23/02/2024

zigzagdoesporte.com.br

A sua revista eletrônica do esporte

Hernane marca, Fla bate Inter e dá salto para o sétimo lugar da tabela

5 min read

Observado por Amaral, Léo Moura comemora o gol do Flamengo diante do Internacional.

Do ZigZag do Esporte.

Flamengo 2 x 1 Internacional.

Fla Imagem

Observado por Amaral, Léo Moura comemora o gol do Flamengo diante do Internacional
Observado por Amaral, Léo Moura comemora o gol do Flamengo diante do Internacional

Foi sofrido, até o último minuto, mas o Flamengo manteve a boa fase no Campeonato Brasileiro. Sem perder há cinco jogos, o time bateu o Internacional no Maracanã por 2 a 1, gols de Léo Moura e Hernane, e deu um salto na tabela. Com 37 pontos, o time está em sétimo lugar na tabela, à frente do próprio Internacional, em oitavo, também com 37 pontos, mas com saldo de gols inferior.

Sem perder desde o último jogo sob o comando de Mano Menezes, o Flamengo chegou ao Maracanã disposto a confirmar a boa fase no Brasileiro, chegar ao quinto jogo sem derrota e dar um salto na tabela. Mas de última hora o técnico Jayme de Almeida teve um desfalque inesperado. Vítima de uma polêmica no meio de semana, quando seu empresário atacou a diretoria do Fla por tentar devolvê-lo, Carlos Eduardo passou mal no ônibus da delegação rumo ao estádio.

Como alternativa, Jayme escalou Luiz Antonio no meio de campo. Na zaga, Frauches entrou no lugar de Wallace, suspenso, já que Samir está lesionado e González a serviço da seleção chilena. No gol, Felipe voltou ao time após se recuperar de cirurgia dentária, enquanto Paulo Victor ficou no banco de reservas.

Ainda técnico interino, Clemer teve problemas para escalar o Internacional. Fora nada menos do que seis desfalques por lesão ou ainda em recuperação física (Índio, Jorge Henrique, Alex, Alan Patrick, Cláudio Winck e Bolatti). Com isso, Juan voltou à zaga ao lado de Jackson, enquanto Caio completou o ataque ao lado de Leandro Damião.

Na próxima rodada, o Flamengo enfrenta o Botafogo, em clássico no Maracanã, domingo, às 18h30. Já o Internacional recebe o lanterna Náutico no Estádio centenário.

O jogo

Com o apoio da torcida, que compareceu em bom número ao Maracanã, o Flamengo tentou partir para cima nos minutos iniciais. Mas bem postado defensivamente, o Inter deu trabalho ao adiantar a marcação e dificultar a saída de bola rubro-negra. De cara, o jogo ficou um pouco amarrado.

Com maior posse de bola, o Inter tentou se aproveitar de possíveis falhas individuais do Flamengo. E as chances vieram. Aos 14 minutos, Léo Moura tentou proteger a bola, mas bobeou e acabou desarmado por Otávio. O meia do Inter avançou, entrou na área pelo lado direito e bateu cruzado, mas Felipe fez boa defesa.

Aos 16 minutos, o Flamengo deu o troco. Elias cobrou falta rapidamente pelo lado direito e Paulinho bateu forte, mas a bola parou no lado de fora da rede de Muriel. O lance animou a torcida, que começou a cantar e ser mais presente. Mas aos 20 minutos quase chegou o balde de água fria. Mais perigoso, o Inter contou novamente com um vacilo rubro-negro. Octávio foi lançado pelo lado esquerdo. Chicão tentou o corte, mas furou. O colorado encheu o pé e Felipe fez linda defesa.

Assustado, o Flamengo passou a pressionar o Internacional. E conseguiu o desafogo. Aos 28 minutos, Elias deu o bote em D´Alessandro no meio de campo e lançou Paulinho no lado direito. No capricho, o atacante rolou para o meio da área. Léo Moura chegava de trás e bateu de primeira, no cantinho direito de Muriel. 1 a 0.

