22/05/2024

zigzagdoesporte.com.br

A sua revista eletrônica do esporte

Faltando apenas uma rodada , Eliminatórias Sul-Americanas já definiu dois classificados, três brigam por duas vagas diretas

6 min read

A seleção Argentina é a 1ª nas Eliminatórias.

Do ZigZag do Esporte.

Eliminatórias Sul-Americanas.

Lavezzi ‘substitui’ Messi com dois gols, e Argentina vence eliminado Peru e se garante em 1º.

Getty

Argentina superou a ausência de Messi e passou pela seleção peruana
Argentina superou a ausência de Messi e passou pela seleção peruana

Já classificada para o Mundial do Brasil desde o mês passado, a Argentina precisou conviver com a ausência de Lionel Messi nesta sexta-feira; e, no primeiro duelo pelas Eliminatórias Sul-Americanas sem o ídolo, o time de Alejandro Sabella foi aprovado. Em partida realizada no Estádio Monumental de Nuñez, a equipe venceu o eliminado Peru por 3 a 1 e garantiu o simbólico ‘título’ do qualificatório para a Copa.

O resultado obtido por conta dos dois gols de Ezequiel Lavezzi, que ‘substituiu’ Messi na missão de fazer gols pela seleção, e um tento de Rodrigo Palacio deixa a Argentina com 32 pontos, cinco de vantagem em relação à Colômbia, o outro sul-americano classificado para a Copa do Mundo no Brasil – a equipe de Falcao García e companhia carimbou o passaporte com o empate por 3 a 3 com o Chile.

Em contrapartida, os peruanos já planejam o futuro para 2018. Desfalcado do corintiano Paolo Guerrero nesta sexta-feira, o time testou jovens nomes, em clima de despedida da competição. Com apenas 14 pontos, o Peru permanece na sétima colocação, longe do grupo de classificados para o Mundial do Brasil.

As duas equipes se despedem das Eliminatórias na próxima terça-feira. ‘Campeã’ da edição para 2014, a Argentina enfrentará o arquirrival Uruguai, em Montevidéu, a partir das 20h30 (de Brasília). Já o Peru terá pela frente a lanterna Bolívia, em jogo programado para ser iniciado às 23h30.

Dona de todo o jogo, a Argentina começou atrás. Em desatenção do setor defensivo, o sempre eficiente Claudio Pizarro fez um golaço por cobertura no Monumental de Nuñez, aos 20 minutos.

A resposta dos anfitriões não demorou a vir. Aos 22min, Lavezzi aproveitou rebote do cabeceio de Garay e mandou para as redes, quase embaixo da trave.Três minutos depois, o atacante do Paris Saint-Germain completou bom cruzamento de Palacio e colocou os anfitriões na liderança.

Para fechar a conta, logo no início da segunda etapa, Palacio, atacante da Internazionale, proveitou boa jogada do lateral Rojo pela esquerda e bateu de primeira para fazer o terceiro e decretar o simbólico título da seleção argentina, que não pareceu sentir a ausência do melhor jogador do mundo, Lionel Messi.

 

Falcao marca dois, Colômbia consegue empate heroico contra o Chile e volta à Copa após 16 anos.

Getty

Falcão cobra pênalti para marcar gol da Colômbia contra o Chile
Falcão marcou dois gols de pênalti no heróico empate da Colômbia contra o Chile

Os torcedores da Colômbia estão em festa. Depois de ver o Chile abrir 3 a 0, a seleção contou com a estrela de Falcao García, autor de dois gols, para buscar o empate, nesta sexta-feira, em casa e garantir o 3 a 3, resultado que coloca os colombianos de volta a uma Copa do Mundo após 16 anos (a última foi a de 1998).

O Chile estava classificado até os 39 minutos do segundo tempo. Porém, viu os donos da casa empatarem no estádio Metropolitano Roberto Meléndez. Os chilenos eram o segundo colocado, enquanto os colombianos vinha logo atrás, na terceira posição.

Porém, agora a tabela das eliminatórias sul-americanas tem a Colômbia na segunda posição, com 27 pontos, enquanto o Chile caiu para o quarto lugar, com 25 pontos. Isso porque, o Equador fez 1 a 0 no Uruguai e chegou à terceira posição, com 25 pontos, mas melhor no saldo de gols, contra 22 dos uruguaios.

O primeiro gol do Chile em Barranquilla, saiu aos 19 minutos. Valdivia, do Palmeiras, tocou para Vargas, do Grêmio, que foi derrubado pelo goleiro Ospina. O árbitro brasileiro Paulo Cesar De Oliveira marcou o pênalti, e, na cobrança, Vidal abriu o placar.

Pouco tempo depois, aos 22, o Chile colocou a bola na área, Valdivia resvalou, mas foi Alexis Sánchez quem completou para as redes. O jogador do Barcelona ainda marcou o terceiro dos chilenos aos 29 do primeiro tempo.

