21/02/2024

zigzagdoesporte.com.br

A sua revista eletrônica do esporte

acompanhe excelentee giro pelos campeonatos pela Europa;confira resultados do campeonato inglês

9 min read

Da redação do Zigzagdoesporte por Carlos Machado.

Campeonato Inglês.

City passa sufoco, mas bate Stoke e volta a vencer no Campeonato Inglês

O Manchester City teve de sofrer para reagir no Campeonato Inglês. Jogando em casa, a equipe do técnico Manuel Pellegrini derrotou o Stoke City, neste sábado, por 1 a 0 e voltou a vencer após duas partidas na competição.

Sem criatividade no setor ofensivo, o City encontrou grande dificuldade para superar a defesa do Stoke, que é a terceira mais vazada do Campeonato Inglês. E, com isso, só conseguiu o gol da vitória aos 25 minutos do segundo tempo.

O marfinense Yayá Touré foi o responsável por garantir o 18º triunfo do City. Ele recebeu cruzamento de Kolarov, pela esquerda, e só desviou para o gol do Stoke. Esse foi o 13º gol dele, ficando entre os cinco principais goleadores do Inglês.

Com a vitória, o City se manteve na briga pela liderança da competição, agora com 57 pontos em terceiro lugar e uma partida a menos que seus principais concorrentes. A ponta pertence ao Chelsea, com 60, seguido pelo Arsenal, com 59.

A vitória também encerrou um jejum de 24 dias do City sem vitória no Inglês. Nesse período, a equipe perdeu para o Chelsea por 1 a 0 e empatou com o Norwich sem gols. Na rodada passada, o jogo contra o Sunderland foi adiado por causa da má condição do tempo.

Além de vitória que selou a recuperação no Inglês, o City esquece um pouco a derrota para o Barcelona que o complicou na Liga dos Campeões. Na terça-feira passada, a equipe levou 2 a 0 dos espanhóis em casa e praticamente deram adeus à competição.

A 27ª rodada do Inglês também teve sofrimento do líder. O Chelsea precisou de um gol nos acréscimos de John Terry para derrotar o Everton por 1 a 0. O Arsenal, contudo, passeou no Emirates Stadium e goleou o Sunderland por 4 a 1.

Nos demais jogos da rodada, o Hull City goleou o Cardiff por 4 a 0, o West Ham bateu o Southampton por 3 a 1, e o West Bromwich ficou no 1 a 1 com o lanterna Fulham.

Herói: Terry volta, marca nos acréscimos e salva Chelsea contra o Everton.

Antes do jogo, Mourinho comemorou o retorno de Terry por conta do desempenho irregular de sua defesa nos últimos jogos, mas o português não imaginava que o zagueiro seria herói ao marcar, aos 47 minutos do segundo tempo, o gol da vitória do Chelsea sobre o Everton, por 1 a 0, neste sábado. A partida no Stamford Bridge foi válida pela 27ª rodada da Premier League.

LEIA MAIS
Giroud pede perdão à mulher e comanda goleada do Arsenal
City passa sufoco, mas bate Stoke e volta a vencer no Campeonato Inglês

Com vitória, o Chelsea chegou aos 60 pontos garantiu mais uma rodada na liderança do Campeonato Inglês. O time está, agora, invicto há 12 jogos no Campeonato Inglês. O Everton permanece com 45 e, mesmo com um jogo a menos, pode ver o Tottenham, 5º colocado, abrir oito pontos de vantagem na briga por uma vaga na Europa League.

VEJA CLASSIFICAÇÃO, TABELA, NOTÍCIAS, FOTOS E VÍDEOS DO INGLÊS

Querendo devolver a derrota do primeiro turno, por 1 a 0, em Liverpool, os Blues entraram em campo com os brasileiros Oscar e William de titulares e Ramires no banco. O zagueiro David Luiz, com um incômodo muscular no abdômen, não foi relacionado, já que Mourinho ainda tem esperanças de utilizá-lo na partida contra o Galatasaray, na próxima semana, pelas oitavas da Champions League.

A partida marcou um recorde importante do meia Lampard. O inglês agora se tornou, junto do goleiro David James, o segundo atleta que mais atuou na história da Premier League, com 572 partidas. O primeiro lugar é de Ryan Giggs, do Manchester United, com 630 aparições.