O belo gol animou a torcida e também o time rubro-negro, que passou a desenvolver melhor as jogadas. Com Paulinho e André Santos, a bola cruzou a área do Inter por duas vezes, mas ninguém apareceu para completar. Aos 39 minutos, João Paulo mandou uma bomba para o gol gaúcho, mas Muriel fez bela defesa e afastou para escanteio. Com vitória parcial rubro-negra, o primeiro tempo chegou ao fim.

Na segunda etapa, o Internacional voltou mais perigoso. Aos três minutos, mais uma chance colorada com falha rubro-negra. D´Alessandro cobrou escanteio e, na saída de gol, Felipe furou. A bola pererecou na área até ser afasta por Amaral, com um chutão.

O Inter continuou melhor na partida, com o controle da bola e rondando a área adversário. Aos 17 minutos, Gabriel cruzou na área, Fabrício dividiu com a zaga e a bola sobrou na pequena área para Leandro Damião. Até então sumido, o atacante colorado deu belo giro e bateu forte, mas Felipe fez excelente defesa.

Pressionado, o Flamengo buscou novamente a sua válvula de escape. Paulinho, pela direita, era sempre boa opção. E foi ele, aos 26 minutos, que lançou Léo Moura pelo lado direito. No capricho, o lateral cruzou para a grande área e Hernane, livre de marcação, pegou de primeira, sem chances para Muriel. 2 a 0 Flamengo. 11o gol de Hernane no Maracanã, o nono em nove jogos no novo Maracanã.

Sem alternativa, Clemer tirou o ineficaz Caio para ter outra referência na área, com Rafael Moura. O jogo do Inter passou a ser na base do chuveirinho. Aos 33 minutos, Alex Santana assustou Felipe ao mandar por cima. Mas aos 36 minutos, não houve perdão. D´Alessandro teve espaço e cruzou para a área. Rafael Moura se antecipou a Chicão e mandou para o fundo da rede rubro-negra. 2 a 1.

O coração da arquibancada passou a ficar na mão. O Inter gostou da tática de alçar bolas à área e o Flamengo acostumou-se a sofrer. A esta altura, Frauches, exausto, já fora substituído por Fernando, zagueiro dos juniores. Em busca de contra-ataques, o Flamengo tentava se segurar. Elias, aos 38 minutos, perdeu boa chance ao ser travado pela zaga. Cansado, o Flamengo procurava tocar a bola. Jayme sacou André Santos, também muito cansado, para a entrada de Gabriel. A pressão colorada continuou até o fim. Aos 48 minutos, Gabriel soltou uma bomba e Felipe, com as pontas dos dedos, salvou. A noite era mesmo rubro-negra.

FICHA TÉCNICA
FLAMENGO 2 X 1 INTERNACIONAL
Local:
 Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 10 de outubro de 2013
Horário: 21 horas
Árbitro: Raphael Claus (SP)
Assistentes: Guilherme Dias Camilo (MG) e Danilo Manis (SP)
Cartões amarelos: Chicão (FLA) e Willians e Jackson (INT)
Público e renda: 19.829 pagantes/ 24.864 presentes/ R 634.015,00 / 3.338 gratuidades 1.457 cativas
Gols: Léo Moura (FLA), aos 28 minutos do primeiro tempo; Hernane (FLA), aos 26 minutos e Rafael Moura (INT), aos 36 minutos do segundo tempo.

FLAMENGO: Felipe; Leonardo Moura, Chicão, Frauches (Fernando) e João Paulo; Amaral, Luiz Antonio, Elias e André Santos (Gabriel); Paulinho e Hernane (Val).
Técnico: Jayme de Almeida

INTERNACIONAL: Muriel; Gabriel, Jackson, Juan e Fabrício; Ygor, Willians, Otávio (Alex Santana) e D’Alessandro; Caio (Rafael Moura) e Leandro Damião.

Técnico: Clemer

 

Fonte: espn.com.br

About Author

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © All rights reserved. | Newsphere by AF themes.