16/06/2024

zigzagdoesporte.com.br

A sua revista eletrônica do esporte

Cruzeiro supera pressão, vence Universidad de Chile e segue vivo na Libertadores

3 min read

O Cruzeiro está mais vivo do que nunca na Copa Libertadores da América. No estádio Nacional, local em que conquistou a competição continental pela primeira vez, o time comandado por Marcelo Oliveira teve boa atuação e venceu o Universidad de Chile por 2 a 0, nesta quinta-feira. Bruno Rodrigo e Samudio marcaram.

Com o triunfo, a equipe mineira chega a sete pontos no grupo 5 e continua com chances de avançar ao mata-mata do torneio. Agora, na última rodada, o Cruzeiro precisa vencer o Real Garcilaso (3 pontos e desclassificado) por três gols de diferença para avançar. A Universidad de Chile (9 pontos, segunda posição) enfrenta o Defensor (10 pontos, líder) no Uruguai.

LEIA MAIS
Marcelo Oliveira: ‘Resposta dos jogadores foi muito boa’
‘Fomos grandes hoje’, afirma Dagoberto após vitória sobre a Universidad de Chile
Notícias, vídeos, tabela, classificação e resultados da Libertadores

Na partida, o técnico Marcelo Oliveira confirmou o que vinha colocando nos treinos e formou a dupla de ataque com Dagoberto e Júlio Baptista, além de colocar Samudio na lateral-esquerda. No meio, Henrique ficou com a vaga do volante Nilton, suspenso.

O Cruzeiro chegou a ter problemas no começo do jogo para passar pela eficiente marcação chilena. Mas, com saídas rápidas, o time achou um modo de incomodar o adversário. Aos 12 minutos, Júlio Baptista quase abriu o placar depois de chutar da entrada da área. Aos 15 minutos, Everton Ribeiro escapou pela direita e sofreu falta de Rojas.

O próprio camisa 17 se apresentou para cobrar a falta. E o fez com maestria: colocou no meio da área para Bruno Rodrigo subir mais alto que todos e testar para fazer 1 a 0 para o time da Toca da Raposa. O gol intensificou a pressão do adversário, que quase deixou tudo igual aos 35 minutos, quando Rubio chutou e a bola passou rente à trave direita de Fábio.

Quatro minutos mais tarde, o Cruzeiro fez o segundo gol. E com uma bela troca de passes. Dagoberto arrancou e passou para Ricardo Goulart. O meia, então, acionou Samudio na esquerda. O lateral recebeu na área e chutou na saída de Herrera para fazer 2 a 0 e deixar o time em ótima condição para vencer a partida.

Na segunda etapa, a Universidad de Chile voltou com o atacante Francisco Castro lugar do volante Martínez. E o jogo mudou completamente. Os chilenos passaram a pressionar o Cruzeiro, que passou apenas a se defender e apostar no contra-ataque. Aos 16 minutos, a estratégia foi reforçada, quando o volante Souza entrou no lugar do Ricardo Goulart para preencher mais o meio.

Bem na marcação, o time conseguiu segurar as investidas do time chileno – em uma delas, Samudio fez falta, recebeu o segundo amarelo e foi expulso –  para vencer pela segunda vez na competição. O Cruzeiro ainda vive na Libertadores.

FICHA TÉCNICA:
UNIVERSIDAD DE CHILE 0 X 2 CRUZEIRO

Local: Estádio Nacional, em Santiago (CHI)
Data: 03 de abril de 2014, quinta-feira
Horário: 20h45 (de Brasília)
Árbitro: Germán Raúl Delfino ARG)
Assistentes: Gustavo Rossi e Ivan Nuñez (ambos da Argentina)
Cartões amarelos: Rojas e Caruzzo (Universidad de Chile); Henrique, Ceará, Ricardo Goulart, Samudio e Luan (Cruzeiro)
Cartões vermelhos: Caruzzo (Universidad de Chile); Samudio (Cruzeiro)
GOLS: CRUZEIRO: Bruno Rodrigo, aos 15, e Samudio, aos 40 minutos do primeiro tempo

UNIVERSIDAD DE CHILE: Herrera, González, Caruzzo, Rojas e Cereceda; Martínez (Castro), Juan Rojas, Fernández e Lorenzetti; Mora (Farfán) e Rubio
Técnico: Cristian Romero

CRUZEIRO: Fábio; Ceará, Bruno Rodrigo, Dedé e Samudio; Lucas Silva, Henrique, Ricardo Goulart (Souza) e Everton Ribeiro (Luan); Dagoberto (Willian) e Júlio Baptista
Técnico: Marcelo Oliveira

 

Fonte: espn

About Author

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © All rights reserved. | Newsphere by AF themes.