LEIA MAIS
Mourinho admite queda de rendimento de Oscar: ‘Não tem sido o mesmo’
Facebook pagou US$ 19 bilhões pelo Whatsapp; veja ‘artigos esportivos’ que saem mais barato

Além de não contar com o marfinense Koné, que operou o joelho em novembro do ano passado e só retornará na próxima temporada, o Everton não pôde escalar o atacante belga Lukaku, que pertence ao Chelsea e, pelo contrato de empréstimo, não pode atuar contra o time londrino. O avante Lacina Traoré, também da Costa do Marfim, sentiu uma lesão no aquecimento e também não foi pro jogo.

Getty

Terry comemora: capitão marca nos acréscimos o gol da vitória do Chelsea sobre o Everton
Terry comemora: capitão marca nos gol nos acréscimos

Num primeiro tempo sem muitas emoções, o Chesea se manteve no ataque tentando furar o bloqueio do Everton, que explorava com perigo os contra-ataques. William, Hazard e Eto’o eram os que mais buscavam jogo e levavam perigo ao goleiro norte-americano Tim Howard.

O Chelsea voltou do intervalo com Ramires no lugar do apagado Oscar. A partida seguiu com domínio dos Blues, mas o Everton ameaçava conforme os donos da casa davam mais espaços na defesa. Aos 15 minutos, Howard salvou o time de Liverpool. Após cobrança de escanteio, o aniversariante do dia, Ivanovic, recebeu de presenta a bola livre na pequena área; ele encheu o pé e acertou em cheio o peito do goleiro.

Logo depois da chance desperdiçada pelo Chelsea, Mourinho, inexplicavelmente, sacou William, que fazia boa partida, e colocou o atacante Fernando Torres. A substituição prejudicou a criação do time, os donos da casa não conseguiram mais levar perigo, e o jogo ficou morno.

No entanto, as emoções estavam guardadas para os acréscimos. Após cobrança de falta de Lampard, num lance confuso, Terry se atirou na bola e marcou para os Blues. O gol ainda gera polêmica, com alguns afirmando que foi Lampard quem marcou, mas foi o zagueiro quem saiu comemorando.

Na próxima terça-feira, o Chelsea tem compromisso pelas oitavas de final Champions League contra o Galatasaray, em Istambul, na Turquia. O Everton só volta a campo no 1 de março, quando recebe o West Ham pela Premier League.

Getty

Terry se estica à frente de Howard e desvia para marcar o gol da vitória do Chelsea sobre o Everton
Terry se estica à frente de Howard e desvia para marcar o gol da vitória do Chelsea sobre o Everton

GiroudpedeperdãoàmulherecomandagoleadadoArsenal

em Ozil, preservado após atuações ruins e o pênalti perdido contra Bayern na derrota pela Champions, e com a volta de Giroud, que ficou no banco na partida contra os alemães após escândalo pessoal, o Arsenal não teve problemas para golear o Sunderland por 4 a 1, com dois gols do atacante francês, um golaço de Rosicky e outro de Koscielny; Giaccherini descontou. A partida no Emirates Stadium foi válida pela 27ª rodada da Premier League.

Com a vitória, os Gunners não deixaram o Chelsea abrir vantagem e chegaram aos 59 pontos, um a menos que os líderes, na segunda colocação. O Sunderland, apesar de estar na final da Copa da Liga, segue na zona de rebaixamento, na 18ª posição, com 24 pontos.

LEIA MAIS
Herói: Terry volta, marca nos acréscimos e salva Chelsea contra o Everton
Após renovação, Rooney é exaltado por Moyes: ‘Será uma lenda’
Veja classificação, tabela, notícias e vídeos do Campeonato Inglês

A partida marcou o retorno do atacante Giroud ao time. Ele não atuou na derrota para o Bayern de Munique, na última quarta-feira, pois não estava bem mentalmente, após a exposição do polêmico envolvimento extraconjugal entre ele e a modelo Celia Kay. Na comemoração dos gols, Giroud beijou a aliança e, se não conseguir convencer a esposa, pelo menos deixou os torcedores do Arsenal felizes.

O time da casa não teve problemas para controlar o jogo desde o início. Com um futebol ofensivo e marcação por pressão, os mandantes abriram o placar logo aos 5 minutos com Giroud, aproveitando passe de Wilshere. A pressão não diminuiu e, após diversas chances criadas, o atacante francês marcou mais um após lambança da zaga do Sunderland, que recuou a bola curta para o goleiro e Giroud chegou antes escorando para o gol.

