29/05/2024

zigzagdoesporte.com.br

A sua revista eletrônica do esporte

Com gol no fim, Cruzeiro misto inicia defesa de título com vitória sobre o Bahia

4 min read
DoZigzagdoesporte Por ESPN.com.br com agência Gazeta Press.
Gazeta Press

Cruzeiro estreou com vitória por 2 a 1 contra o Bahia
Cruzeiro estreou com vitória por 2 a 1 contra o Bahia

Mesmo com um time misto, o Cruzeiro venceu fora de casa o Bahia por 2 a 1 neste domingo, em plena Fonte Nova, em confronto válido pela primeira rodada do Campeonato Brasileiro. Dividindo as atenções com a Libertadores, motivo pela qual o time celeste poupou alguns titulares na estreia, o clube mineiro acumulou seus primeiros três pontos neste início de defesa do título nacional. Já a equipe tricolor segue sem ponto.

Após um primeiro tempo bastante amarrado, o Cruzeiro conseguiu marcar o primeiro gol no segundo tempo, aos 17 minutos, com o volante Nílton escorando cruzamento de Marlone, sem chance para Marcelo Lomba. O empate chegou aos 35 minutos do segundo tempo, ironicamente em pênalti cometido pelo próprio Nílton sobre Rhayner: o lance foi cobrado por Anderson Talisca. No fim, Marcelo Moreno marcou o gol da vitória celeste.

Na próxima rodada, o Cruzeiro recebe o São Paulo, enquanto o Bahia visita o Fluminense.

O jogo

Antes do confronto começar, os clubes trocaram as faixas dos campeonatos conquistados neste ano, já que ambos ganharam os estaduais que disputaram nesta temporada.

O time da casa começou melhor, demonstrando mais disposição a atacar o rival de Minas Gerais. O Cruzeiro se defendia, mas também avançava em direção à área do clube baiano, com pouco perigo.

Logo no começo, o elenco celeste teve uma boa chance. Aos cinco minutos, Willian entrou na área e dividiu com o goleiro Marcelo Lomba, que conseguiu mandar a bola para escanteio.

As chances na primeira etapa foram escassas. Ambos os times apostaram muito no contra-ataque para criar oportunidades de gol. Os chutes de longa distância também foram muito utilizados, mas nenhum gerou ameaça aos goleiros.

Quando faltava pouco para os times irem para os vestiários, aos 45, o Bahia quase inaugurou o placar. Rhayner fez boa jogada e tocou para Lincoln, que rapidamente viu Maxi Biancucchi desmarcado. O argentino invadiu a área e chutou no arco cruzeirense, mas Fábio realizou uma boa defesa.

O segundo tempo começou com amplo domínio cruzeiro. O time de Minas Gerais dava sinais que ia abrir o placar. Aos 14 minutos, Souza aproveitou o espaço dado pelos defensores do Bahia e arriscou de longe, acertando a trave esquerda do gol defendido por Marcelo Lomba.

Na sequência, aos 17 minutos, o placar da Arena Fonte Nova foi inaugurado pelo Cruzeiro. Marlone cobrou escanteio e Nilton cabeceou a bola no canto direito do goleiro do Tricolor Baiano.

O Bahia tentou responder rapidamente. Rafinha chutou fraco, mas o goleiro Fábio se atrapalhou e acabou dominando mal a bola, que acabou sobrando para Rhayner. O atacante rematou e o guarda-meta teve que dividir com o atleta rival para evitar o gol do time da casa.

A equipe da casa chegou ao empate aos 35 minutos, após pênalti sofrido por Rhayner, que driblou Nilton e o volante derrubou o jogador. Anderson Talisca foi para a cobrança e converteu a penalidade máxima para alegria dos torcedores presentes na Arena Fonte Nova.

Aos 40 minutos, um torcedor jogou um copo no gramado e o árbitro Luiz Flávio de Oliveira paralisou a partida. A polícia logo identificou o infrator.

O Cruzeiro fez o gol da vitória no final da partida, aos 44 minutos do segundo tempo. Após cobrança de escanteio, Marcelo Moreno subiu livre e cabeceou forte para o fundo do gol baiano.

FICHA TÉCNICA:
BAHIA 1 X 2 CRUZEIRO

Local: Arena Fonte Nova, em Salvador (BA)
Data: 20 de abril de 2014, domingo
Horário: 16h (de Brasília)
Árbitro: Luiz Flávio de Oliveira(SP)
Assistentes: Flávio Gomes Barroca e Lorival Candido das Flores (ambos do RN)
Cartão amarelo: Fahel, Rhayner, Pará e Titi (Bahia); Nilton, Willian,Tinga e Willian Farias (Cruzeiro)
Gols: CRUZEIRO: Nilton, aos 17 minutos do segundo tempo, e Marcelo Moreno, aos 44 minutos do segundo tempo
BAHIA: Anderson Talisca, aos 35 minutos do segundo temp

BAHIA: Marcelo Lomba; Diego Macedo, Titi, Demerson e Pará; Fahel, Rafael Miranda (Wilson Pittoni), Lincoln (Rafinha) e Anderson Talisca; Rhayner e Maxi Biancucchi (Jeam)
Técnico: Marquinhos Santos

CRUZEIRO: Fábio; Mayke, Léo, Wallace e Egídio; Nilton, Souza, Tinga (Willian Farias) e Marlone; Willian (Alisson) e Borges (Marcelo Moreno)
Técnico: Marcelo Oliveira

About Author

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © All rights reserved. | Newsphere by AF themes.