19/04/2024

zigzagdoesporte.com.br

A sua revista eletrônica do esporte

Após ausência, Caterham confirma que estará no GP de Abu Dhabi; confira.

2 min read

Do Zigzagdoesporte.com.br por ESPN.com.br.

GETTY IMAGES

F-1 Caterham Kamui Kobayashi Japonês Testes Sakhir Bahrein 02/03/14
Kamui Kobayashi, piloto japonês da Caterham, que deve correr em Abu Dhabi

Depois de perder as etapas dos Estados Unidos e do Brasil, a Caterham estará no último GP da Fórmula 1 em 2014, em Abu Dhabi. A informação foi confirmada pelo Twitter oficial da equipe, nesta sexta-feira, e posteriormente também seu seu site. Mais cedo, um dos administradores da equipe, Finbarr O’Connell, dissera em entrevista à Reuters ter 90% de certeza da ida aos Emirados Árabes Unidos.

 

“Nós nos colocamos um desafio gigante, mas definitivamente valeu a pena! Em apenas uma semana os fãs fizeram o impossível, possível. Nós sabíamos que a melhor maneira de manter essa equipe viva e atrair possíveis compradores era mostrar que ainda somos uma equipe de corrida e estaremos em Abu Dhabi para o finale, e não existem palavras suficientes para dizer o quão gratos nós somos a todos os fãs que tornaram isso possível”, afirmou O’Connell em comunicado oficial.

A escuderia vive grave crise financeira desde que o empresário Tony Fernandes não acertou corretamente a venda para um grupo de investidores da Suíça, e uma administradora independente – Smith & Williamson – assumiu seu controle.

O chefão da F-1, Bernie Ecclestone, deu uma permissão especial para que a Caterham não disputasse as corridas na América. A Marussia, a outra “nanica”, pediu falência.

Para tentar correr nos Emirados Árabes Unidos, a Caterham recorreu a uma“vaquinha” online (crownfunding) na tentativa de angariar 2.350.000 de libras. Até hoje, sexta-feira, último dia de doações, foi atingido 79% da meta – 1.863.550 de libras.

A equipe estava otimista de que disputaria a prova em Abu Dhabi, tanto que o site F1 Times revelou que os equipamentos já foram empacotados para viajar.

“Estou 90% confiante de que nós vamos”, afirmou Finbarr O’Connell. “Nos últimos três dias três compradores interessados se apresentaram. São pessoas com conexões na F-1 que estão seriamente interessadas e que se qualquer um deles comprar (a equipe), a palavra a ser dita será ‘isso faz sentido'”, garantiu.

Por enquanto, já está certo que o sueco Marcus Ericsson não correrá pela Caterham, com quem rescindiu contrato. O outro piloto é o japonês Kamui Kobayashi.

About Author

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © All rights reserved. | Newsphere by AF themes.