20/07/2024

zigzagdoesporte.com.br

A sua revista eletrônica do esporte

Crystal Palace faz milagre, empata com o Liverpool, e City coloca a mão na taça

3 min read

Do Zigzagdoesporte Por ESPN.com.br.

Em 2005, o Liverpool conseguiu o título da Uefa Champions League reagindo após sair perdendo por 3 a 0 diante do Milan. Nesta segunda-feira, o time viveu uma situação completamente oposta e praticamente deu adeus ao título do Campeonato Inglês.

Vencendo o Crystal Palace por 3 a 0 fora de casa até os dez minutos da etapa final, os Reds viam sua situação ficar mais animadora na conquista da taça, porém, levaram três gols nos últimos 15 minutos, e sofreram o empate em jogo válido pela penúltima rodada.

Com o resultado impressionante, o Liverpool chega a 81 pontos e até segue isolado na liderança, mas, mesmo assim, teve motivos para lamentar. Isso porque o segundo colocado Manchester City tem 80 pontos, um jogo a menos e saldo de gols maior (59 a 50), que é o primeiro critério de desempate da competição.

Já o Crystal Palace, que não tem mais objetivos na competição, chega a 44 pontos e está na 11ª posição. Na última rodada, a equipe visitará o já rebaixado Fulham.

Getty

Suárez não conteve a frustração após o tropeço diante do Crystal Palace
Suárez não conteve a frustração após o tropeço diante do Crystal Palace

Precisando ganhar e com uma significativa margem de gols, o Liverpool se mandou ao ataque desde o começo e pressionou o rival, que apenas assustou em um chute de Jedinak aos 34 minutos, obrigando Mignolet a fazer ótima defesa.

Controlando a partida e criando muitas chances, os mandantes só marcariam uma vez no primeiro tempo. Aos 18 minutos, Gerrard cobrou escanteio na área, e Allen, livre, cabeceou para o fundo do alvo.

Na volta do intervalo, os Reds seguiram pressionando o adversário e conseguiram ampliar a vantagem. Aos oito minutos, Sturridge foi acionado por Gerrard na entrada da área, trouxe para o meio e finalizou com força para a meta.

Dois minutos depois, seria a vez de Suárez balançar a rede. O uruguaio tabelou com Sterling e só tocou na saída do goleiro Speroni para anotar seu 31º gol na Premier League, se isolando ainda mais como artilheiro, com dez a mais que seu companheiro Sturridge.

A situação do Liverpool no campeonato ficou explícita após o gol, quando o atacante rapidamente pegou a bola e correu para o meio de campo, como se estivesse perdendo o jogo. No entanto, a pressa e o seu domínio na partida não foram suficientes para a equipe visitante transformar a vitória em goleada.

Pior, os mandantes ainda conseguiram uma reação inimaginável. Aos 34 minutos, Delaney acertou belo chute de fora da área e mandou no ângulo direito da meta de Mignolet, que nada pôde fazer. Dois minutos depois, Gayle recebeu passe de Bolasie na área e, livre, bateu rasteiro para o fundo do alvo.

Aos 43, Gayle marcou de novo e conseguiu o que parecia impossível. Impossível também é pensar que o Manchester City não será mais o campeão inglês. Até por isso, Suárez chorou copiosamente após a partida.

About Author

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © All rights reserved. | Newsphere by AF themes.