No fim da primeira etapa, o Arsenal ainda marcou mais um. Um pintura, numa bela tabela só com toques de primeira, comandada por Rosicky, com participação de Wilshere, Cazorla e Giroud, que terminou com o tcheco completando para o gol e fazendo 3 a 0.

O segundo tempo começou com os Gunners relaxados e o Sunderland pressionando nos primeiros 10 minutos. Mas os mandantes logo acabaram com qualquer esperança de reação, quando o zagueiro francês Koscielny completou de cabeça o escanteio cobrado pelo espanhol Cazorla e fez o quarto gol.

Aos 25 minutos, o técnico do Sunderland colocou em campo Scocco, ex-Internacional, mas o argentino pouco fez. Os visitantes descontaram no fim da partida com o italiano Giaccherini, acertando um belo chute de fora da área.

Na próxima rodada o Arsenal vai a Stoke enfrentar o time da casa no dia 1 de março. O Sunderland enfrentará no próximo domingo o Manchester City, na final da Copa da Liga Inglesa. Os canais ESPN vão transmitir a decisão a partir das 11h da manhã.

Outros resultados da Premier League:

Chelsea 1 x 0 Everton
Cardiff City 0 x 4 Hull City
Manchester City 1 x 0 Stoke City
West Ham United 3 x 1 SouthamptoEspanhol

 

Sem Cristiano, Bale assume responsabilidade e coloca Real na liderança do Espanhol

Por ESPN.com.br
Veja os gols Real Madrid 3 x 0 Elche

Mesmo sem Cristiano Ronaldo, suspenso pela expulsão contra o Athletic Bilbao, o Real Madrid não encontrou dificuldades para passear por 3 a 0 contra o Elche, neste sábado, pela 25ª rodada do Campeonato Espanhol.


Sem Cristiano, Bale assume responsabilidade e coloca Real na liderança do Espanhol

Mesmo sem Cristiano Ronaldo, suspenso pela expulsão contra o Athletic Bilbao, o Real Madrid não encontrou dificuldades para passear por 3 a 0 contra o Elche, neste sábado, pela 25ª rodada do Campeonato Espanhol.

VEJA CLASSIFICAÇÃO, TABELA, NOTÍCIAS, FOTOS E VÍDEOS DO ESPANHOL

Com a ausência do português, Gareth Bale chamou a responsabilidade para si e comandou o triunfo merengue. Foi do galês o segundo gol da partida, um golaço, marcado no segundo tempo, após assistência de Xabi Alonso.

LEIA MAIS
Filho de Mazinho marca e salva Celta de Vigo contra o Getafe

Reuters

Bale comemora gol do Real Madrid sobre o Elche
Bale tomou as rédes e comandou o triunfo do Real sobre o Elche

Antes, Ilarramendi abriu o placar em um belo chute de voleio, enquanto Isco fechou a conta, batendo sem ângulo perto do fim da partida.

Esse foi o terceiro triunfo consecutivo dos blancos no Espanhol. Antes, a equipe já havia vencido o Villarreal por 4 a 2 e o Getafe por 3 a 0. O brasileiro Casemiro, aliás, esteve em campo, substituindo Xabi Alonso a poucos minutos do apito final.

Com o resultado, o Real vai a 63 pontos e assume temporariamente a liderança de La Liga, com três de vantagem sobre os rivais Barcelona e Atlético de Madri.

Os catalães entram em campo às 16h (horário de Brasília) deste sábado, contra a Real Sociedad, enquanto os colchoneros só jogam no domingo, contra o Osasuna.

LEIA MAIS
Assista aos MELHORES MOMENTOS de Real Madrid 3 x 0 Elche 
Ex-técnico da Espanha pede punição a ‘idiotas’ Neymar e Daniel Alves
Comitê retira multa de atleta que exibiu mensagem para crianças com câncer

Na próxima rodada, porém, um clássico decisivo promete esquentar de vez o Campeonato Espanhol. No domingo (02 de março), o Real Madrid enfrenta o Atlético de Madri no Vicente Calderón, em confronto direto pelo título. O duelo será às 13h.

Antes, porém, os merengues têm compromisso importante no meio da semana. Na quarta-feira, às 16h45, Cristiano Ronaldo, Bale e cia. visitam o Schalke 04, na Alemanha, pelo jogo de ida das oitavas da Uefa Champions League.

About Author

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © All rights reserved. | Newsphere by AF themes.