13/04/2024

zigzagdoesporte.com.br

A sua revista eletrônica do esporte

Nem Amanda, nem Aline. Ex-BBB luta por inclusão de esporte em Olimpíadas. Entenda o fato.

3 min read

Pedro Ivo Almeida Do UOL, no Rio de Janeiro.

Ex-BBB Fernando jogou basquete antes de entrar na casa global

1 / 13

Ex-BBB Fernando Medeiros (e) participa de jogo de Basquete 3 x 3Reprodução/Facebook

Ex-BBB Fernando jogou basquete antes de entrar na casa global

1 / 13

Ex-BBB Fernando Medeiros (e) participa de jogo de Basquete 3 x 3Reprodução/Facebook

Durante 85 dias, Fernando Medeiros ficou trancado numa casa e protagonizou um triângulo amoroso acompanhado de perto por todo o Brasil. Ao deixar o Big Brother, todos queriam saber com quem o produtor cultural ficaria: Aline, sua companheira no início do programa, ou Amanda, parceira no final. Fora do ambiente global, no entanto, ele evita comentar os romances na casa. Suas preocupações no momento são outras. Mais especificamente, com esportes e projetos sociais.

E aproveitando a exposição adquirida na atração terminada há menos de uma semana, Fernando lutará por uma causa antiga. Atleta de basquete durante a adolescência e início da fase adulta, o ex-BBB tenta ajudar uma modalidade recém-criada a conseguir uma vaga nas Olimpíadas.

Trata-se do 3×3, um basquete jogado em meia quadra por duas trincas de jogadores, incentivado e desenvolvido pela Federação Internacional de Basquete (Fiba) desde 2007.

“O meu foco sempre foi esporte e inclusão social. Fui atleta também. A minha ideia é potencializar isso e ajudar o que sempre joguei, potencializando uma modalidade e dando mais força nessa briga para entrar nos Jogos Olímpicos de 2020”, disse.

Montagem BOL/Reprodugão/GShow

Fernando protagonizou triângulo com Amanda (e) e Aline (d) no BBB 2015

A ideia de desenvolver eventos de 3 x 3 e ajudar a massificar a nova modalidade não chega a ser nova, mas o projeto foi interrompido. Agora, com a presença de Fernando no BBB, ganhou força. Mas ele não é o único famoso na luta.

“Conheço o Leandrinho [brasileiro que atua no Golden State Warriors, da NBA] há algum tempo e surgiu a ideia de fazer um futebol beneficente na Copa, na Vila Olímpica do Vidigal. Com Thierry Henry, Steve Nash, Fábio Luciano, vários artistas. Foi um sucesso. E então surgiu a ideia de fazer um projeto com o basquete. Eu não sabia que ia pintar a oportunidade de entrar no Big Brother. A ideia era fazer uma escola de 3 x 3 nas comunidades carentes, já que o esporte vinha crescendo”, comentou, adiantando que já retomou a ideia tão logo deixou a casa global.

“A ideia é dar sequência agora, mas fazendo um torneio maior. Falei com o Leandro na quinta, já trocamos algumas ideias e estamos desenvolvendo, agilizando para que, quando acabe os playoffs da NBA [maio], ele já chegue aqui no Brasil e role o evento. Queremos fazer o evento no Vidigal e levar o 3 x 3 para mais umas três comunidades”, explicou.

Responsável pela modalidade no Brasil, o coordenador da Confederação Brasileira (CBB) Chico Chagas destacou a importância de atrair os holofotes para a luta na transformação da modalidade em olímpica.

“Temos um trabalho de sucesso, bem encaminhado. Junto com a Fiba, realizamos campeonatos mundiais todos os anos. Um dos aspectos avaliados pelo Comitê Olímpico Internacional é a massificação do esporte. É muito bom contar com esse apoio dele [Fernando] e ver o ‘3 x 3’ com um alcance tão grande, cheio de adeptos”, ressaltou Chico.

E Fernando garante que o projeto não ficará apenas no discurso, revelando contato com outras entidades para levantar o 3 x 3. “Seria um sonho ver isso nas Olimpíadas. Tomara muito. Penso muito nisso. Já estamos em contato com as pessoas ligadas à confederações e NBA [escritório no Brasil] para crescer ainda mais. A exposição dentro da casa é importante nestas horas, lutando pelo que se acredita”, finalizou.

 

About Author

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © All rights reserved. | Newsphere by AF themes.