22/07/2024

zigzagdoesporte.com.br

A sua revista eletrônica do esporte

Champions promete ter duelos explosivos nas quartas de final; confira.

5 min read

Do Zigzagdoesporte.com.br por Carlos Machado com Agência AFP.Champions LeagueAFP

Paris, 18 Mar 2015 (AFP) – As quartas de final da Liga dos Campeões têm tudo para serem espetaculares, com a presença de três times espanhóis (Real, Barça e Atlético), o poderoso Bayern de Munique, o retorno da Juventus, dois representantes da Ligue 1 francesa (PSG, Monaco) e o Porto na condição de azarão.

O sorteio será realizado nesta sexta-feira, na sede da Uefa, em Nyon, na Suíça, e os jogos estão marcados para os dia 14 e 15 (ida) e 21 e 22 de abril (volta).

. Trio de favoritos Real, Barça, Bayern: só os nomes já assustam qualquer time da Europa e do mundo.

Atual campeão da competição, o clube ‘Merengue’ saiu das oitavas de final vaiado e cabisbaixo, beirando a eliminação ao perder por 4 a 3 para o Schalke 04, em pleno estádio Santiago Bernabeu, garantindo a vaga apenas graças à vitória por 2 a 0 do jogo de ida.

O revés, acompanhado de tropeços seguidos que custaram a liderança do Campeonato Espanhol, deixou Cristiano Ronaldo e companhia em clima de ‘crise de rico’, a poucos dias do clássico deste domingo, com o Barcelona.

Mesmo assim, o Real e seu trio ‘BBC’ (Bale, Benzema e Cristiano) ainda tem poder de fogo suficiente para continuar sonhando com a 11ª ‘Taça Orelhuda’.

O desempenho no clássico pode dar um novo ânimo aos comandados de Carlo Ancelotti ou mergulhar o time de vez na crise. A pausa para amistosos de seleções pode ajudar o Real a entrar em outra dinâmica para voltar com tudo em abril, na hora do vamos ver da Champions.

O Barça tentou despistar ao alegar que o duelo desta quarta-feira contra o Manchester City era mais importante que o choque com os ‘Merengues’, mas Messi voltou a ter uma atuação de gala, mostrando que chega forte para castigar o arquirrival.

Como CR7, o argentino não está sozinho, e o trio ‘MSN’ (Messi, Neymar, Suárez) está numa fase bem melhor que o ‘BBC’. O certo é que os dois craques vão continuar duelando pela artilharia histórica da Champions, já que somam 75 gols cada ao final das oitavas.

Depois de passar 2014 em branco, o clube catalão sonha com a tríplice coroa (Champions, Campeonato Espanhol e Copa do Rei) para repetir a façanha de 2009, quando ainda era comandado por Josep Guardiola.

O próprio Pep também pode alcançar o mesmo objetivo com o Bayern, que deu um show na semana passada ao aplicar uma goleada impiedosa de 7 a 0 no Shakhtar Donetsk.

O clube bávaro é uma verdadeira máquina, com a base da seleção alemã tetracampeã mundial que humilhou o Brasil na Copa a a dupla de meias Ribéry-Robben infernizando as defesas pelos lados do campo.

. PSG que alçar voos mais altos A classificação épica do Paris Saint-Germain contra o Chelsea foi sem dúvidas o ponto alto das oitavas, e o clube parisiense conseguiu sua primeira grande façanha no cenário europeu desde que começou a receber investimentos milionários de um fundo de investimento catariano.

A reviravolta sensacional de Stamford Bridge, com empate em 2 a 2 na prorrogação, serviu de redenção para os zagueiros brasileiros Thiago Silva e David Luiz, que marcaram de cabeça os dois gols parisienses, deixando para trás o trauma da Copa.

“Os jogos mais bonitos ainda estão pela frente. Se jogarmos como fizemos em Londres, podemos conquistar o título”, avisou o ‘Monstro’.

A classificação foi heroica porque o PSG ficou com um a menos ainda no primeiro tempo com a expulsão de Zlatan Ibrahimovic, que atravessa uma fase complicada.

No último domingo, o astro sueco perdeu a cabeça ao chamar a França de “país de merda” num desabafo sobre a arbitragem, depois da derrota por 3 a 2 para o Bordeaux, que impediu o time de assumir a liderança da Ligue 1.

Ibra nunca levantou a ‘Taça orelhuda’, apesar de ter passado por grandes clubes, como Juventus, Barcelona, Inter de Milão ou Milan.

O PSG não será o único representante do Campeonato Francês nas quartas. O Monaco surpreendeu ao eliminar o Arsenal, colocando dois times da Ligue 1 nesta altura da competição pela primeira vez em cinco anos.

O time do Principado se apoiou numa grande defesa (sofreu apenas um gol na fase de grupos), mostrou que também sabe atacar ao vencer os ‘Gunners’ por 3 a 1 em Londres, mas passou perto da eliminação na última terça-feira, ao perder por 2 a 0 em casa.

A Inglaterra, que tem o campeonato mais rico do mundo, voltou a ficar sem nenhum representante nas quartas, repetindo o vexame de 2013.

. Juve e Atletico, candidatos sérios A atual tricampeã italiana e o campeão espanhol e vice europeu não têm elencos milionários, mas têm tudo para dar muita dor de cabeça aos favoritos. Os dois se enfrentaram na fase de grupos e mostraram força e garra nas oitavas.

A ‘Velha Senhora’ está caminhando a passos largos rumo ao quarto ‘Scudetto’ seguido, e corre atrás do passado glorioso em competições europeias. Nesta quarta-feira, impressionou ao atropelar o Borussia Dortmund por 3 a 0, na Alemanha, ignorando a pressão da ‘Muralha amarela’ e segurando os velozes atacantes adversários com um esquema tático muito eficiente.

Já o Atlético precisou esperar os pênaltis para despachar o Bayer Leverkusen, mas mostrou que não desiste nunca e pode contar com a energia contagiante do técnico argentino Diego Simeone para se superar e tentar mais uma participação na decisão para apagar o trauma do ano passado, com derrota na prorrogação (4-1) para o vizinho Real.

Com vários jovens brasileiros de talento no seu elenco (Casemiro, Danilo, entre outros), o Porto também pode surpreender, no seu retorno às quartas depois de seis anos de ausência.

About Author

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © All rights reserved. | Newsphere by AF themes.