Já no segundo tempo, aos 24 minutos, Téo Gutiérrez fez o gol que empolgou os donos da casa. Aos 30, o juiz brasileiro marcou mais um pênalti, desta vez para os donos da casa, e Falcao García bateu com precisão para as redes.

E, no final, quando a partida se consistia na pressão da Colombia, Falcao García marcou o segundo dele no jogo, o segundo de pênalti, e o terceiro dos colombianos para garantir o empate.

Na última rodada das eliminatórias, o Chile recebe o Equador, enquanto a Colômbia visita o já eliminado Paraguai.

 

Equador vence ‘final’ contra o Uruguai e fica muito perto da vaga direta na Copa.

Reuters

Equador venceu a 'decisão' contra o Uruguai e está muito perto da Copa do Mundo de 2014
Equador venceu a ‘decisão’ contra o Uruguai e está muito perto da Copa do Mundo de 2014

O Equador venceu a ‘final’ das Eliminatórias Sul-Americanas contra o Uruguai. No início da noite desta sexta-feira, a equipe derrotou o bicampeão mundial pelo placar de 1 a 0, na altitude do Estádio Olímpico Atahualpa, em Quito, e se aproximou de uma vaga direta na próxima edição da Copa do Mundo, deixando os uruguaios perto da repescagem contra a Jordânia. Jefferson Montero anotou o gol do jogo.

Em uma reta final de Eliminatórias complicada por favores extra-campo (a morte de ‘Chucho’ Benítez, titular da seleção até metade deste ano), o Equador cresceu de rendimento e chegou aos 25 pontos, número que fez a equipe subir para o quarto lugar e depender de um simples empate para ir ao Mundial.

O Uruguai, em quinto, permanece com 22 e muito próximo da obrigação de realizar dois jogos a mais para vir ao Brasil. Os playoffs contra o representante da AFC estão marcados para os dias 13 ou 14 de novembro, na Jordânia, e 20 de novembro, provavelmente no Estádio Centenário, em Montevidéu.

Para evitar o playoff, o Uruguai precisará vencer a Argentina na próxima terça-feira, em casa, a partir das 20h30 (de Brasília), e superar o saldo de gols do perdedor do duelo entre Chile e Equador. Os dois países, entretanto, dependem de um empate na partida, marcada para a mesma data e horário, mas em Santiago, para ambos carimbarem o passaporte para a Copa do Mundo do Brasil.

O jogo

O primeiro tempo mostrou uma ligeira supremacia do Equador. O Uruguai assumiu uma postura defensiva e quase não incomodou a defesa equatoriana. Aos seis minutos, Ayovi levantou na pequena área e Valencia chegou atrasado para concluir. A partida ficou muito truncada, com muitos erros de passes, e só aos 28 minutos, a equipe equatoriana voltou a incomodar. Ayoví tabelou com Noboa e chutou forte. Muslera defendeu com dificuldade.

Aos 30 minutos, o Equador marcou. Valencia arrancou pela direita e cruzou rasteiro para a entrada fulminante de Montero que completou sem chances de defesa para Muslera. Mesmo sofrendo o gol, o Uruguai continuou com sua formação defensiva, enquanto o time da casa passou a administrar o resultado. Só aos 46 minutos é que a seleção uruguaia ameaçou.
Suárez bateu falta com violência e Dominguez espalmou para escanteio.

O Uruguai voltou mais agressivo para o segundo tempo e partiu para o ataque, tentando o gol de empate. Aos 11 minutos, Gargano chutou forte e Dominguez defendeu em dois tempos. O atacante Forlán entrou no lugar do volante Arévalo Rios para tentar aumentar a força do ataque. A equipe visitante seguiu pressionando, mas o Equador se defendia bem.

Aos 31 minutos, após rebote de Muslera, Montero mandou para as redes, mas o assistente brasileiro Fabricio Vilarinho da Silva marcou impedimento, decisão contestada por jogadores e torcedores equatorianos. No final, o Equador apenas tocou a bola para segurar o resultado, diante de um adversário que não mostrava forças para reagir.

 

Confira a classificação atualizada na penúltima rodada:

Eliminatórias Sul-Americanas – 2014

Primeira Fase
Pos Time P J V E D GP GC SG
1 Argentina 32 15 9 5 1 33 12 21
2 Colômbia 27 15 8 3 4 25 12 13
3 Equador 25 15 7 4 4 19 14 5
4 Chile 25 15 8 1 6 27 24 3
5 Uruguai 22 15 6 4 5 22 23 -1
6 Venezuela 20 16 5 5 6 14 20 -6
7 Peru 14 15 4 2 9 16 25 -9
8 Paraguai 12 15 3 3 9 16 29 -13
9 Bolívia 11 15 2 5 8 16 29 -13
Classificação direta à Copa do Mundo
Repescagem para a Copa do Mundo

About Author

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © All rights reserved. | Newsphere by AF themes.