18/04/2024

zigzagdoesporte.com.br

A sua revista eletrônica do esporte

Bárbara Domingos ganha ouro inédito e conjunto retoma hegemonia na ginástica rítmica dos Jogos Pan-Americanos 2023 . VEJA!

3 min read

Por Carlos Fiúza de Salvador para o Zigzagdoesporte.com.br

Enquanto Bárbara Domingos conquista primeiro ouro do Brasil em provas individuais de ginástica rítmica, conjunto volta ao lugar mais alto do pódio na prova geral por equipes nos Jogos Pan-Americanos 2023.

Enquanto Bárbara Domingos conquista primeiro ouro do Brasil em provas individuais de ginástica rítmica, conjunto volta ao lugar mais alto do pódio na prova geral por equipes nos Jogos Pan-Americanos 2023. Maria Eduarda Alexandre também foi bronze no individual geral nesta quinta-feira, 2 de novembro.

Bárbara Domingos compete nas maças dos Jogos Pan-Americanos 2023
                                                                                   (Ricardo Bufolin/CBG)
ginástica rítmica do Brasil viveu um dia histórico nesta quinta-feira, 2 de novembro, nos Jogos Pan-Americanos 2023 em Santiago, Chile. Depois de Bárbara Domingos conquistar o primeiro ouro do Brasil em provas individuais, o conjunto do país retomou a hegemonia da competição com o título no torneio geral por equipes.Na final do individual geral, Babi obteve 129.550 pontos na somatória dos quatro aparelhos (maça, arco, bola e fita). A norte-americana Evita Griskena garantiu a medalha de prata com 127.400. A também brasileira Maria Eduarda Alexandre, campeã do Pan Júnior em 2021, foi bronze com 127.250 pontos. Geovanna Santos, terceira atleta do Brasil na competição, foi a sexta colocada.

Esta é a primeira medalha de ouVro de uma brasileira em prova individual na história do evento. Até então, os melhores resultados eram duas medalhas de prataAngélica Kvieczynski na maça em Guadalajara, 2011, e com a própria Babi na fita em Lima, há quatro anos. No individual geral, que soma os quatro aparelhos, foram dois bronzes: Angélica Kvieczynski (2011) e Natália Gaudio (2019).

Além disso, a medalha de ouro nos Jogos Pan-Americanos 2023 consagra a grande temporada de Bárbara Domingos. No Mundial de Ginástica Rítmica deste ano, ela foi 11ª no individual geral, o melhor resultado do país na prova, e ainda obteve uma cota Olímpica para o Brasil em Paris 2024. Também conquistou dois bronzes no circuito mundial da modalidade nas provas de fita.

Já na prova do conjunto, o Brasil conquistou o título com 64.550 pontos na somatória das duas apresentações (35.400 nos 5 Arcos e 29.050 na série mista), com Bárbara Galvão, Gabriella Castilho, Victoria Borges, Giovanna Oliveira e Nicole Pircio. O time do México ficou com a medalha de prata com 61.750 pontos. Já os EUA garantiram o bronze com 58.300.

Este é o sexto título brasileiro na disputa geral por equipes nas últimas sete edições dos Jogos Pan-Americanos. Principal força do continente há algum tempo, o país foi pentacampeão entre 1999 e 2015. Entretanto, ficou com o bronze na última edição, realizada em 2019 em Lima, no Peru. Neste ano, porém, ficou na quarta posição do Mundial de 2023 nos 5 Arcos e obteve a vaga Olímpica em Paris 2024.

A lista de títulos da ginástica rítmica em Santiago pode aumentar nos próximos dois dias com as finais por aparelhos. Nesta sexta-feira, 3 de novembro, acontecem as provas individuais de arco e de bola a partir das 11h15 no fuso horário local e de Brasília. Às 18h tem a final do conjunto nos 5 Arcos.

About Author

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © All rights reserved. | Newsphere by AF themes.