Brasil vence Sérvia de virada em dia de show de Douglas Souza e Lucarelli; confira como foi mais um triunfo brasileiro.omo

Spread the love

Por Carlos Fiúza de Salvador para o Zigzagdoesporte.com.br direto da redação.

Tabela da Liga das Nações de vôlei masculino 2021

O primeiro set assustou. Principalmente, porque parecia uma repetição do que tinha acontecido contra a França: o Brasil, jogando contra adversário forte, abriu vantagem, mas falhou na hora da definição da parcial. Mas o roteiro contra a Sérvia, neste sábado, foi totalmente diferente depois disso. Sem se deixar abalar, a seleção masculina virou e venceu por três sets a um, parciais de 23/25, 25/23, 25/15 e 25/22.

Mais importante do que o resultado, o jogo serviu para mostrar a evolução do bloqueio da seleção. Fundamento que não vinha tão bem, agora foi fundamental na partida contra o forte ataque sérvio. Foram 14 pontos da seleção de bloqueio (contra o Japão, no dia anterior, foram apenas três pontos no fundamento).

Douglas e Lucarelli comeram a bola no jogo. Os dois foram os principais responsáveis pela vitória da seleção. Além de garantirem a virada de bola, ainda foram muito bem no bloqueio, sendo os melhores do time também nesse fundamento. Alan também foi muito bem, mostrando segurança em momentos importantes.

Com a vitória, o Brasil chega aos 15 pontos e vai subir da terceira para a segunda posição na tabela ao fim da rodada. A Sérvia ficou em sexto, com 11, mas segue na luta por uma vaga na fase final do torneio.

Próximos jogos

A seleção masculina descansa alguns dias agora e volta a jogar na terceira semana do torneio na próxima quarta-feira. O adversário será a Holanda, a partir das 16h. Na quinta, encara a Bulgária, às 13h, e, na sexta, fecha a rodada contra a Polônia, às 16h. Todos os jogos têm transmissão ao vivo do Sportv e o ge acompanha em tempo real.

O Brasil voltou a rodar o time e começou com Bruninho, Alan, Maurício Souza, Flavio, Lucarelli, Douglas Souza e com Thales e Maique revezando como líberos. A seleção começou bem, principalmente com Douglas, e, aos poucos, foi abrindo. Em bom saque de Bruninho, a bola voltou de xeque para Lucarelli fazer 16 a 12. Parecia que o set estava encaminhado, mas o Brasil passou a dar pontos de graça para o rival. Flavio errou o ataque e Douglas errou o passe e a Sérvia encostou em 17 a 16. Os times passaram a trocar pontos e, na reta decisiva, Lucarelli errou duas vezes. Primeiro, tentou explorar o bloqueio, mas a bola foi para fora (24 a 23). Depois, errou o passe e deu o 25 a 23 para os europeus.

Os times voltaram trocando pontos no segundo set. O Brasil garantia seus pontos na força do ataque, mas tinha dificuldade em achar os atacantes da Sérvia no bloqueio. Atanasijevic aproveitou contra-ataque e abriu dois pontos para a Sérvia pela primeira vez no 11 a 9. Mas o próprio oposto foi parado por Douglas Souza e o jogo voltou a ficar empatado no 16 a 16. Aliás, foi o bloqueio entrar, principalmente com a dupla de ponteiros, que o Brasil abriu. Lucarelli parou Luburic e o Brasil fez 21 a 19. Em novo toco de Douglas em Atanasijevic, a seleção fez 24 a 21. A Sérvia ainda apertou, mas em saque errado de Luburic, o Brasil fechou em 25 a 23.

A Sérvia começou bem o terceiro set e abriu 2 a 0 logo de cara. Mas o Brasil não se assustou e rapidamente virou. Isac fechou a porta para Krsmanovic e fez 5 a 4. Em contra-ataque espertíssimo, Bruninho levantou de primeira para Douglas, que veio voando e bateu sem bloqueio para abrir três pontos de vantagem (8 a 5). O ponteiro parou Luburic no bloqueio e a vantagem foi para seis pontos (14 a 8). Em grande rally, Lucarelli fez uma defesaça e Bruninho acionou mais uma vez Douglas para o Brasil abrir nove pontos no placar (19 a 10). Aí foi só administrar até fechar com Lucarelli em 25 a 15.

O time europeu começou com tudo no quarto set. Krsmanovic parou Alan e a Sérvia abriu 8 a 5. Mas o próprio oposto brasileiro deu o troco em cima de Luburic e empatou o jogo em 9 a 9. Os sérvios voltaram a abrir após ace de Atanasijevic e ataque para fora de Isac (14 a 11). Mas o próprio meio se redimiu logo em seguida. Fez dois aces e uma sequência de saques tão boa que permitiu contra-ataques que ajudaram a seleção a virar para 16 a 14, em ataque de Lucarelli. O Brasil seguiu forte no ataque, a Sérvia sentiu e, em saque na rede de Kovacevic, a seleção fechou o jogo em 25 a 22.

About admin

O nosso site é voltado para o esporte, escrevemos e publicamos sobre 40 modalidades esportivas. A nossa meta é levar o esporte cada vez mais longe para o maior número possível de pessoas. O ZigZag do Esporte é a nossa Revista Eletrônica do Esporte, acesse, curta, comente e mande sugestões.

Comentários via Facebook:

Deixe uma resposta