26/05/2024

zigzagdoesporte.com.br

A sua revista eletrônica do esporte

Goleiro garante, Costa Rica elimina Grécia nos pênaltis e vai às quartas pela 1ª vez; confira.

4 min read

Francisco De Laurentiis, do Recife (PE), para o ESPN.com.br.

Keylor Navas Defende Pênalti Costa Rica Grécia Copa do Mundo 29/06/2014

A Costa Rica segue fazendo história na Copa do Mundo. Neste domingo, o time comandado por Jorge Luís Pinto venceu a Grécia por 5 a 3 nos pênaltis, após empate por 1 a 1 no tempo normal, na Arena Pernambuco, e avançou às quartas de final do Mundial pela primeira vez em todos os tempos – antes, havia ido até as oitavas em 1990.

O herói na marca da cal foi o goleiro Keylor Navas, que, além de garantir o empate no tempo normal, quando os costarriquenhos jogaram com um a menos durante um longo período, ainda defendeu a cobrança do experiente Gekas, no canto direito.

Não à toa, o arqueiro dos Ticos foi eleito pela Fifa como melhor em campo.

Nas quartas, a equipe da América Central vai encarar a Holanda, que avançou após bater o México por 2 a 1, de virada, também neste domingo. O duelo será no próximo sábado, 5 de julho, na Arena Fonte Nova, em Salvador, às 17h (horário de Brasília).

A partida terá transmissão ao vivo dos canais ESPN e do WatchESPN, além de acompanhamento em tempo real pelo ESPN.com.br.

O jogo

O primeiro tempo não proporcionou muitos lances de emoção. De um lado, Joel Campbell tentava driblar sozinho a zaga inteira do rival. Do outro, a Grécia até arriscava chutes de longe, mas sem complicar a vida do arqueiro adversária. A única real chance de gol saiu aos 36min: Holebas cruzou da esquerda e Salpingidis chegou batendo de chapa, mas o goleiro Keylor Navas fez milagre e defendeu com a canela.

Na volta do intervalo, no entanto, o jogo melhorou bastante. Logo no primeiro lance de ataque, os gregos por pouco não abriram o placar com Samaras, de cabeça, mas Navas agarrou bem no meio. A resposta costarriquenha veio pouco depois, e acabou sendo fatal.

Aos 7min, Bolaños avançou pela esquerda a cruzou rasteiro em direção à meia-lua. A defesa grega virou “estátua” e apenas ficou olhando a bola passar até chegar a Bryan Ruiz, que tocou rasteiro, de esquerda, fraquinho, no canto do goleiro Karnezis – o arqueiro parecia ter olhado para a mitológica Medusa e virado pedra no lance.

Abalado pelo gol, o técnico Fernando Santos lançou Mitroglou no lugar de Samaris e Gekas no lugar de Salpingidis, mandando a Grécia toda para o ataque. Quase na sequência, Duarte fez falta dura, levou o segundo amarelo e foi expulso, deixando a Costa Rica com um a menos e recolocando os gregos na partida.

REUTERS/RUBEN SPRICH

Keylor Navas Defende Pênalti Costa Rica Grécia Copa do Mundo 29/06/2014
Keylor Navas defende o pênalti de Gekas

Depois disso, a equipe europeia tentou, tentou e tentou, rodando bola da direita pra esquerda, da esquerda para a direita, em profundidade, sempre passando pelo veterano Karagounis. Chegaram os acréscimos, e parecia que tudo estava perdido. Mas os gregos não desistem nunca.

Aos 46 minutos, Gekas recebeu na área e virou batendo. Navas defendeu, mas deu rebote para Sokratis mandar de canela para o fundo da rede, fazendo explodir a torcida na Arena Pernambuco e levando o duelo para a prorrogação.

No tempo-extra, as duas equipes transpiravam tensão, já que era claro que quem marcasse dificilmente perderia o jogo depois. As melhors chances foram gregas, com o goleiro Navas praticando excelente defesa em chutes cruzados de Christodoulopoulos e Mitroglou, ambos na pequena área. Como o placar não mudou, no entanto, o jeito foi definir a vaga nos pênaltis.

Quem se deu melhor nos pênaltis foi a Costa Rica, que contou com o inspiradíssimo goleiro Navas para avançar. Ele defendeu a cobrança do experiente Gekas e garantiu o resultado para o time da América Central, que acertou todos os seus chutes e avançou.

FICHA TÉCNICA:
COSTA RICA (5) 1 x 1 (3) GRÉCIA
Copa do Mundo 2014 – Oitavas de final

Local: Arena Pernambuco, em São Lourenço da Mata-PE
Data: 29 de junho de 2014, domingo
Horário: 17h (horário de Brasília)
Público: 41.242 torcedores
Árbitro: Benjamin Williams (AUS)
Assistentes: Matthew Cream e Hakan Anaz (ambos AUS)
Cartões amarelos: Bryan Ruiz, Navas, Tejeda, Duarte e Granados (CRC); Manolas e Samaris (GRE)
Cartões vermelhos: Duarte (CRC)

GOLS
COSTA RICA: Bryan Ruiz, aos 7 minutos do segundo tempo
GRÉCIA: Sokratis, aos 46 minutos do segundo tempo

PÊNALTIS
COSTA RICA
Borges: O
Bryan Ruiz: O
González: O
Campbell: O
Umaña: O

GRÉCIA
Mitroglou: O
Christodoulopoulos: O
Holebas: O
Gekas: X

COSTA RICA: Navas; Umaña, Duarte e González; Gamboa (Acosta), Borges, Tejeda (Cubero), Bolaños (Brenes), Díaz e Bryan Ruiz; Campbell Técnico: Jorge Luís Pinto

GRÉCIA: Karnezis; Torosidis, Manolas, Sokratis e Holebas; Samaris (Mitroglou), Maniatis (Katsouranis) e Karagounis; Christodoulopoulos, Salpingidis (Gekas) e SamarasTécnico: Fernando Santos.

 

About Author

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © All rights reserved. | Newsphere by AF themes.