23/05/2024

zigzagdoesporte.com.br

A sua revista eletrônica do esporte

Messi volta, marca dois, e Barcelona vence Getafe pela Copa do Rei

3 min read

Lionel Messi está de volta.

Quase dois meses depois de sofrer uma das lesões mais graves da carreira, o argentino retornou em grande estilo ao futebol, ao Barcelona, ao Camp Nou. Foram dele o terceiro e o quarto gols na vitória por 4 a 0 sobre o Getafe, na noite desta quarta-feira, pela fase de oitavas de final da Copa do Rei.

O clube catalão abriu vantagem sem a presença do argentino, que entrou quando o placar já mostrava 2 a 0, com dois de Cesc Fábregas.

Mas o público de 39 mil pessoas – o pior do clube nesta temporada – só vibrou e se envolveu mesmo quando o argentino entrou em campo, aos 19 minutos do segundo tempo.

A lesão no bíceps femural da perna esquerda não parece ter incomodado. Messi entrou em campo um tanto tímido. Depois, mais seguro, ele arriscou, deu mostras de sua habitual habilidade e capacidade técnica.

A partida, pelas oitavas de final da Copa do Rei, era marcada pela expectativa sobre o retorno do maior craque da equipe azul e grená. Fora dos gramados desde o dia 10 de novembro do ano passado, o argentino começou o duelo no banco.

Getty

Pedro e Fábregas se abraçam após primeiro gol da partida: atacantes tiveram bom desempenho
Pedro e Fábregas se abraçam após primeiro gol da partida

Neymar, que estava relacionado até a manhã de quarta-feira, acabou cortado no dia da partida, devido a uma gastroenterite. Assim, o ataque do Barcelona começou a partida com Pedro, Alexis Sánchez e Cesc Fábregas.

Desde o início do duelo, o clube catalão mostrou-se dominante. A defesa, mesmo sem a formação titular – jogaram Pinto, Montoya, Puyol, Mascherano e Adriano -, não tinha problemas para conter o ataque do Getafe.

No meio, Busquets e Iniesta comandavam a linha de passe com a companhia de Sergi Roberto, substituto de Xavi, que foi poupado e só ficou no banco porque Neymar foi cortado.

O ataque tinha Pedro, Fábregas e Alexis Sánchez. Um trio que não demorou muito para funcionar. Aos 8 minutos, após ótimo cruzamento de Pedro pela direita, Fábregas tocou de cabeça para abrir o placar.

O que se viu a seguir, até os 30 minutos, foi o tradicional ritmo de toque de bola do Barcelona. Com Iniesta como maestro, a equipe de Tata Martino tocava sem que o adversário conseguisse fazer muito. Nos minutos finais da etapa inicial, o Getafe até criou chances, mas não conseguiu o empate.

A expectativa no intervalo era pela entrada de Lionel Messi, mas o Barcelona voltou ao campo com os mesmos 11 jogadores.

Aos 18 minutos, quando o argentino já se aquecia para voltar ao Camp Nou, o Barcelona marcou mais uma vez: Pedro foi derrubado na área, e Fábregas cobrou bem o pênalti para fazer 2 a 0.

A festa pelo gol, contudo, acabou ofuscada pela comemoração que veio um minuto depois, quando o camisa 10 pisou no gramado para substituir Andrés Iniesta.

Ainda sem ritmo, o melhor jogador do mundo nas últimas quatro temporadas teve dificuldades nos primeiros contatos com a bola, mas logo parecia mais confiante. O argentino passou a ser alvo de grande parte dos passes – os companheiros pareciam buscá-lo, envolvê-lo no jogo.

Aos 35, o argentino fez ótima jogada pela esquerda, passou por dois adversários e cruzou para Pedro, que por muito pouco não tocou de cabeça para o gol. Depois, cobrou falta com perigo. Era Messi incomodando, aparecendo, buscando o jogo.

Faltava marcar um gol.

Messi fez mais. Fez dois. O primeiro, em puro lance de oportunismo após jogada de Montoya pela direita. O segundo, após receber passe de Song, invadir a área e chutar para o gol.

Lionel Messi está de volta.

 

Fonte: Espn

About Author

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © All rights reserved. | Newsphere by AF themes.