16/06/2024

zigzagdoesporte.com.br

A sua revista eletrônica do esporte

Sem estrelas, Ituano deu aula de futebol e economia aos grandes de SP

3 min read

DoZigzagdoesporte por UOL, em São Paulo.

O título do Ituano conquistado domingo mostrou aos grandes do estado que não é preciso um elenco milionário para ser campeão.

Todos os jogadores rubro-negros custam aos cofres do clube cerca de R$ 350 mil por mês. Só para comparar, o salário de Leandro Damião, atacante santista que foi nulo na decisão, é de R$ 1 milhão mensais.

O meio-campista Marcinho, que já passou por grandes de São Paulo, tocou nesse assunto após a conquista rubro-negra. “O futebol brasileiro não é só dinheiro, não é só status”, ele disse ainda no gramado do Pacaembu.

“A equipe demonstrou que com um orçamento de pés no chão dá pra fazer grandes coisas.”

Entre as “grandes coisas” feitas pelo Ituano em 2014 está o fato de ter eliminado um por um todos os gigantes do estado.

Os primeiros a sofrer foram os corintianos, que na penúltima rodada da fase de grupos, choraram a vitória do time de Itu sobre o São Paulo: o resultado ajudou a eliminar o Corinthians precocemente.

Na fase decisiva, depois de superar o Botafogo em Ribeirão Preto nos pênaltis, o Ituano não se intimidou diante de um Pacaembu lotado e tirou também o Palmeiros do campeonato.

E foi assim que o time do técnico Doriva chegou à decisão com o Santos, surpreendendo os rivais no primeiro jogo com uma vitória por 1 a 0.

Na partida decisiva, eles seguraram uma derrota pelo mesmo placar, levaram para os pênaltis e conquistaram um título inédito: o primeiro Paulista sem asterisco, com a participação de todos os grandes*.

*Em 2002, o Ituano já havia sido campeão estadual, mas em um torneio do qual não participaram os maiores clubes paulistas, que disputavam ao mesmo tempo o torneio Rio-São Paulo.

 

Relembre como o Ituano superou os gigantes
  • Vitória sob temporal no Morumbi

    Deve ser estranho para um jogador olhar para a arquibancada e ver parte de sua torcida pedindo para que perca o jogo. Foi isso que o São Paulo enfrentou no Morumbi contra o Ituano, pela penúltima rodada do Campeonato Paulista.Foto: Reinaldo Canato/UOL

  • Chororô de Mano Menezes

    “Cada um sabe qual consciência coloca no travesseiro para dormir. No futebol, tudo é possível. Eu não tenho dúvida nenhuma. Mas os deuses do futebol estão lá em cima, e eles sabem conduzir bem o comportamento de cada um quando a bola rolar lá na frente”, afirmou o técnico insinuando uma entrega do Ituano.Foto: Daniel Augusto Jr./Ag. Corinthians

  • O silêncio verde no Pacaembu

    Eram 30 mil palmeirense cantando, empurrando, pressionando, mas o time caipira não se intimidou e impôs a primeira derrota alviverde no estádio em um ano. 1 a 0 e vaga nas finais.Foto: Vinicius Pereira/Folhapress

  • Nova surpresa na capital: 1 a 0 sobre o Santos

    Com um gol de Christian e após um pênalti perdido pelo santista Cícero, o Ituano abriu caminho para o título na primeira partida da final do campeonato. Mais uma vez, a torcida adversária era maioria.Foto: Junior Lago/UOL

  • Nervos controlados em decisão nervosa por pênaltis

    Após perder no tempo normal, o time caipira teve nervos de aço e venceu a decisão por pênaltis por 7 a 6. Itu fez a maior festa do ano, enquanto os jogadores no gramado mal entendiam o que haviam acabado de fazer.Foto: Junior Lago/UOL

About Author

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © All rights reserved. | Newsphere by AF themes.