18/04/2024

zigzagdoesporte.com.br

A sua revista eletrônica do esporte

Seleção brasileira encara o Equador para enfim voltar a sorrir; confira todos os detalhes do amistoso.

3 min read

Danilo Lavieri Do UOL, em Nova Jérsei (EUA).

  • CBF Divulgação

    Neymar e seus companheiros posam em foto bem humorada no treino

    Neymar e seus companheiros posam em foto bem humorada no treino

Depois de um começo de trabalho tenso, com um jogo bastante brigado contra a Colômbia e o corte de um jogador por causa de indisciplina, a seleção brasileira encara o Equador às 22h desta terça-feira, no Metlife Stadium, em Nova Jérsei. É a chance para o time voltar a sorrir, com dancinhas, comemorações combinadas e piadinhas nas entrevistas, como era na Copa do Mundo antes da goleada sofrida diante da Alemanha

O nervosismo da estreia de Dunga no comando da equipe já não existe. Obviamente, a maioria dos atletas já está acostumado com esse tipo de encontro, mas os holofotes de torcida e imprensa e as cobranças por um futebol melhor do que o apresentado na trágica semifinal que terminou em 7 a 1 para a Alemanha colocaram uma pressão que não seria exercida em qualquer outro duelo não oficial.

O fato de a seleção ter vencido a Colômbia por 1 a 0, com um golaço de Neymar e uma boa apresentação, aliviaram o ambiente. A faixa de capitão no camisa 10 não pareceu pesar. Além disso, não há um peso que tinha no reencontro entre Colômbia e Brasil. Os dois tinham sido rivais nas quartas de finais da Copa em uma partida que ficou cercada de polêmicas. Começando pelo gol anulado de Yepes e o sentimento de vingança dos colombianos e terminando no reencontro entre Zúñiga e Neymar, o duelo que ficou famoso pela lesão na vértebra que tirou o brasileiro do Mundial.

“A nossa equipe sempre vai ser brincalhona. Independentemente do que aconteceu, eu serei sempre feliz. Não importa quem está vendo o treino. Essa felicidade você sempre precisa ter no seu trabalho”, disse Neymar, o capitão, dando aval para um jogo mais leve dentro de campo.

Em contrapartida, Dunga já mostrou que não dará margens para muita brincadeira. O exemplo começou durante a semana, com treinos longos, de mais de duras horas, e teve seu ápice no afastamento de Maicon, que se reapresentou com atraso e será substituído por Danilo, do Porto.

O jogo ainda tem mais um ingrediente. Neymar volta ao palco em que começou a jogar pela seleção. Convocado por Mano Menezes, ele defendeu a seleção pela primeira vez após a eliminação da Copa do Mundo em 2006. E teve sorte: ele balançou as redes dos Estados Unidos e começou a trajetória representando o país com um gol.

FICHA TÉCNICA
BRASIL X EQUADOR

Data: 09 de setembro de 2014, terça-feira
Local: MetLife, em Nova Jérsei (EUA)
Horário: 22h (de Brasília)
Árbitro: Edvin Surisevic (EUA)
Assistentes: Frank Anderson e Peter Manikowski (ambos dos EUA)

BRASIL: Jefferson; Danilo, Miranda, Marquinhos e Filípe Luis; Luiz Gustavo, Ramires, Oscar e William; Diego Tardelli e Neymar
Técnico: Dunga

EQUADOR: Banguera, Paredes, Erazo, Canga, Ayoví; Castillo, Ibarra, Cazares, Christian Noboa; Fidel Martínez e Valencia.
Técnico: Sixto Vizuete

About Author

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © All rights reserved. | Newsphere by AF themes.