Bahia é surpreendido pelo Sergipe com golaço de bicicleta, e leva olé na Arena.

Carlos Fiúza de Salvador para o Zigzagdoesporte.com.br

Na noite desta quarta-feira, a Arena Fonte Nova foi o palco do duela entre Bahia e Sergipe, válido pela sexta rodada da Copa do Nordeste. E o Bahia bem que tentou. Diante de sua torcida, o time foi superior durante os 90 minutos, mas pecou na finalização e ainda esbarrou na ótima atuação do goleiro Erivelton. E como se isso não bastasse, foi castigado com um belo gol de bicicleta no segundo tempo e acabou derrotado por 1 a 0, ao som de vaias e protestos da torcida.

Com o resultado, o Sergipe consegue sua primeira vitória e seus primeiros pontos. Assim, a equipe sobe suas posições e assume a sexta colocação do grupo A de forma provisória, já que os outros times ainda vão jogar pela rodada. O Bahia, por sua vez, fica com nove pontos e com o quarto posto do Grupo B.

O jogo

O Bahia começou a partida ficando mais com a bola e pressionando o Sergipe em seu campo de ataque. As equipes, porém, erravam muitos passes no primeiros minutos.

A primeira boa chegada do Bahia foi aos cinco minutos, quando Gilberto recebeu lançamento, chutou cruzado e viu a bola passar perto da trave do goleiro.

O ataque do Bahia se movimentava bem e o time seguia pressionando, sem dar espaços para os adversários. Não à toa, os visitantes chutaram ao gol pela primeira vez só aos 13 minutos.

Com o passar do tempo, o Sergipe foi ganhando confiança e tentava ficar mais com a bola no pé. No melhor momento da equipe, porém, o Bahia quase abriu o placar. Aos 20 minutos, Artur recebeu de Arthur Caíke e chutou colocado no canto direito, mas a bola explodiu na trave.

Enquanto a torcida ia se irritando na arquibancada, o Bahia seguia melhor na partida, mas pecava na finalização. Aos 31, mais uma chance desperdiçada, quando a defesa do Sergipe bobeou e entregou para Arthur Caíke, que chutou novamente bem, mas sem sorte e a bola passou perto da trave de Erivelton.

O problema do Bahia nas finalizações seguiu até o fim dos 45 minutos e, com vaias da torcida tricolor, o primeiro tempo terminou com o placar inalterado.

Pressão Tricolor, mas nada de gol

O time da casa voltou com tudo para a segunda etapa e já assustou a defesa do Sergipe logo no primeiro minuto. Com pressão do Bahia, Artur chutou forte de dentro da área e obrigou Erivelton e fazer uma boa defesa para evitar o primeiro gol.

Assim como na etapa inicial, o Bahia era superior e dominava a partida, mas continuava sofrendo com a pontaria. O Sergipe, por sua vez, bem que tentava ficar com a bola e trocar passes, porém, não conseguia ter sucesso.

Além do problema das finalizações, os visitantes também contaram com ótima atuação do seu goleiro para se manter vivo no jogo. Aos sete minutos, após falha de Cláudio Baiana, Arthur Caíke cabeceou e Eriveltou operou mais uma grande defesa para salvar a equipe alvirrubra.

Surpresa na Fonte Nova

Como diz o ditado: quem não faz… Depois de muito tentar e não ter eficiência para marcar, o Bahia foi castigado com um gol do Sergipe. Aos 33 minutos, após cobrança de escanteio, a bola foi desviada para o meio da área e Júnior Batata acertou uma bela bicicleta, estufando a rede e arrancando aplausos da torcida.

Depois do gol, os torcedores perderam de vez a paciência com o Bahia. Cada vez que o time pegava na bola, vaias. Isso sem falar nos gritos de “ou joga por amor, ou joga por terror.”

A equipe da casa ainda bem que tentou, mas a bola realmente não queria entrar e nada pôde ser feito para evitar os primeiros pontos do Sergipe no Nordestão.

FICHA TÉCNICA
Bahia 0 x 1 Sergipe
Copa do Nordeste – 6ª rodada

Local: Arena Fonte Nova, em Salvador
Data: 13/03/2019 (quarta-feira)
Horário: 19h30
Árbitro:  Adriano Barros Carneiro (CE)
Assistentes: Nailton Junior de Sousa Oliveira e Renan Aguiar da Costa (ambos do CE)

Cartões amarelos: Douglas Augusto e Gilberto (Bahia) / Diego, Erivelton e Ariel (Sergipe)

Gol: Batata (Sergipe)

Bahia: Douglas; Flávio, Jackson, Lucas Fonseca e Moisés; Douglas Augusto (Caíque); Shaylon (Guilherme), Ramires, Arthur Caíke (Rogério) e Artur; Gilberto. Técnico: Enderson Moreira.

Sergipe: Erivelton; Rhuan, Alexandre, Heverton (Cláudio Baiano) e Mário; Diego, Brendon, Leandro Love, Ramalho e Ariel (Felipe Hereda); Batata (Maranhão). Técnico: Leandro Campos.

About admin

O nosso site é voltado para o esporte, escrevemos e publicamos sobre 40 modalidades esportivas. A nossa meta é levar o esporte cada vez mais longe para o maior número possível de pessoas. O ZigZag do Esporte é a nossa Revista Eletrônica do Esporte, acesse, curta, comente e mande sugestões.

Comentários via Facebook:

Deixe uma resposta