22/05/2024

zigzagdoesporte.com.br

A sua revista eletrônica do esporte

Brasil bate Rússia em três sets e está na final; Feminino fica em sétimo

3 min read

Seleção brasileira Sub-23 está na final do Mundial.

Do ZigZag do Esporte.

Mundial de Vôlei Sub-23 Masculino e Feminino 2013.

A seleção brasileira masculina Sub-23 de vôlei mostrou força. Neste sábado, em confronto diante da Rússia, adversário mais temido, pelas semifinais do Campeonato Mundial, a equipe verde e amarela não teve problemas para vencer por 3 sets a 0 (21/16, 22/20 e 25/23), em 1h13, e garantir vaga na grande final da competição, neste domingo, em Uberlândia. O adversário sai do confronto entre Bélgica e Sérvia, que se enfrentam às 21 horas (de Brasília) deste sábado.

O Brasil apresentou excelente desempenho no bloqueio neste sábado. Ao todo, foram 15 pontos neste fundamento. Sete deles, marcados pelo central Matheus. “Como sempre, estudamos bastante o adversário. Fomos dormir sonhando com o que eles fazem e como eles fazem, para, hoje, fazermos o nosso melhor sem dar chances para eles”, explicou o jogador.

Outro fator determinante no triunfo brasileiro foi a volta do capitão, Ricardo Lucarelli. Depois de três jogos fora por um desconforto na panturrilha, o ponteiro retornou, começou como titular e marcou 11 pontos – apenas um a menos do que o maior pontuador do jogo, o oposto Rafael. Feliz com a recuperação e com o resultado, Lucarelli foi um dos que mais comemorou após a partida.

“Infelizmente, não pude jogar algumas partidas, por causa de um incômodo na panturrilha e, agora, que já estou quase 100%, fico feliz de poder ajudar o time nesta vitória. Foi um jogo difícil, mas, no momento em que conseguimos acertar o saque, o jogo saiu. Acho que o saque foi nossa grande arma nessa partida”, comentou.
Agora, a seleção brasileira aguarda o vencedor do confronto entre Bélgica e Sérvia para conhecer o seu adversário na final, disputada neste domingo, a partir das 17h30 (de Brasília), no ginásio Sabiazinho, em Uberlândia (Minas Gerais). Para o treinador Rubinho, porém, o Brasil não tem preferência na escolha do rival. “Acredito que a final será difícil como foi hoje. Entre Sérvia e Bulgária, espero só dificuldade. Hoje, tivemos que recuperar todos os sets, mas nos portamos bem taticamente”, encerrou.

Se os jovens do Brasil garantiram vaga na final do Mundial Sub-23, as mulheres tiveram que amargar apenas a sétima colocação. A posição final foi definida neste sábado, após confronto diante da Alemanha, em Tijuana, no México. A seleção venceu por 3 sets a 1 (25/20, 25/17, 20/25 e 25/15), em 1h42 de jogo, e garantiu o sétimo posto.

A ponteira Ellen foi a maior pontuadora do confronto com 18 acertos (12 de ataque, cinco de bloqueio e um de saque). A oposto Glauciele também pontuou bem com 13 pontos. “Nosso time teve uma boa atuação hoje. Nós ainda estamos absorvendo o fato de não chegarmos às semifinais. Terminamos bem na fase de classificação e acredito que nossa equipe poderia ter chegado mais longe. Apesar de tudo, foi um grande aprendizado para todos. Parabenizo a Federação Internacional de Voleibol pela iniciativa da criação do Mundial sub-23”, elogiou o técnico Cláudio Pinheiro.

Na primeira fase, a Seleção Brasileira terminou em terceiro lugar do Grupo B, perdendo vaga para os jogos seguintes. Na disputa do quinto ao oitavo lugar, o time verde e amarelo foi derrotado pela Itália por 3 sets a 0 e, neste sábado, venceu as alemãs, terminando a competição no sétimo posto.

Após a partida, a ponteira Ellen parabenizou todas as jogadoras do grupo brasileiro. “Nos sentimos melhor no jogo de hoje. No entanto, ainda estamos um pouco tristes porque poderíamos estar disputando uma medalha. Quero parabenizar todo o time pela maneira que jogamos hoje”, decretou.

About Author

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © All rights reserved. | Newsphere by AF themes.