Hamilton elogia Bottas e classifica vitória na Rússia como ‘estranha’. Entenda o fato.

Carlos Fiúza de Salvador para o Zigzagdoesporte direto da redação.

“Não parece bom. Não acho que teve alguma vez que terminei em primeiro e me senti da maneira que me sinto agora”.

Lewis Hamilron venceu o Grande Prêmio da Rússia após Toto Wolff e a Mercedes terem ordenado que Valtteri Bottas desse passagem para o britânico. Após a corrida, o líder do Mundial de Pilotos rasgou elogios ao seu companheiro de equipe e comentou a situação vivida.

“Não parece bom. Não acho que teve alguma vez que terminei em primeiro e me senti da maneira que me sinto agora. É definitivamente um sentimento conflitante porque naturalmente você quer aumentar a vantagem no Mundial de Pilotos, mas somos um time e há dois campeonatos”, comentou na entrevista coletiva.

“Valtteri fez um trabalho excepcional no final de semana e no treino classificatório. Ontem vocês puderam ver o quão feliz eu estava por ele. Eu assegurei a Valtteri que não foi algo que pedi, mas isso foi o que a equipe sentiu que era correto. Essa é uma situação estranha para se estar. Não há muitos companheiros de equipe que fariam isso”, completou Hamilton.

Com a primeira colocação, o piloto britânico chegou a 306 pontos e abriu 50 pontos de vantagem em relação ao alemão Sebastian Vettel, da Ferrari. O segundo posto o deixaria com diferença de 43 pontos.

About admin

O nosso site é voltado para o esporte, escrevemos e publicamos sobre 40 modalidades esportivas. A nossa meta é levar o esporte cada vez mais longe para o maior número possível de pessoas. O ZigZag do Esporte é a nossa Revista Eletrônica do Esporte, acesse, curta, comente e mande sugestões.

Comentários via Facebook:

Deixe uma resposta