22/07/2024

zigzagdoesporte.com.br

A sua revista eletrônica do esporte

Dois pilotos do Dacar foram detidos por dano a sítio arqueológico no Chile; confira.

2 min read

Do Zigzagdoesporte.com.br por Carlos Muniz Fiúza com agência EFE.

O italiano Matteo Casuccio (motos) e o holandês Kees Koolen (quads) foram levados para uma delegacia e tiveram que prestar depoimento, depois que concluíram o percurso entre Copiapó e Antofagasta.
O italiano Matteo Casuccio (motos) e o holandês Kees Koolen (quads) foram levados para uma delegacia e tiveram que prestar depoimento, depois que concluíram o percurso entre Copiapó e Antofagasta.

Santiago do Chile, 9 jan (EFE).- Dois competidores do Rali Dacar foram detidos na cidade chilena de Antofagasta, acusados de terem danificado um sítio arqueológico, durante etapa realizado nesta quinta-feira, informou hoje a polícia local.

O italiano Matteo Casuccio (motos) e o holandês Kees Koolen (quads) foram levados para uma delegacia e tiveram que prestar depoimento, depois que concluíram o percurso entre Copiapó e Antofagasta.

Acompanhados por representantes da organização do Dacar, os pilotos prestaram esclarecimentos por 30 minutos e, em seguidas, acabaram liberados. De acordo com a polícia local, no entanto, ambos poderão ser intimados novamente nos próximos dias.

“Não não queríamos quebrar nada. Pedimos desculpas pelo que aconteceu. Foi apenas um erro”, disse Casuccio, ao deixar a delegacia.

Não foi divulgado o local, nem os danos causados pelos pilotos. Ambos argumentaram que se enganaram e saíram do percurso durante a etapa, e que não sabiam por onde estavam passando na tentativa de retornar a rota original.

Casuccio e Koolen foram autorizados a participar da etapa entre Antofagasta e Iquique, no norte do Chile, que está sendo disputada nesta sexta-feira.

About Author

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © All rights reserved. | Newsphere by AF themes.