado também se enfrentaram e o Atlético-MG venceu por 3 a 0 pelo Campeonato Brasileiro.

CHANCES DE GOL
Em casa, o Atlético-MG esboçou pressão inicial e quase abriu o placar aos sete minutos, quando Hulk recebeu na entrada da área e finalizou forte com a perna esquerda, mas pela linha de fundo. A estratégia dos mineiros foi de segurar a bola no campo de ataque e rodar o passe até encontrar espaços para chutes de média/longa distância.

Só que foi do Bahia a primeira grande chance dos primeiros 45 minutos. Aos 17, Gilberto teve visão de jogo e tocou para Ronaldo César. O atacante ficou cara a cara com Everson, só que em cima do goleiro.

 

Após o susto, o Atlético-MG seguiu tendo o controle da partida e chegou ao seu gol aos 36 minutos. Após ótima jogada pelo lado esquerdo, Zaracho recebeu na área e finalizou forte, sem chances de defesa para Danilo Fernandes. A bola ainda bateu no travessão antes de parar no fundo das redes.

 

Antes do intervalo o Bahia apertou o Atlético-MG e quase empatou. Aos 47, Matheus Bahia cruzou forte e Everson espalmou. Na sequência, Gilberto chutou para o meio da área, mas ninguém conseguiu mandar para o gol, desperdiçando boa chance antes do apito parcial do árbitro.

 

Jogadores do Galo comemoram gol de Zaracho no primeiro tempo

 

SEGUNDO TEMPO MOVIMENTADO
Ao contrário do primeiro tempo, o Bahia foi mais ativo no ataque na volta do intervalo e criou a primeira chance aos três minutos, quando Rossi dominou fora da área e finalizou muito perto do travessão de Everson.

 

Animado com o bom momento, o time de Salvador seguiu no ataque e voltou a dar trabalho ao goleiro atleticano. Aos 11, Gilberto passou pela marcação e chutou. O goleiro defendeu, mas deu rebote e obrigou a defesa afastar pela lateral. Em mais uma boa chegada dos visitantes.

 

Só que o Atlético-MG tinha Hulk, que mesmo apagado em campo conseguiu colocar o Galo em vantagem ainda maior. Aos 28, Daniel errou na saída de bola e Zaracho tocou para o atacante. Ele ganhou na corrida da marcação e finalizou de direita, sem chances para Danilo Fernandes.

 

O segundo gol do Atlético-MG abalou o Bahia em campo, que aos trancos e barrancos ainda tentou descontar no Mineirão. Só que sem sucesso, pois a defesa do Galo foi impecável.

FICHA TÉCNICA:

Atlético-MG 2 x 0 Bahia
Copa do Brasil – Oitavas de final (1º jogo)

Local: Mineirão, em Belo Horizonte
Data: 28/07/2021 (quarta-feira)
Horário: 21h30
Árbitro: Raphael Claus (FIFA-SP)
Assistentes: Danilo Ricardo Simon Manis e Evandro de Melo Lima (ambos de SP)
VAR: Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral (SP)

Cartões amarelos: Zaracho, Alonso (Atlético-MG) / Gilberto, Nino Paraíba (Bahia)

Gols: Zaracho, Hulk (Atlético-MG)

Atlético-MG: Everson; Mariano, Réver, Alonso e Dodô; Allan, Tchê Tchê, Nacho (Hyoran) e Zaracho (Calebe); Savarino (Eduardo Sasha) e Hulk (Nathan). Técnico: Cuca.

Bahia: Danilo Fernandes; Nino, Conti, Luiz Otávio e Matheus Bahia (Juninho Capixaba); Patrick, Jonas (Lucas Araújo) e Daniel (Galdezani); Rossi, Ronaldo (Rodriguinho) e Gilberto.. Técnico: Dado Cavalcanti.

São Paulo 2 x 0 Vasco – Tricolor coloca um pé nas quartas de final.

O São Paulo venceu o Vasco por 2 a 0 nesta quarta-feira, no Morumbi, no jogo de ida das oitavas de final da Copa do Brasil. Rigoni e Pablo marcaram os gols da partida, que permite ao time paulista perder por um gol de diferença na partida de volta, na próxima quarta-feira, no estádio de São Januário, em São Paulo.

Antes da partida decisiva, o São Paulo tem outro duelo importante. Na zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro, a equipe terá pela frente o líder Palmeiras, no sábado, às 19h, no Morumbi. Pela Série B, no mesmo dia, o Vasco visitará o Botafogo no Engenhão.

TRICOLOR NA FRENTE!

A equipe do técnico Hernán Crespo começou o jogo com uma marcação sob pressão no Vasco e já criou a primeira chance de gol antes do primeiro minuto de partida. Rigoni driblou o goleiro Vanderlei, mas ficou sem ângulo para chutar.

O time carioca deixou Benítez sem marcação no meio-campo e na primeira bola que recebeu, encontrou Rigoni na área. Ele dominou, tirou do marcador e mandou para as redes aos 13 minutos. O Vasco finalmente acordou e tentou equilibrar a partida. Léo Jabá começou a aparecer mais em campo e procurava Cano, que tinha dificuldades para se livrar da marcação de Arboleda e Miranda.

São Paulo vence o Vasco da Gama

LEVOU!
O Vasco voltou ligado no segundo tempo e assustou logo no primeiro minuto. Cano invadiu a área e bate, mas Léo corta. Bruno Gomes pega o rebote e solta a bomba, mas por cima do gol de Volpi.

Mas o São Paulo retomou o domínio da partida graças à dupla Benítez e Rigoni. Após boa jogada dos dois, o argentino bateu de fora da área e Vanderlei fez a defesa. Na sequência, Rigoni tocou para Pablo e obrigou o goleiro vascaíno fazer boa defesa. Em mais uma troca entre Benítez e Rigoni o argentino bateu rasteiro e acertou a trave.

O São Paulo ampliou aos 33. Reinaldo bateu escanteio na primeira trave, e Pablo desviou de cabeça para as redes. Mesmo com a vantagem, o time anfitrião continuou ditando o ritmo e ainda teve mais uma chance de ampliar nos acréscimos.

Deixe uma resposta

Copyright © All rights reserved. | Newsphere by AF themes.