15/04/2024

zigzagdoesporte.com.br

A sua revista eletrônica do esporte

Líder do ranking mundial, Mineirinho diz: ‘Corrida pelo campeonato começa agora’; confira a classificação geral atualizada.

3 min read

Do Zigzagdoesporte.com.br por ESPN.com.br com Gazeta Press.

Getty

Mineirinho (foto) lidera com 7.550 pontos de vantagem sobre Mick Fanning
Mineirinho (foto) lidera com 7.550 pontos de vantagem sobre Mick Fanning

Líder do Circuito Mundial de surfe 2015 (WCT), Adriano de Souza, o Mineirinho, já pensa em ampliar sua vantagem para os demais competidores. Após ser campeão em Margaret River, na Austrália, na madrugada desta sexta-feira, o surfista do Guarujá comemorou o fato de marcar seu nome na história do torneio e ressaltou que, para ele, a “corrida pelo campeonato” vai começar na etapa seguinte, no Rio de Janeiro.

Após sofrer com lesões no ano passado, Mineirinho começou 2015 com um terceiro lugar em Gold Coast, onde o compatriota Filipe Toledo foi campeão. Em seguida, Adriano foi vice-campeão em Bells Beach após uma eletrizante final contra Mick Fanning, que só saiu do mar vencedor pelos critérios de desempate. Desta vez, em Margaret River, a última etapa da “perna australiana”, o guarujaense assumiu a liderança do ranking mundial ao se classificar às quartas de final e contar com os tropeços de Toledo, Fanning e Julian Wilson. Na decisão, ele bateu o havaiano John John Florence por 17.53 a 16.87.

“Vim para Margaret River muito motivado após Bells Beach, onde empatei na final e perdi a vitória. Mas eu acredito muito em Deus e sei que, se não conseguisse em Bells, me daria essa chance mais adiante e foi o que aconteceu aqui. Eu sempre sonhei em colocar o nome nessa escada. Todo dia eu vinha aqui e olhava essa escada, sonhando em colocar meu nome aqui. Essa etapa foi desafiadora”, afirmou Mineirinho que, agora, é dono de cinco títulos de etapa.

Campeão no Rio de Janeiro em 2011, Adriano de Souza lidera o Mundial com 7.550 pontos de vantagem sobre Mick Fanning, o segundo colocado. Na Cidade Maravilhosa, o membro do Brazilian Storm vai cair na água com a camisa amarela – exclusiva aos líderes do campeonato – e quer aumentar essa diferença para os principais concorrentes.

“Para mim, a corrida pelo campeonato começa agora. Estou muito orgulhoso em poder competir em casa com a camisa amarela”, disse Mineirinho, lembrando que, por ser o novo líder, terá mais atenção dos adversários. “Será uma etapa bem difícil, onde todos estarão de olho em mim. Mas estou muito motivado e tenho que continuar trabalhando e evoluindo para ser recompensado”, declarou o surfista de 28 anos, que ainda dedicou o título de Margaret River ao amigo Ricardinho dos Santos, morto a tiros por um policial, na Guarda do Embaú, em Palhoça, Santa Catarina.

“A Guarda do Embaú está orgulhosa em ver o nome dele de novo no alto do pódio. Esperava que fosse em Bells Beach, mas não deu. Estou muito feliz em poder dedicar essa vitória para ele. Também sempre desejei igualar meu ídolo Fábio Gouveia, que conquistou quatro vitórias. E agora eu tenho cinco. Estou muito orgulhoso disso”, afirmou o líder do Mundial de 2015.

A quarta das 11 etapas do Mundial será realizada na praia da Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro, e está prevista para acontecer entre os dias 11 e 22 de maio.

Confira os cinco melhores do ranking mundial e a colocação dos brasileiros após três etapas do WCT :

1º: Adriano de Souza (BRA) – 24.500 pontos
2º: Mick Fanning (AUS) – 16.950
3º: Filipe Toledo (BRA) – 15.700
4º: Julian Wilson (AUS) – 14.950
5º: Nat Young (EUA) – 14.750
12º: Miguel Pupo (BRA) – 8.750
16º: Gabriel Medina (BRA) – 7.450
17º: Jadson André (BRA) – 6.250
18º: Ítalo Ferreira (BRA) – 6.250
21º: Wiggolly Dantas (BRA) – 6.200.

About Author

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © All rights reserved. | Newsphere by AF themes.