25/06/2024

zigzagdoesporte.com.br

A sua revista eletrônica do esporte

Vida boa de pilotos da F-1 no Brasil tem travesseiro de camomila e mordomo

2 min read

Rosberg liderou os treinos desta sexta-feira.

Do ZIgZag do Esporte/Fórmula 1.

 

O Grande Prêmio do Brasil poderia não ter muitos atrativos para os pilotos, afinal, o campeonato já está decidido. Mas isso é o de menos para eles. As estrelas da Fórmula 1 querem curtir a boa vida em São Paulo e as diversas mordomias que eles têm à sua disposição.

Os hotéis na Zona Sul de São Paulo, onde estão hospedados, oferecem uma gama repleta de luxo para seus ilustres hóspedes. Eles têm direito a presentes generosos de patrocinadores, mordomo 24 h por dia e diferentes tipos de travesseiros.

“Nós temos 14 tipos de travesseiro. Tem de aromas diferentes como lavanda e camomila, tem uns mais terapêuticos para quem quer descansar e chega com o corpo doendo da viagem. O hóspede tem um menu e pode escolher”, disse o mordomo do Sheraton WTC, Seu Vavá.

Seu Vavá trabalha há 16 anos no hotel e fala com orgulho sobre o travesseiro que, segundo a descrição, tem ondas magnéticas e infravermelhas que relaxam os músculos.

No local, já se hospedaram o heptacampeão do mundo Michael Schumacher e o engenheiro Ross Brawn. Para o Grand Prêmio deste domingo, três equipes estão no local, entre elas a Force India e seus pilotos Paul di-Resta e Adrian Sutil.

O Hyatt também já encheu de mimos o maior campeão da história da Fórmula 1. Em uma das corridas no Brasil, a mulher de Schumacher, Corinna, se apaixonou por uma cachorrinha no autódromo e levou para o hotel.

Sem condições de cuidar da cadela, o concierge Alessandro Cordeiro a levou para um spa com direito a dentista e hidromassagem. Além dos animais de estimação, até as roupas têm tratamento especial.

Os macacões que os pilotos utilizam nos treinos e nas provas são lavados com tanto cuidado que o hotel disponibiliza um segurança que fica na porta da lavanderia 24 h diárias.

Além dos mimos nos hotéis, os pilotos são agraciados com muitos presentes. As montadoras costumam ceder seus melhores carros a eles, principalmente as que têm parcerias com as equipes.

“A gente chega à garagem e vê carros com padrão muito acima do normal, mesmo para o nível do hotel. Tinha Jaguar, Mustang… E eles mesmo gostam de dirigir, recusam motorista. Pegam o GPS e saem pela cidade”, disse o concierge.

 

Fonte: Luiza Oliveira
Do UOL, em São Paulo

About Author

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © All rights reserved. | Newsphere by AF themes.