20/07/2024

zigzagdoesporte.com.br

A sua revista eletrônica do esporte

Demian Maia vence luta por decisão unânime e fecha dia de vitórias brasileiras no UFC Rio; confira todos resultados do UFC Rio.

3 min read

Caio Blois, do Rio de Janeiro (RJ), para o ESPN.com.br.

UFC Fight Night 62
A luta começou “encardida”, com LaFlare acertando golpes fortes no rosto de Demian. Mas não demorou para o brasileiro conseguir a primeira queda, à meia-guarda. No chão, Maia tentou a montada, sem sucesso.

O embate principal do UFC Fight Night 62 teve a vitória de Demian Maia, por decisão unânime, sobre o até então invicto americano Ryan LaFlare. Assim, o brasileiro segue em busca do top 5 de uma das categorias mais “emboladas” do Ultimate. A luta, entretanto, frustrou o torcedor, que viu os brazucas dominarem o card todo no jiu-jitsu, a especialidade de Maia, e esperavam mais uma finalização.

A luta começou “encardida”, com LaFlare acertando golpes fortes no rosto de Demian. Mas não demorou para o brasileiro conseguir a primeira queda, à meia-guarda. No chão, Maia tentou a montade, sem sucesso. O round terminou com domínio amplo do brazuca.

No segundo round, a história se repetiu. Dando aula de jiu-jitsu, Demian chegou a encaixar um katagatame, mas LaFlare se defendeu muito bem. Uma chave de perna que não entrou foi a última tentativa do brasileiro. O panorama se manteve no terceiro e quarto round, e Maia manteve sua estratégia de impor a luta no chão.

A trocação franca marcou o início do penúltimo round. Encurralando o americano, Demian levou a luta de novo para o chão e mais uma vez dominou na arte suave.

O último round teve um Ryan LaFlare vindo para o “tudo ou nada”. Com o último gás restante, o americano foi pra cima na trocação. Demian, repetidas vezes, chamava o adversário na guarda, deitado no chão. A torcida reclamava do ritmo modorrento e amarrado da luta, mas o brasileiro, com amplo domínio, fazia o dever de casa e garantia a vitória por pontos, tirando a invencibilidade de uma das grandes “promessas” do UFC.

“Preciso agradecer a quem ficou até tarde, até o fim aqui para me ver no meu retorno. Eu tentei trazer uma finalização para vocês, mas fiquei três meses parado, lutei com esse grande atleta que, inclusive, estava na frente na bolsa de apostas”, disse Demian após o resultado.

Veja todos os resultados do UFC Rio:

CARD PRINCIPAL
Demian Maia (BRA) venceu Ryan LaFlare (EUA) na decisão unânime dos jurados (48-46, 48-46 e 48-46) – peso-meio-médio
Erick Silva (BRA) finalizou Josh Koscheck (EUA) com uma guilhotina aos 4’21 do 1º round – peso-meio-médio
Léo Santos (BRA) finalizou Tony Martin (EUA) com um mata-leão aos 2’29 do 2º round – peso-leve
Amanda Nunces (BRA) nocauteou Shayna Bazsler (EUA) a 1’56 do 1º round – peso-galo feminino
Gilbert Durinho (BRA) finalizou Alex Cowboy (BRA) com uma chave de braço aos 4’14 do 3º round – peso-leve
Godofredo Pepey (BRA) finalizou André Fili (EUA) com um triângulo aos 3’14 do 1º round – peso-pena

CARD PRELIMINAR
Francisco Massaranduba (BRA) venceu Akbarh Arreola (MEX) na decisão unânime dos jurados (30-27, 30-27 e 30-27) – peso-leve
Kevin Souza (BRA) nocauteou Katsunori Kikuno (JAP) a 1’31 do 1º round: peso-pena
Leandro Buscapé (BRA) finalizou Drew Dober (EUA) com uma guilhotina aos 2’45 do 2º round – peso-leve
Leonardo Macarrão (BRA) venceu Cain Carriozosa (EUA) na decisão unânime dos jurados (30-26, 30-27 e 30-27) – peso-leve
Christos Giagos (EUA) finalizou Jorge Blade (BRA) com um mata-leão aos 3’12 do 1º round – peso-leve
Freddy Serrano (COL) nocauteou Bentley Syler (VEN) a 1’34 do 3º round – peso-mosca.

About Author

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © All rights reserved. | Newsphere by AF themes.