19/04/2024

zigzagdoesporte.com.br

A sua revista eletrônica do esporte

Ele jogou Série B no Corinthians. Agora é modelo e aposta nos olhos verdes. Entenda o fato.

3 min read

Dassler Marques Do UOL, em São Paulo.

  • Arquivo Pessoal

    Cássio aposta em trabalhos como modelo para dar sequência à vida profissional

    Cássio aposta em trabalhos como modelo para dar sequência à vida profissional

Mano Menezes já tinha avisado Cássio no dia 12 de agosto de 2008. O Corinthians disputava a Série B e enfrentaria o Avaí na Ressacada. Promessa das divisões de base, o volante seria titular, mas os planos do treinador mudaram por causa da chuva forte em Florianópolis. O jovem, dessa maneira, só apareceu nos minutos finais da partida. Nílton, agora foi no Cruzeiro, acabou escolhido.

Seis temporada depois, a realidade de Cássio é bastante diferente. Aos 25 anos, cansado de empréstimos e algumas decepções, ele deixou o futebol para trás e engatou uma carreira de modelo. Hoje, bem resolvido, evita se perguntar sobre a oportunidade que ficou para trás.

“Eu era imaturo para a posição de volante. Tive algumas problemas com meu empresário, o Cláudio Guadagno, e tudo só foi se complicando. Eu não joguei mal, só faltou uma sequência de jogos. É idade, é inexperiência”, conta Cássio.

Depois de três partidas em 2008, o volante deixou o Corinthians para tentar a sorte em alguns empréstimos. Atuou pelo Marília, pelo Guaratinguetá, retornou para o time B corintiano e chamou a atenção de Juninho Paulista a ponto de ser contratado pelo Ituano. De lá, após uma confusão entre investidores, acabou dispensado.

Cássio já sentia que seria difícil vingar no futebol, mas ainda tentou a cartada final no começo desse ano. Careca, seu treinador nas divisões de base do Corinthians, convidou para que jogasse a quarta divisão paulista pelo São Vicente. O saldo foi uma lesão não curada e salários sem receber.

“Tive um problema no posterior da coxa, não conseguia me recuperar e precisava ganhar dinheiro. Então abri um comércio de roupas e logo em seguida conheci a filha de um dono de agência de modelos”, detalha Cássio. Ali, vislumbrou uma porta para entrar.

“Ele falou que eu tinha futuro, que era bonito, então fiz um book (de fotos). Hoje estou nessa. Apareceram alguns trabalhos. Claro que é um início, mas está muito bom”, avalia. Hoje, aos 25 anos, ele está em preparação para estudar engenharia civil em 2015.

Contemporâneo de Lulinha, Dentinho e Everton Ribeiro nas divisões de base do Corinthians, Cássio, no auge da forma enquanto garoto, foi campeão da Copa Nike sub-15, torneio mais duro da categoria no país. Na Inglaterra para a fase mundial, enfrentou o Barcelona de Bojan Krkic, promessa badalada na época e que hoje está no Stoke City-ING.

“Não tenho problema nenhum por meus amigos estarem super bem. Só tenho a agradecer por tudo que me aconteceu”, explica bem resolvido.

About Author

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © All rights reserved. | Newsphere by AF themes.